Jogadores da NHL poderão disputar os Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022

A NHL, a Associação de Jogadores da NHL e a Federação Internacional de Hóquei no Gelo chegaram a um acordo para o retorno dos atletas profissionais da NHL aos Jogos Olímpicos de Inverno, depois de não poderem ter participado de PyeongChang 2018.

Foto: 2013 DEREK LEUNG

A liga profissional norte-americana de hóquei no gelo (NHL, sigla em inglês para National Hockey League), a Associação de Jogadores da Liga Nacional de Hóquei (NHLPA, sigla em inglês para a National Hockey League Players’ Association), e a Federação Internacional de Hóquei no Gelo (IIHF, sigla em inglês para International Ice Hockey Federation), alcançaram um acordo mútuo que confirma a participação de atletas da NHL nos Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022.

O acordo é resultado de meses de negociação entre as três organizações para assegurar uma participação protegida e segura de todos os atletas da NHL que estiverem competindo nos Jogos.

"Posso falar para todos os torcedores de hóquei no gelo pelo mundo todo que recebemos bem a decisão de ter o melhor do nosso esporte nos Jogos Olímpicos. Tivemos muitas discussões construtivas e trabalhamos muito para que a participação de atletas da NHL acontecesse dentro de um tempo hábil. Gostaria de agradecer a todas as partes envolvidas neste processo, pelo apoio e compromisso."

-René Fasel, presidente da Federação Internacional de Hóquei no Gelo (IIHF), em comunicado oficial

Beijing 2022 será a sexta edição de Jogos de Inverno em que a competição masculina de hóquei no gelo incluirá atletas da NHL, algo que teve início em Nagano 1998.

Isso não aconteceu em PyeongChang 2018, ocasião em que a ROC superou a Alemanha por quatro a três no tempo extra - vitória na morte súbita com gol de Kirill Kaprizov, que na temporada passada estreou na NHL pela franquia do Minnesota Wild e é cotado para estar entre os convocados da seleção da ROC para os próximos Jogos.

"Sabemos o quanto os jogadores da NHL ficam envolvidos quando representam e competem pelos seus países. Estamos felizes em saber que conseguimos concluir as negociações que vão permiti-los de competir no melhor de cada um, em um palco Olímpico."

-Bill Daly, comissário-adjunto da NHL, em comunicado oficial

 "Representar o seu país nos Jogos Olímpicos é importante para o atleta, mesmo nestes tempos incertos. Os jogadores aguardam muito vestir o uniforme dos seus países e competir pela medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022, que estão por vir."

-Don Zavelo, membro do Conselho Geral da NHLPA

O acordo também pode significar algumas estreias Olímpicas de referências da NHL como Connor McDavid (Canadá), David Pastrnak (República Tcheca), Sebastian Aho (Finlândia), Nikita Kucherov (ROC), Victor Hedman (Suécia), Leon Draisaitl (Alemanha) e Auston Matthews (Estados Unidos), entre tantas outras estrelas que podem ser convocadas.

Os países classificados para o torneio masculino de hóquei no gelo de Beijing 2022 são: Canadá, ROC, Finlândia, Suécia, República Tcheca, Estados Unidos, Alemanha e Suíça (os oito melhores colocados no ranking mundial de 2019 da Federação Internacional de Hóquei no Gelo); a China (país sede), além de Eslováquia, Letônia e Dinamarca, que obtiveram as vagas depois de vencerem seus torneios Pré-Olímpicos realizados na segunda quinzena do mês de agosto.

O acordo também fornece à NHL e à NHLPA, flexibilidade para monitorar a situação da covid-19 e, em última instância, não enviar jogadores da NHL se as condições da covid-19 assim o exigirem.

Grupos e programação para Beijing 2022

O torneio masculino de hóquei no gelo em Beijing 2022 tem o início programado para o dia 9 de fevereiro.

Atual campeão mundial e por nove vezes medalha de ouro nos Jogos, o Canadá é o cabeça-de-chave do forte grupo A, que também inclui Estados Unidos, a Alemanha (prata em PyeongChang 2018) e a seleção anfitriã, a China.

  • Grupo A: Canadá, Estados Unidos, Alemanha e China
  • Grupo B: ROC, República Tcheca, Suíça e Dinamarca
  • Grupo C: Finlândia, Suécia, Eslováquia e Letônia

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual