Alison dos Santos e Rafael Pereira avançam às semifinais no Campeonato Mundial de Atletismo 2022

Alison dos Santos venceu a sua série nos 400m com barreiras, enquanto que Rafael Pereira fez o terceiro melhor tempo nos 110m com barreiras. Auriol Dongmo (POR) ficou em quinto lugar na final do arremesso de peso. Confira como foi o segundo dia do Campeonato Mundial de Atletismo 2022.

Virgilio Franceschi Neto

O sábado foi cheio de ação pelo segundo dia do Campeonato Mundial de Atletismo 2022, em Eugene, nos Estados Unidos. Atletas brasileiros e portugueses participaram de diversas provas, com destaque para Auriol Dongmo (POR) na final do arremesso de peso, Alison dos Santos (BRA) nas eliminatórias dos 400m com barreiras, e do mineiro Rafael Pereira (BRA) também na fase eliminatória dos 110m com barreiras.

SAIBA MAIS: Campeonato Mundial de Atletismo 2022: os destaques de Brasil e Portugal

Depois de haver feito a segunda melhor marca na série classificatória, a atleta portuguesa terminou a final em quinto lugar. Já os brasileiros avançaram às semifinais.

Saiba mais como eles se saíram em Hayward Field, centenário estádio onde acontece o evento.

Alison dos Santos avança para a semifinal

Medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 nos 400m com barreiras, Alison dos Santos, o 'Piu', venceu a segunda eliminatória e, com isso, garantiu um lugar na semifinal da prova. O brasileiro de 22 anos, vencedor de quatro etapas da Liga Diamante neste ano e líder no ranking mundial de 2022, não forçou muito e terminou com 49s41.

"O primeiro tiro é para quebrar o gelo, para sentir como está, para falar 'entrei na competição', pode relaxar e entrar e focar no próximo tiro. Um passo de cada vez, não pode deixar subir para a cabeça. Vim para ganhar a medalha, mas para ganhar medalha tem que chegar à final", comentou Piu para o site da Confederação Brasileira de Atletismo.

O atual campeão Olímpico da prova, Karsten Warholm (NOR), venceu a sua bateria com 49s34. O medalhista de prata dos últimos Jogos, Rai Benjamin (USA) também venceu a dele, com 49s06. O melhor tempo do dia foi de Rasmus Magi (EST), segundo colocado da classificação geral da Liga Diamante de 2022, que em sua série fez 48s78.

"Correr com o Warholm e com o Benjamin é sempre maravilhoso, dividir a pista com esses caras que fizeram história com a gente nos Jogos de Tóquio é gratificante", complementou o brasileiro.

EXCLUSIVO: Alison dos Santos tem carta na manga para o Mundial de Atletismo: 'A gente quer fazer história'

A semifinal dos 400m com barreiras acontece neste domingo, dia 17 de julho, às 22:03 (hora de Brasília).

Rafael Pereira durante o classificatório dos 110m com barreiras do Campeonato Mundial de Atletismo 2022, em Eugene, no Oregon, Estados Unidos.
Foto: Carol Coelho/CBAt

Rafael Pereira classificado nos 110m com barreiras

Já nos 110m com barreiras, dois dos três brasileiros que competiram avançaram para as semifinais. Rafael Pereira, recordista brasileiro e sul-americano, terminou na segunda colocação da sua série, com 13s23. O terceiro melhor tempo entre os competidores nas cinco eliminatórias.

Após a prova o barreirista mineiro comentou para o site da CBAt: "Gostei da minha corrida. Antes da largada pensei no que eu já tinha feito, desde os Jogos de Tóquio, passando pelo Mundial 'indoor', os torneios, a Liga Diamante, as corridas importantes. Pensei que essa era mais uma delas e entrei assim."

LEIA MAIS: Rafael Pereira: 'Arrisquei tudo e voltei para o atletismo'

Quem também garantiu vaga na semifinal dos 110m com barreiras foi Eduardo de Deus, que terminou em quarto lugar em sua série e 12º melhor tempo, 13s46. Gabriel Constantino não se classificou, depois de haver tropeçado na barreira.

O primeiro colocado das eliminatórias foi o medalhista de prata em Tóquio 2020, Grant Holloway (USA), que fez 13s14, seguido de Hansle Parchment (JAM) - atual campeão Olímpico -, com 13s17.

As semifinais serão disputadas em três séries com 8 barreiristas cada, neste domingo dia 17 de julho, a partir das 21:05 (hora de Brasília). Rafael Pereira competirá na primeira bateria, enquanto que Eduardo de Deus, na segunda.

Auriol Dongmo (POR) na decisão do arremesso de peso do Campeonato Mundial de Atletismo 2022, em Eugene, nos Estados Unidos. 
Foto: 2022 Getty Images

Auriol Dongmo terminou em quinto

A atleta portuguesa tinha avançado à série final com a segunda melhor marca, de 19,38m, no dia anterior. A atual campeã Mundial 'indoor' fez 19,44m na primeira tentativa e ficou em terceiro lugar. No segundo arremesso, colocou 19,62m, permanecendo ainda em posição de medalha.

No entanto, na quarta tentativa, Jessica Schilder (NED) jogou para 19,77m e subiu para o terceiro lugar. Na última série, Sarah Mitton (CAN) ultrapassou Dongmo e deixou a portuguesa na quinta colocação, ao marcar também 19,77m, em empate com a neerlandesa. Neste caso, prevalece a segunda melhor tentativa, por isso Schilder ficou com o bronze. A prata foi para a campeã Olímpica em Tóquio 2020, GONG Lijao (CHN), que fez 20,39m (seu melhor arremesso da temporada). O título foi para Chase Ealey (USA), que fez 20,49m logo em sua primeira tentativa.

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual