Patinação de velocidade Olímpica em Beijing 2022: Cinco coisas que você precisa saber

O seu guia rápido para a patinação de velocidade nos Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022, que inclui os principais atletas, informações sobre o local da competição, agenda das provas e muito mais!

Will Imbo
Foto: 2018 Getty Images

A patinação de velocidade é uma das três variantes da patinação nos Jogos Olímpicos de Inverno, ao lado da patinação artística e da patinação de velocidade em pista curta.

Com 14 eventos no total, a patinação de velocidade é o maior esporte (em termos de eventos) em Beijing 2022.

Com tudo isso, quem são os atletas para serem vistos na competição? Qual é a história Olímpica da patinação de velocidade? Eis aqui o seu guia para as cinco coisas que você precisa saver sobre a patinação de velocidade Olímpica.

Os principais competidores em Beijing 2022

Sven Kramer (NED) continua como sendo a principal força entre os homens. O astro batavo é o primeiro patinador a conquistar quatro Campeonatos Mundiais consecutivos, além de nove medalhas Olímpicas (incluindo ouro nos 5000m nos Jogos de Vancouver 2010, Sochi 2014 e Pyeongchang 2018, bem como outro ouro na perseguição por equipes em Sochi 2014). Kramer deseja competir em Pequim, o que seria sua quinta participação consecutiva em Jogos Olímpicos.

O sucesso de Kramer impressiona, mas ele ainda está atrás da lenda Ireen Wüst (NED) quando se trata de medalhas Olímpicas. A patinadora neerlandesa é a mais premiada atleta Olímpica em atividade com 11 medalhas, e tem construído o seu legado na história dos Jogos de Inverno ao tornar-se a primeira atleta a ter conquistado uma medalha de ouro em um evento individual em quatro diferentes edições dos Jogos de Inverno.

Apenas seis atletas que competem os Jogos Olímpicos de Verão conseguiram este feito, e se Wüst conquistar ouro novamente em Pequim, ela será a primeira e única pessoa a ter conquistado o ouro em cinco edições dos Jogos. Wüst é atual campeã Olímpica e Mundial nos 1500m, e ela disse pensar em encerrar a carreira na temporada dos Jogos Olímpicos Beijing 2022.

Outros atletas que concorrem para o pódio nos Jogos incluem Kjeld Nuis (NED) (medalha de ouro nos 1000m e 1500m em PyeongChang), Antoinette de Jong (NED) (medalha de bronze nos 3000m em PyeongChang, atual campeã mundial nos 3000m), Irene Schouten (NED) (medalhista de bronze na largada coletiva em 2018, atual campeã mundial nos 5000m), Nils van der Poel (SWE) (detentor do recorde mundial e atual campeão do mundo nos 5000m e 10000m), e, obviamente as equipes masculina e feminina dos Países Baixos na perseguição por equipes.

Programação da patinação de velocidade Olímpica em Beijing 2022

A competição da patinação de velocidade acontecerá entre 5 e 19 de fevereiro de 2022.

Local da competição da patinação de velocidade Olímpica em Beijing 2022

Todos os eventos de patinação de velocidade acontecerão no Oval Nacional de Patinação de Velocidade (também conhecido como “Faixa de Gelo”), que foi construído no lugar dos antigos campos Olímpico de hóquei e de tiro com arco, usados durante os Jogos de Verão de 2008.

A “Faixa de Gelo” é o primeiro local de competição Olímpica a usar uma tecnologia de resfriamento transcrítica direta de dióxido de carbono para produzir gelo, e proporcionará a maior superfície de gelo da Ásia com 12.000 m². Será possível acomodar 12.000 espectadores (6.800 permanentes e 5.200 temporários) durante os Jogos, de acordo com o livro da candidatura.

O local permite a produção de gelo de acordo com as diversas necessidades das várias modalidades e suas respectivas exigências.

Formato da competição da patinação de velocidade Olímpica em Beijing 2022

A patinação de velocidade terá um total de 14 eventos nos Jogos Olímpicos de Inverno - sete masculinos e sete femininos.

Masculino: 500m, 1000m, 1500m, 5000m, 10000m, largada coletiva e perseguição por equipes

Feminino: 500m, 1000m, 1500m, 3000m, 5000m, largada coletiva e perseguição por equipes

Ao todo são 112 vagas disponíveis para atletas classificarem-se para competir na patinação de velocidade nos Jogos Olímpicos de Inverno.

História Olímpica da patinação de velocidade

A patinação de velocidade fez a sua estreia Olímpica nos primeiros Jogos de Inverno, em Chamonix, França, em 1924. Entretanto, as mulheres foram autorizadas a competir na modalidade apenas nos Jogos de Lake Placid, em 1932, que naquela altura foi apenas um evento de exibição. A patinação de velocidade entre mulheres foi oficialmente incluído no programa Olímpico nos Jogos de 1960, em Squaw Valley.

Quase todos os eventos da patinação de velocidade consistem de dois patinadores competindo um ao lado do outro, com cada competidor a buscar marcar o tempo mais rápido entre todos os patinadores na pista, não apenas aquele contra quem está correndo (exceto para as provas de largada coletiva e de perseguição por equipes, incluídas no programa Olímpico em 2018 e 2006, respectivamente).

Ainda nos Jogos Olímpicos de Inverno de 1932, em Lake Placid, os americanos organizaram provas de estilo mais local que consistiam de uma largada coletiva - em vez do formato de costume, contra-relógio. Como resultado, um bom número de competidores europeus boicotaram a prova, o que permitiu aos americanos conquistarem quatro medalhas de ouro. Esses sistema originou a patinação de velocidade em pista curta, que foi incluída no programa Olímpico em Albertville, em 1992.

Os Países Baixos são de longe a nação mais bem sucedida na patinação de velocidade, com 42 medalhas de ouro (em um total de 121). Ireen Wüst é responsável por 11 destas medalhas, incluindo cinco de ouro. Ela é a mais premiada patinadora de velocidade na história dos Jogos de Inverno. Sven Kramer é o mais bem-sucedido patinador de velocidade dos Jogos de Inverno, com nove medalhas (quatro de ouro).

Os Estados Unidos estão em segundo lugar no quadro de medalhas da modalidade (29 de ouro num total de 68). O patinador estadunidense Eric Heiden conquistou cinco ouros em todos os eventos de patinação possíveis nos Jogos Olímpicos de Inverno de Lake Placid 1980, o máximo que um atleta Olímpico pôde conquistar em apenas uma edição dos Jogos.