Nathan Chen é hexacampeão americano e experiente Mariah Bell vai a Beijing 2022 na patinação artística 

Chen confirma favoritismo mais uma vez e tentará primeiro ouro Olímpico. Aos 25 anos, Bell se torna a patinadora artística mais velha a defender os EUA nos Jogos Olímpicos em 94 anos.

Sheila Vieira
Foto: 2022 Getty Images

Os EUA mostraram que serão uma das forças da patinação artística nos Jogos Olímpicos Beijing 2022 durante o Campeonato Americano, que terminou neste domingo, 9 de janeiro, em Nashville, no estado do Tennessee. Nathan Chen e Mariah Bell foram os campeões no individual.

Pela primeira vez em 70 anos, um patinador americano ganhou seis vezes seguidas o título nacional. Tricampeão mundial, Nathan Chen está a um troféu americano de empatar com o recordista Dick Button, que conquistou sete seguidos entre 1946 e 1952.

Chen, 22, apresentou "Rocketman", de Elton John, que era da temporada 2019-20, e conquistou uma pontuação total de 328.01.

A surpresa ficou na prata, com Ilia Malinin, de 17 anos, estreando no torneio na segunda colocação. Vincent Zhou foi bronze, com 290.16.

Ao que tudo indica, Pequim terá mais um grande duelo entre Chen e o bicampeão Olímpico Hanyu Yuzuru, do Japão.

Apesar da prata, Malinin não foi selecionado para a equipe Olímpica. Os EUA levarão Chen, Zhou e Jason Brown à capital da República Popular da China no individual masculino.

Mariah Bell: 'Idade é apenas um número'

Aos 25 anos, Mariah Bell conquistou seu primeiro título individual americano, em sua nona participação. Ela terminou com pontuação de 216.25 na sexta-feira, 7 de dezembro, em Nashville. Esta foi sua quarta medalha nacional.

Bell se tornou a patinadora mais velha a ganhar o Campeonato Americano desde 1927 e fará sua estreia Olímpica em Pequim.

“Idade realmente não é nada, é apenas um número. Se você tem um sonho, não há limites para conquistá-lo”, ela disse.

Bell também é a patinadora artística americana mais velha a disputar os Jogos Olímpicos em 94 anos.

Karen Chen, que esteve em PyeongChang 2018, ficou em segundo com 213.85. Ambas foram anunciadas para a equipe americana em Pequim.

Alysa Liu, que ficou fora do programa longo ao testar positivo para Covid-19 - após ficar em terceiro no programa curto – completa a equipe Olímpica no individual. Isabeau Levito, que foi terceira no campeonato, tem apenas 14 anos e não é elegível para os Jogos Olímpicos.

Times anunciados nos pares e dança no gelo

Os EUA também definiram suas duplas para as competições de pares e de dança no gelo em Beijing 2022. Clique aqui para saber qual é a diferença entre os dois eventos.

Nos pares, Alexa Knierim e Brandon Frazier foram selecionados, mesmo desistindo do Campeonato Americano por um teste positivo para Covid-19 de Frazier. Os campeões Ashley Cain-Gribble e Timothy LeDuc também irão a Pequim.

Na dança no gelo, os EUA levarão três duplas: Madison Chock/Evan Bates, Madison Hubbell e Zachary Donohue e Kaitlin Hawayek/Jean-Luc Baker.

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual