Loading...

Daniel Alves: o campeão Olímpico em busca do título que lhe falta

A menos de seis meses de completar 40 anos de idade, o baiano de Juazeiro é um dos jogadores mais vencedores do futebol e vai para a sua terceira Copa do Mundo. Há pouco mais de um ano obteve o ouro Olímpico em Tóquio e terá, no Catar, a chance de ser campeão do mundo.

6 min Por Virgílio Franceschi Neto
Dani Alves comemora a medalha de ouro obtida nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, no Japão.
(Foto: Getty Images)
Daniel Alves é no futebol um dos atletas com mais títulos na carreira, **43**. Um currículo incontestável pelos clubes que defendeu e quando vestiu a camisa amarela. Há pouco mais de um ano, foi peça fundamental no bicampeonato Olímpico do Brasil, em Tóquio 2020.

Depois disso, rumou para o futebol do México, onde joga pelos Pumas, da capital daquele país. Não teve uma das suas mais brilhantes temporadas, mas isso não foi impeditivo para que estivesse na lista final de Tite para a Copa.

Sua qualidade não dá margem para dúvidas e terá, no Catar, companheiros que são alguns dos melhores jogadores da atualidade.

Saiba mais | Bicampeões Olímpicos do Brasil que estarão na Copa

Desde o 2006, aos 23 anos, é convocado para a Seleção. Apesar de ter uma prateleira repleta de troféus e medalhas, falta a de campeão do mundo. Aos 39 anos está prestes a tornar-se o jogador mais velho a defender o Brasil em Copas do Mundo, além de ter mais uma chance de coroar a espetacular carreira, em busca do título mundial.

Ele não tem nada a perder.

Daniel Alves disputa a bola com Dani Olmo, durante a final do torneio Olímpico, contra a Espanha, nos Jogos Tóquio 2020.
Daniel Alves disputa a bola com Dani Olmo, durante a final do torneio Olímpico, contra a Espanha, nos Jogos Tóquio 2020. (getty images Germany +49172826845)

Os clubes de Daniel Alves: Barcelona, PSG, São Paulo e mais

O craque nasceu às margens do rio São Francisco, em Juazeiro, divisa com a pernambucana Petrolina. Começou no local Juazeiro Social Clube, o "Tricolor das Carrancas" e, ainda muito novo, partiu para Salvador, contratado pelo tradicional Esporte Clube Bahia.

De lá, o mundo.

Tem uma história bastante vitoriosa nos clubes da Espanha. Pelo Sevilha e depois, Barcelona, foram 13 temporadas consecutivas e dezenas de conquistas. Foram três Ligas dos Campeões pelo clube catalão e duas Taças UEFA (atual Liga Europa) pelo da Andaluzia.

Teve boas passagens pelo italiano Juventus e pelo Paris Saint-Germain, da França, antes de rumar para o Brasil em 2019 e assinar com o São Paulo Futebol Clube, seu time do coração. Logo na estreia, fez o gol da vitória em cima do Ceará, pelo campeonato brasileiro. Ao todo fez 10 em 95 partidas, além de haver ajudado o "Tricolor Paulista" na conquista do título estadual de 2021.

"Aqui (no Brasil) a gente respira mais futebol, lá (na Europa) é um pouco mais frio. Estava com saudades desse calor humano, dessa energia da galera", disse Daniel Alves para o 'globoesporte.com' em 2019.

Os títulos e números de Daniel Alves na Seleção

Foi convocado para a seleção brasileira pela primeira vez em 2006 e, no ano seguinte, esteve no plantel do treinador Dunga que faturou o título da Copa América, na Venezuela. Fez inclusive um dos gols na vitória sobre a Argentina por 3 a 0 na final.

Convocado para a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, ganhou a titularidade a partir do último jogo da fase de grupos, contra Portugal. Quatro anos depois, começou no onze inicial, mas foi para o banco ao longo da competição. Ficou de fora do Mundial de 2018 por conta de uma lesão no ligamento cruzado anterior, que o deixou de fora dos gramados por seis meses.

Voltou para ser um dos grandes nomes da conquista da Copa América, em 2019, no Brasil. De quebra, foi eleito o melhor futebolista da competição.

Em 2021, aos 38 anos, foi chamado por André Jardine para representar o país no torneio Olímpico de futebol em Tóquio 2020, como capitão. Em uma campanha impecável, a Seleção obteve o bicampeonato em Jogos, após vitória sobre os espanhóis na decisão.

"Poder ser um atleta Olímpico, representar a Bahia e o Nordeste, as pessoas que eu amo...é muito incrível e quero compartilhar isso com eles. Sempre é difícil deixar um extra e estar em uma crescente. É a realização de um sonho subir no alto do pódio dos Jogos", disse Daniel Alves para o canal 'Sportv' após a vitória na final Olímpica sobre a Espanha. "Um momento indescritível e que temos que desfrutar o direito de colocar uma medalha de ouro Olímpica no peito. Por mais história e vivência, eu ainda não tinha esse título. Gostaria de dedicar essa medalha a todos os atletas que, com maestria, representam o nosso país", completou.

Confira alguns números de Daniel Alves pelo Brasil:

  • 125 jogos
  • 8 gols
  • Primeiro gol: 15 de julho de 2007 (o terceiro gol na vitória por 3 a 0 sobre a Argentina, na decisão da Copa América)
Pelos Pumas UNAM, Daniel Alves disputa a bola com Zendejas, do América, durante a 8ª rodada do torneio Apertura 2022 da Liga MX, em agosto, no Estádio Universitário, na Cidade do México.
Pelos Pumas UNAM, Daniel Alves disputa a bola com Zendejas, do América, durante a 8ª rodada do torneio Apertura 2022 da Liga MX, em agosto, no Estádio Universitário, na Cidade do México. (2022 Getty Images)

Onde Daniel Alves joga atualmente?

Após Tóquio 2020, o lateral direito saiu do São Paulo (setembro de 2021) e foi para o Barcelona, em segunda passagem pelo quadro catalão. Durou apenas seis meses. Em julho de 2022, foi negociado e transferiu-se para os Pumas, time da Universidade Autônoma do México (UNAM), na Cidade do México, um dos quatro grandes do futebol daquele país.

Tricampeão da Copa dos Campeões da CONCACAF (Confederação de Futebol das Américas do Norte, Central e do Caribe), o Pumas manda seus jogos no Estádio Olímpico Universitário, palco das Cerimônias de Abertura e Encerramento, além de diversas competições dos Jogos México 1968.

"Sou uma pessoa que, para além do futebol e das conquistas, quero deixar um legado aos mais jovens", declarou Daniel Alves para o diário 'Récord'.

"Venho ao Pumas e quero vencer com o Pumas. Vou aproveitar o máximo para extrair nesta minha passagem por aqui", acrescentou para o 'globoesporte.com'.

Foram 12 jogos pelo clube mexicano e nenhum gol anotado. A última vez que Daniel Alves vestiu a camisa dos Pumas foi em 24 de setembro, quando foi eliminado pelo Puebla, na liga local. Desde então, o craque voltou para a Espanha, onde tem mantido a forma física treinando com a equipe 'B' do Barcelona.

Daniel Alves na partida contra a Costa do Marfim pela fase de grupos de Tóquio 2020, em Yokohama.
Daniel Alves na partida contra a Costa do Marfim pela fase de grupos de Tóquio 2020, em Yokohama. (2021 Getty Images)

Daniel Alves em mais uma Copa do Mundo

O lateral direito divulgou um vídeo através da sua assessoria sobre sua expectativa para a sua terceira Copa do Mundo: "Estou muito feliz. Receber essa notícia (da convocação) me enche de orgulho e satisfação. Estou aqui para não falhar com aqueles que confiam em nós. Espero defender essa camisa à altura da grandeza que ela representa. Eu nunca desisti e é por isso que estou aqui uma vez mais, em uma Copa."

Para o 'globoesporte.com', refletiu: "São momentos indescritíveis. É tão mágico o que você sente, a energia que entra no seu corpo. Com palavras é difícil descrever essas sensações. Tem coisas que você não sabe explicar. Você chegou numa Copa do Mundo, vai estrear, não sei o que falar."

Adicione esses aos seus favoritos
DANI ALVESDANI ALVES
FutebolFutebol
BrasilBRA
Mais de

You May Like