Brasil anuncia porta-bandeiras de Beijing 2022: saiba mais

Com representantes do esporte de gelo e da neve, Comitê Olímpico do Brasil escolhe Edson Bindilatti (bobsled) e Jaqueline Mourão (esqui cross-country) para levar a bandeira brasileira na Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022.

Virgílio Franceschi Neto
Foto: 2018 Getty Images

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) revelou os nomes dos atletas que vão carregar a bandeira brasileira no estádio "Ninho do Pássaro" durante a Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022: Edson Bindilatti e Jaqueline Mourão, vindos respectivamente de modalidades do gelo (bobsled) e da neve (esqui cross-country), ambos recordistas de participação em Jogos de Inverno, cinco vezes cada um. Será também a primeira edição de Inverno em que serão dois os porta-bandeiras da delegação brasileira.

Em declaração para o site do COB, o chefe da Missão do Brasil em Pequim, Anders Pettersson, disse: "Dois atletas com uma carreira exemplar, dentro e fora das competições. Acho que a indicação mostra um equilíbrio e valoriza todos os segmentos: um representando o esporte masculino, outra o feminino; uma da neve, e outro do gelo."

O Olympics.com fala um pouco mais destes dois brasileiros escolhidos para conduzir o pavilhão do país no evento que abre os Jogos Beijing 2022.

Edson Bindilatti

Possui uma trajetória Olímpica que é praticamente também a do bobsled do Brasil em Jogos. O baiano de 42 anos começou no atletismo, tendo se destacado no decatlo, em que colecionou títulos nacionais e continentais. Em 2000, teve a primeira experiência com o bobsled, quando passou a se dedicar ao esporte depois de assistir ao filme "Jamaica abaixo de zero". Dois anos depois, um trenó brasileiro com Bindilatti na equipe classificou-se para a primeira participação em Jogos Olímpicos de Inverno, os de Salt Lake City 2002.

Desde então Bindilatti fez parte da equipe do bobsled que esteve em Turim 2006, Sochi 2014 e PyeongChang 2018, sendo que nesta última edição ele foi o porta-bandeira da delegação do Brasil na Cerimônia de Abertura. Mais uma vez escolhido para tal função, ele é o capitão de um time que representará o país nos trenós de dois e quatro homens em Pequim: "Essa indicação é prova de um trabalho bem feito, bonito que temos realizado pelos esportes de inverno, que vêm crescendo a cada dia. Temos atletas na delegação com 17 anos e isso mostra o trabalho de desenvolvimento que vem sendo feito. Nós somos exemplo para eles e para todos os outros que vão vir. É uma satisfação gigantesca, uma notícia maravilhosa ainda mais por estar ao lado dessa lenda dos esportes de neve de inverno que é a Jaqueline," comentou Bindilatti para o site do COB.

LEIA: Seleção brasileira de bobsled supera rótulo de país exótico, conquista respeito e mira quinta participação Olímpica

Jaqueline Mourão

A mineira de Belo Horizonte será recordista brasileira em participações em Jogos Olímpicos. Beijing 2022 será a oitava vez, sendo a quinta em edições de Inverno. Nas de Verão, competiu no ciclismo mountain bike em Atenas 2004, Beijing 2008 e Tóquio 2020.

Está sendo escolhida como porta-bandeira pela segunda vez, tendo sido em Sochi 2014. Para o site do COB, ela declarou: "Estou muito emocionada em carregar a bandeira do Brasil de novo, marcando esse meu recorde de oito participações em Jogos Olímpicos e num momento em que me sinto muito bem tecnicamente, fazendo os meus melhores resultados recentemente. E fazendo história mais uma vez porque vou estar carregando a bandeira junto com o Edson, um pioneiro dos esportes de inverno assim como eu. Só tenho a agradecer a indicação. Sinto um orgulho incrível e estou muito honrada."

Jaqueline também conduziu a bandeira brasileira na Cerimônia de Encerramento de Vancouver 2010. Medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019 (ciclismo mountain bike), foi por duas vezes escolhida pelo COB atleta destaque nos esportes de neve.

Os porta-bandeiras do Brasil em Jogos Olímpicos de Inverno

Lista de quem carregou a bandeira brasileira nas Cerimônias de Abertura dos Jogos de Inverno:

  • Albertville 1992 - Hans Egger (esqui alpino)
  • Lillehammer 1994 - Christian Munder (esqui alpino)
  • Nagano 1998 - Marcelo Apovian (esqui alpino)
  • Salt Lake City 2002 - Mirella Arnhold (esqui alpino)
  • Turim 2006 - Isabel Clark (snowboard)
  • Vancouver 2010 - Isabel Clark (snowboard)
  • Sochi 2014 - Jaqueline Mourão (esqui cross-country)
  • PyeongChang 2018 - Edson Bindilatti (bobsled)
  • Beijing 2022 - Edson Bindilatti (bobsled) e Jaqueline Mourão (esqui cross-country)

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual