Os momentos mais insanos do esqui alpino: como evitar quedas e terminar a prova com apenas um esqui

Às vezes, as mágicas produzidas nas montanhas pelos esquiadores alpinos são tão inacreditáveis, que você pensa que eles se sentiriam mais à vontade no esqui estilo livre. Confira algumas das mais arriscadas abaixo.

Gisella Fava
Foto: 2021 Getty Images

Os aéreos, as chegadas e as escapadas do esqui alpino são tão espetaculares, que você pode se perguntar se está na verdade vendo uma prova de esqui estilo livre.

Com a Copa do Mundo FIS de Esqui Alpino 2021/22 em pleno curso, o público ao redor do mundo tem a chance de ver como o esporte é incrível.

Em Beijing 2022, será possível acompanhar atletas fazendo o impossível nas modalidades mais radicais. Mas não se engane: o clássico esqui alpino também é cenário de giros 360 e acrobacias fantásticas.

Duvida? Confira os vídeos abaixo para saber o que os esquiadores alpinos são capazes de fazer.

Se tudo der errado, improvise!

Depois de errar na descida do Stelvio no downhill em 2017, o polonês Pawel Babicki ficou com apenas um esqui. Mas isso não o parou. Como Bode Miller fez alguns anos atrás no Campeonato Mundial de Bormio 2005, Babicki continuou, terminando na última colocação, 36 segundos atrás do vencedor, o italiano Dominik Paris.

O que importa é que ele sempre pode se gabar por ter domado o indomável Stelvio de uma maneira única. De tirar o chapéu!

Veja só o que Sofia Goggia fez na última temporada no super-G em Crans Montana. Perto do pódio após uma descida quase perfeita, a velocista italiana errou durante uma aterrissagem de um salto espetacular. Ela conseguiu salvar o movimento e não caiu, mas perdeu uma das portas.

Game over dessa vez, mas se você for cair, que seja com estilo.

Alguém que teve mais sorte do que Goggia foi Valerie Grenier. A esquiadora canadense, que foi aos Jogos PyeongChang 2018, quase caiu, antes de conseguir manter o equilíbrio para continuar a prova em Lake Louise.

Como ele ficou de pé?

De alguma maneira, Maxence Muzaton conseguiu ficar nos seus esquis depois de um giro completo em Nose Butter em fevereiro deste ano. É incrível como ele se safa depois de sair da pista, conseguindo ainda por cima ficar de pé.

Não é (só) sobre quedas

A única maneira de terminar essa coleção cheia de adrenalina de vídeos é com a situação mais extrema que um esquiador pode encontrar: uma queda. No entanto, às vezes as quedas fazem parte dos finais mais felizes, quando o esquiador ainda consegue a vitória.

Hermann Maier ganhou o ouro em Nagano 1998 três dias após cair, enquanto Lara Gut, aos 17 anos, conseguiu seu primeiro pódio na Copa do Mundo depois de cair nos últimos metros da prova.

Veja a incrível performance de Gut durante a competição do downhill em St Moritz em 2008.

Fechando com chave de ouro, veja as vitórias do "Herminator" no super-G e no slalom gigante, após a sua queda em Nagano 1998.

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual