Rumo a Pequim: Sabrina Cass, Augustinho e equipe brasileira feminina de cross-country na reta final de classificação

Esquiadora do moguls foi 27ª nesta quinta em Deer Valley nos EUA, snowboarders se aproximam de vaga Olímpica e Jaqueline Mourão conquista duas pratas no cross-country.

Sheila Vieira
Foto: 2022 Getty Images

Na última semana de qualificação Olímpica, os atletas de inverno disputam etapas importantes do calendário mundial para conquistarem suas vagas nos Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022, que começam em 4 de fevereiro.

A brasileira Sabrina Cass, campeã mundial juvenil em 2019 - quando ainda representava os EUA - no moguls, um dos eventos do esqui estilo livre - disputou nesta quinta-feira (13 de janeiro) a etapa de Deer Valley da Copa do Mundo, ficando na 27ª posição, com 59.68 pontos. A vencedora foi a australiana Jakara Anthony.

Sabrina passou a competir pelo Brasil neste ano e tem ótimas chances de disputar os Jogos de Inverno pela primeira vez. Nesta sexta, ela retorna para mais uma etapa em Deer Valley.

Snowboard: Augustinho e Oliveira aproveitam ‘última chance’

O brasileiro Augustinho Teixeira e o português Christian de Oliveira aproveitaram a última oportunidade que tinham e conquistaram resultados que devem torná-los elegíveis para Beijing 2022 no snowboard.

Para poder ir aos Jogos de Inverno no snowboard, o atleta precisa ter um resultado top 30 em Copas do Mundo e o mínimo de pontos FIS (50 no halfpipe). Augustinho ainda espera a confirmação dos pontos FIS, mas a 32ª colocação no halfpipe em Laax, na Suíça, nesta quinta-feira (13 de janeiro), deve fazê-lo passar da meta.

Mesmo sendo elegível, Augustinho ainda esperaria o dia 17 de janeiro para saber se conquistou a vaga Olímpica no halfpipe do snowboard.

Já o português Christian de Oliveira, que já tinha os 100 pontos FIS necessários no slalom gigante paralelo, enfim chegou ao top 30 em Copas do Mundo com a 25ª colocação em Bad Gastein, na Áustria. O atleta tentará melhorar seus pontos na etapa de Simonhohe, também na Áustria, nos dias 14 e 15 de janeiro.

Augustinho Teixeira (BRA) compete no segundo dia do snowboard masculino do Campeonato Mundial FIS em Aspen, Estados Unidos
Foto: 2021 Getty Images

Jaqueline Mourão é prata em duas provas da Copa dos Bálcãs

Em busca de sua oitava participação em Jogos Olímpicos, a esquiadora de cross-country brasileira Jaqueline Mourão conquistou duas pratas na Copa dos Bálcãs, em Zlatibor, na Sérvia.

Em 12 de janeiro, Mourão ficou em segundo na prova de distância clássica 5km com 14min40s1. As outras brasileiras também ficaram no top 10: Bruna Moura foi sétima, Mirlene Picin, nona, e Eduarda Ribera, décima.

No dia seguinte, Mourão repetiu o resultado na mesma prova, com Moura em sexto, Ribera em sétimo e Picin em décimo. O Brasil tem duas vagas garantidas no cross-country feminino. As duas esquiadoras com melhor desempenho nesta temporada devem ser convocadas.

“Muito feliz com o desfecho dessas provas classificatórias. Conquistamos dois pódios em Copa Continental, colocando nosso país em evidência. Meu melhor resultado no estilo clássico na minha carreira e não poderia ser em melhor momento. Estamos bem perto de confirmar a vaga”, disse Mourão.

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual