Confira quem são os atletas brasileiros classificados para os Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022

Comitê Olímpico Brasileiro anunciou 10 nomes classificados (mais um reserva). Brasil será representado no bobsled masculino, skeleton feminino, esqui alpino masculino, esqui cross-country feminino e masculino e esqui estilo livre feminino. Saiba mais sobre os atletas e prepare-se para os Jogos Olímpicos de Inverno, que terão transmissão ao vivo no Brasil no Olympics.com.

Sheila Vieira
Foto: CBDG

Os Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022 começam em 4 de fevereiro, e o Brasil já sabe quais atletas representarão o país na capital da República Popular da China.

O Comitê Olímpico Brasileiro anunciou nesta segunda-feira, 17 de janeiro, os 10 classificados até o momento (com mais um reserva no bobsled). O recorde de participantes – 13 em Sochi 2014 – não foi batido, mas o Time Brasil mostra boa renovação, já que quatro dos atletas farão sua estreia Olímpica.

Você que mora no Brasil não perderá um segundo da ação, já que o Olympics.com transmitirá os Jogos Olímpicos Beijing 2022 ao vivo para o território brasileiro! Veja a programação completa e coloque na sua agenda.

Nicole Silveira (Skeleton)

Enfermeira e praticante do skeleton há três anos, a gaúcha Nicole Silveira mostra que o Brasil pode sonhar em estar na elite de um esporte de inverno. A brasileira foi oitava colocada no evento-teste de Yanqing, campeã da Copa América e nona colocada em uma das etapas da Copa do Mundo. Sua meta para Pequim? O top 10.

Leia mais sobre Nicole Silveira

Nicole Silveira, do skeleton
Foto: CBDG

Seleção masculina (Bobsled)

Em sua quinta participação Olímpica, Edson Bindilatti lidera a equipe que busca o top 20 Olímpico. Ele disputa o 2-man com Edson Martins e os dois se juntam a Rafael Souza e Erick Vianna para o four-man. Jefferson Sabino viaja a Pequim como reserva, por isso não entra na conta de atletas oficialmente inscritos.

Time homenageia companheiro que faleceu em acidente

O capitão da seleção brasileira de bobsled, Edson Bindilatti, ao lado da foto de Odirlei Pessoni, homenageado no trenó da equipe.

Sabrina Cass (Esqui estilo livre)

Aos 19 anos, Sabrina Cass disputará pela primeira vez os Jogos Olímpicos, seis meses após começar a representar o Brasil. Anteriormente, ela competia pelos EUA, inclusive vencendo um campeonato mundial juvenil em 2019. Seu evento é o moguls, um dos mais nobres do esporte.

Saiba tudo sobre Sabrina Cass

Sabrina Cass, do esqui estilo livre, campeã mundial juvenil em 2019.
Foto: COB

Michel Macedo (Esqui alpino)

O esquiador alpino residente dos EUA Michel Macedo retorna aos Jogos Olímpicos, quatro anos após um momento difícil em PyeongChang 2018. Em sua estreia Olímpica, ele se lesionou e não conseguiu terminar sua prova. Mais experiente, Macedo volta a representar o país em um dos esportes mais tradicionais dos Jogos de Inverno.

Leia entrevista com Michel Macedo

Michel Macedo em PyeongChang 2018.
Foto: Christian Dawes/COB

Manex Silva (Esqui cross-country)

O hispano-brasileiro de 19 anos foi o melhor sul-americano dos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude Lausanne 2020. Balanceando a universidade e o esporte, Manex Silva foi o primeiro brasileiro a se classificar para os Jogos Olímpicos pelo critério A, podendo participar de todas as provas do esporte.

Confira a história de Manex Silva

Manex Silva nos Jogos da Juventude Lausanne 2020.
Foto: COB

Jaqueline Mourão (Esqui cross-country)

Lenda Olímpica do Brasil, Jaqueline Mourão será a atleta brasileira com mais participações Olímpicas, oito no total. Ela vai superar o velejador Robert Scheidt, o cavaleiro Rodrigo Pessoa e a jogadora de futebol Formiga. Também ciclista de mountain bike, Mourão encara mais um desafio aos 46 anos.

Veja quais brasileiros disputaram os Jogos de Verão e de Inverno

Jaqueline Mourão (BRA) compete no Campeonato Mundial de Esqui Cross-country em Oberstdorf, Alemanha, em fevereiro de 2021.
Foto: 2021 Getty Images

Eduarda Ribera (Esqui cross-country)

Terceira colocada entre as atletas que disputaram as duas vagas para as mulheres na modalidade em Pequim, Eduarda Ribera substitui Bruna Moura, que sofreu acidente automobilístico e, em função das lesões causadas pela colisão, ficou de fora dos Jogos. A rondoniense de 17 anos participou dos Jogos Olímpicos da Juventude Lausanne 2020 e será a mais nova da delegação brasileira na China.

Duda Ribera

Venha com a gente para Pequim!

No Olympics.com, você acompanha todas as informações sobre os Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022. Nossa página em português traz conteúdo exclusivo sobre atletas dos países que falam o idioma, especialmente Brasil e Portugal.

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual