Portugal conquista 25 medalhas nos Jogos do Mediterrâneo: veja os principais resultados

Em sua segunda participação no evento, portugueses foram mais vezes ao pódio em relação a 2018. Natação e atletismo foram os esportes em que a delegação Lusa mais conquistou medalhas em Orã 2022, sendo nove e oito, respectivamente. Confira quem foram os medalhistas.

Virgílio Franceschi Neto
Foto: COP/Comité Olímpico de Portugal - Olympic Committee of Portugal

Chegou ao fim a 19ª edição dos Jogos do Mediterrâneo Orã 2022, na Argélia. Em sua segunda participação, Portugal superou o desempenho na estreia, quando há quatro anos, em Tarragona, na Espanha, obteve 24 medalhas (três de ouro, 8 de prata e 13 de bronze). Com a 25ª conquistada nesta terça-feira, dia 5, a delegação portuguesa terminou sete de ouro, dez de prata e oito de bronze.

Em Orã, a Equipa Portugal foi representada por 159 atletas em 20 modalidades apenas, uma vez que foram excluídos o triatlo, canoagem e o remo. Um número menor em relação a Tarragona, que teve 221 portugueses, distribuídos em 29 modalidades. Foram cinco recordes nacionais superados, onze pessoais e 20 melhores marcas do ano 2022.

A natação Lusa terminou os Jogos com nove medalhas (três de ouro, quatro de prata e duas de bronze), enquanto que o atletismo terminou com oito (três de ouro, duas de prata e três de bronze). O tênis de mesa encerrou a participação com quatro pódios (duas medalhas de prata e duas de bronze).

Confira os destaques desta segunda participação portuguesa nos Jogos do Mediterrâneo 2022, na cidade argelina de Orã.

Três medalhas de ouro na natação

Os portugueses terminaram a participação na natação com nove medalhas conquistadas, sendo três delas de ouro. Diogo Ribeiro, 17 anos, foi prata nos 100m estilo livre e ouro nos 50m borboleta com 23s38 e recorde nos Jogos do Mediterrâneo. "É muito bom, em 2018 não tínhamos tido nenhum ouro na natação, por isso estar como o melhor, neste momento, a representar Portugal nos Jogos do Mediterrâneo é espetacular", disse Ribeiro para o site do Comité Olímpico de Portugal (COP).

Camila Rebelo deu para Portugal as outras duas de ouro na natação em Orã, nos 100m e nos 200m costas, a primeira atleta do país em ouvir "A Portuguesa" por duas vezes no topo do pódio do evento. "É incrível, não consigo explicar, ainda estou a tremer da prova, com os ânimos todos em cima. Há sempre altos e baixos, agora estou num momento alto, mas pode vir um baixo. Estou com os pés na terra, tenho dois treinadores incríveis que me sabem colocar no lugar, como os meus pais, e é realmente passo a passo, não vou pensar no auge, é passo a passo”, disse Rebelo para o site do COP.

Três de ouro também no atletismo

Assim como na natação, o atletismo português também terminou com três medalhas de ouro, entre as oito conquistadas ao todo. João Coelho e Cátia Azevedo venceram as provas dos 400m rasos, ao passo que Leandro Ramos, com 82,23m, faturou o lançamento do dardo. Lorene Bazolo foi medalhistas em duas ocasiões, tendo sido prata nos 100m e bronze nos 200m rasos.

Leandro Ramos, atleta do Sport Lisboa e Benfica, comentou para o site do COP sobre a conquista dos Jogos do Mediterrâneo: "Significa (a medalha) que o trabalho duro recompensa sempre. Agora o foco é o Mundial e esse é que importa. Quero passar para a final e depois tudo é possível lá dentro."

Também para o COP, Cátia Azevedo disse: "O ouro estava nos meus planos, porque vou para o Mundial e queria ir com as melhores sensações. E vou com o coração cheio. E é sempre bom honrar com a nossa nação." Por fim, João Coelho refletiu sobre a conquista em declaração para o Comité Olímpico de Portugal: "Estava um ambiente extraordinário, tanta gente, é inacreditável tanta gente a ver atletismo e fiquei muito contente por correr ao meu melhor nível, com recorde pessoal, e pela medalha."

Tênis de mesa com quatro medalhas

Para além da natação e do atletismo, o tênis de mesa português foi ao pódio em quatro ocasiões nos Jogos do Mediterrâneo. Foram duas de prata e duas de bronze em Orã. Nos simples, João Geraldo foi bronze no masculino e SHAO Jieni foi prata. Por equipes, Portugal faturou o bronze no feminino a e a prata no masculino. Diogo Chen, falou para o COP sobre a medalha: "Acima de tudo, estou muito orgulhoso da nossa equipe...foi muito importante ganhar esta prata, e espero que daqui a quatro anos possamos ganhar o ouro.”

Os medalhistas portugueses nos Jogos do Mediterrâneo Orã 2022

Atletismo

  • Lorene Bazolo - bronze - 200m rasos
  • Lorene Bazolo - prata - 100m rasos
  • João Coelho - ouro - 400m rasos
  • Leandro Ramos - ouro - lançamento de dardo
  • Cátia Azevedo - ouro - 400m rasos
  • Evelise da Veiga - bronze - salto em distância
  • Tiago Pereira - bronze - salto triplo
  • Liliana Cá - prata - lançamento de disco

Ciclismo de estrada

  • Daniela de Sousa - prata
  • Rafael Reis - ouro - contrarrelógio individual

Ginástica artística

  • Ana Filipa Martins - bronze - paralelas assimétricas

Tiro

  • Maria Inês Barros - prata - fossa feminina

Natação

  • Raquel Ramos - bronze - 200m peito
  • Camila Rebelo - ouro - 100m costas
  • Camila Rebelo - ouro - 200m costas
  • Miguel Silva - prata - 50m livre
  • Ana Rodrigues - prata - 50m peito
  • Rafaela Gomes - bronze - 50m costas
  • Diogo Ribeiro - prata - 100m livre
  • Diogo Ribeiro - ouro - 50m borboleta
  • Ana Cunha - prata - 200m borboleta

Tênis de mesa

  • João Geraldo - bronze - simples masculino
  • SHAO Jieni - prata - simples feminino
  • Portugal - bronze - equipes feminino (Inês de Matos, Matilde Pinto e SHAO Jieni)
  • Portugal - prata - equipes masculino (Diogo Chen, João Pedro Selgas e João Geraldo)

A Itália terminou em primeiro lugar no quadro de medalhas, com 48 de ouro, 50 de prata e 61 de bronze. A próxima edição - a 20ª - dos Jogos do Mediterrâneo vai acontecer em Taranto, na Itália, em 2025.

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual