Os laços de família entre a estrela da patinação de velocidade Irene Schouten e a cidade mais neerlandesa do Brasil

Medalhista de ouro e recordista Olímpica nos 3000m e nos 5000m em Beijing 2022, um dos maiores nomes da patinação de velocidade conta com a torcida de parte de sua família em Holambra, cidade brasileira de 15 mil habitantes. 'Tenho muito orgulho dela', disse sua prima, primeira-dama da cidade, ao Olympics.com.

Virgílio Franceschi Neto
Foto: 2022 Getty Images

Sábado, 5 de fevereiro, Oval Nacional de Patinação de Velocidade. Pequim.

Na prova do feminino dos 3000m, Irene Schouten, dos Países Baixos, marcou 3:56.93, quebrou o recorde Olímpico e conquistou sua primeira medalha de ouro Olímpica. A primeira - de por enquanto três - em Beijing 2022.

Um triunfo bem celebrado por esta neerlandesa de 29 anos, com mais de duas décadas dedicadas ao esporte: “Há quatro anos eu não me classifiquei e eu quis muito esta conquista. Quando era pequena tinha um grande sonho de vencer o ouro. em Jogos Olímpicos e agora eu consegui," disse Schouten.

Enquanto ela comemorava em Pequim, sua família festejava este ouro em Andijk, nos Países Baixos. Mas, a milhares de quilômetros de distância, alguns dos Schouten também vibravam em uma pequenina cidade brasileira.

Como assim?

A jornada dos Schouten até o Brasil

Os Schouten são uma numerosa família cujas origens estão em Wervershoof, região da Frísia Ocidental, nos Países Baixos. Muitos dos seus membros estão envolvidos com o comércio internacional de flores, especificamente as tulipas.

No Brasil, um pequeno município na Região Metropolitana de Campinas, com apenas 15 mil habitantes, é conhecido como referência na produção de flores e plantas ornamentais, fundada por neerlandeses em meados do século passado: Holambra, cujo nome é um acrônimo das iniciais de "Holanda" (região dos Países Baixos), "América" e "Brasil".

A "Capital Nacional das Flores" acolheu os pais de Yvonne Schouten Capato em 1986, que já tinham tios e irmãos que viviam em Holambra. Hoje primeira-dama da cidade, ela comenta: "Aqui moravam os tios do meu pai, Klaas e Gemma Schoenmaker, imigrantes que chegaram ao país em 1959".

Yvonne é prima em primeiro grau de Schouten, campeã Olímpica dos 3000m e dos 5000m da patinação de velocidade em Pequim. Por conta do histórico vínculo com os Países Baixos, é natural que os holambrenses acompanhem o esporte neerlandês e seus atletas. Não é diferente com os Jogos Olímpicos de Inverno: "Acredito que Holambra acompanha os Jogos de Inverno por conta do histórico de sucesso dos Países Baixos. E porque muitos têm uma ligação forte com o país, pela herança cultural trazida pelos pais", reflete a primeira-dama.

A família Schouten. Yvonne é a primeira em pé da direita para a esquerda.

Com todos os tios vivendo nos Países Baixos, Yvonne foi para lá muitas vezes com os pais e esteve com a prima Irene. No entanto, a distância e a rotina de ambas fazem com que tenham pouco contato: "Irene e eu nos conhecemos, sim. Apesar da família Schouten ser bem grande (11 irmãos), é bem unida. Eu e Irene temos um bom relacionamento, mas não nos falamos com frequência", comenta Yvonne.

Irene Schouten venceu os 3000m e os 5000m em Beijing 2022, além de ter sido bronze na perseguição por equipes. No sábado dia 19 ela voltará a competir na largada em massa feminina. Sobre a carreira da prima patinadora, Yvonne finaliza: "Tenho bastante orgulho dela. É uma honra ter uma prima campeã Olímpica, com não só uma, mas duas medalhas de ouro, e agora uma de bronze. Ela treina pesado e se dedica há muito tempo. É merecedora de todas essas conquistas e sua performance está sendo incrível!"

Incrível mesmo.

Havia a chance de mais uma medalha para Schouten, no sábado. E veio. De ouro e histórica medalha.

Na tarde do sábado, dia 19, Irene Schouten conquistou o seu terceiro ouro em Pequim, após vencer a prova da largada em massa da patinação de velocidade. Com o título, é a primeira atleta a ganhar três medalhas de ouro em provas individuais em uma mesma edição de Jogos Olímpicos de Inverno.

E na torcida pela neerlandesa certamente esteve um pequeno rincão repleto de tulipas no Brasil.

LEIA: Alerta de medalha: em final emocionante, Irene Schouten vence na largada em massa feminina da patinação de velocidade em Beijing 2022

Acompanhe os Jogos Beijing 2022

Você pode acompanhar as emoções dos Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022 com as transmissões do Olympics.com e dos canais Globo/Sportv para o território brasileiro.

CLIQUE AQUI para mais informações

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual