Nicole Silveira em 14º após estreia no skeleton; brasileira retorna sábado para decisão em Beijing 2022

Brasileira perdeu duas posições entre primeira e a segunda passagens pela pista. Líder é a australiana Jaclyn Narracott. Veja horário e onde assistir à decisão.

Sheila Vieira
Foto: 2022 Getty Images

Com a expectativa de conseguir o melhor resultado do Brasil em Beijing 2022 e um dos melhores da história do país nos Jogos Olímpicos de Inverno, Nicole Silveira estreou nesta sexta-feira (11 de fevereiro) no skeleton feminino. A brasileira está na 14º colocação após duas descidas.

Haverá mais duas descidas no Centro de Esportes de Pista em Yanqing neste sábado, 12 de fevereiro, que decidirão a classificação final, com os tempos somados das quatro descidas. Na quarta descida entram na pista somente as que ficaram entre as 20 primeiras após as três anteriores.

Nicole foi a segunda a tomar a pista na primeira descida. Com tempo de 1min02s58, a brasileira teve pequenos erros em duas curvas, mas se manteve perto do top 10. A líder da primeira bateria foi a canadense Mirela Rahneva, do Canadá, 55 centésimos mais rápida.

Já na segunda descida, a brasileira oscilou mais na pista e acabou perdendo duas colocações e ficou com tempo somado de 2min5s53, 1s19 mais lenta que a australiana Jaclyn Narracott, que terminou o dia na liderança.

Narracott é a grande surpresa do dia ao ocupar a primeira colocação provisória. A australiana ganhou sua primeira medalha de Copa do Mundo, um ouro, justamente na última etapa antes de Beijing 2022, em St. Moritz, na Suíça.

Nicole Silveira compete em Beijing 2022.
Foto: 2022 Getty Images

O que Nicole Silveira disse após a estreia

Nicole Silveira revelou após o o primeiro dia de competições que seus problemas na pista foram em locais diferentes em cada descida.

"Da primeira eu saí bem feliz, as curvas que a gente tinha problemas eu consegui acertar. Onde eu errei foram lugares diferentes. Acho que com o desempenho posso ficar feliz, amanhã tem mais e é ver os vídeos para melhorar o desempenho. Estou errando uma ou duas curvas que estou perdendo velocidade", comentou Nicole.

Sobre o sentimento de estreia em Jogos Olímpicos, Nicole disse que preferiu encarar a competição como qualquer outra, na medida do possível.

"Tentei bloquear o fato de serem os Jogos Olímpicos e foi bom para mim, porque não tinha pressão, não tinha gente torcendo. Acho que desde o início da temporada eu já estou pensando em como seria estar aqui. Também acho que não caiu a ficha que estou aqui. Também tentei trazer o mesmo sentimento da pista de Whistler, que é perto de onde eu moro", acrescentou a brasileira.

A atleta também agradeceu todo o apoio dos brasileiros, mesmo de longe.

"Achei surreal, é muita felicidade ter a torcida do Brasil inteiro. É difícil de acreditar que todo mundo está torcendo por mim mesmo. Cada mensagem me motiva, me dá um push para fazer melhor", concluiu.

Saiba quem é Nicole Silveira

Nicole Silveira é a primeira representante brasileira no skeleton em Jogos Olímpicos de Inverno. Gaúcha e residente do Canadá desde a infância, ela começou no esporte há quatro anos, após tentar várias outras modalidades, como ginástica artística, futebol, fisiculturismo e bobsled.

Ela também é enfermeira e trabalho durante a pandemia de Covid-19. Sua ascensão no skeleton foi rápida e ela atingiu sua melhor forma justamente na temporada Olímpica. Campeã da Copa América e com um top 10 em uma etapa de Copa do Mundo, Nicole se colocou na elite da competição.

Horários e onde assistir: decisão do skeleton feminino

As descidas decisivas do skeleton acontecem em 12 de fevereiro (sábado) em Pequim. Confira os horários:

  • Bateria 3: 12 de fevereiro, 20:20 locais - 9:20 em Brasília
  • Bateria 4 (decisão das medalhas): 12 de fevereiro, 21:55 locais - 10:55 em Brasília

Você pode assistir à competição em território brasileiro nos canais Globo/Sportv e no Olympics.com.

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual