Shaun White pondera sua jornada, passado e futuro: “Obrigado, snowboard”

Em Beijing 2022, o snowboard viu o homem que esteve na vanguarda do halfpipe por tantos anos se aposentar. Mas Shaun White estava sereno ao falar de sua carreira em uma comovente entrevista pós-final.

Alison Ratcliffe
Foto: 1 Getty Images

Shaun White se aposentou. O três vezes medalhista de ouro Olímpico e melhor de todos os tempos terminou fora do pódio em seu último evento, a final do snowboard halfpipe masculina em Beijing 2022.

Mas isso era quase secundário quando o Olympics.com falou com White após a final em Zhangjiakou.

Nós perguntamos a ele sobre sua infância, quando seus pais alugaram uma van e acamparam nas montanhas porque elas não podiam pagar os resorts da Califórnia.

A voz de White falhou.

“Eu amo minha família. Eles têm sido tão solidários. Minha mãe principalmente”.

Um White melancólico foi transportado de volta a uma era mais simplista do snowboard, quando ele atingiu a competição de elite há cerca de 20 anos.

“Olhar para este halfpipe… Eu me lembro… que era cavado com pás quando eu comecei”.

“Muitas das pessoas que me entrevistam são pessoas da minha idade com quem eu competi”.

“Foi uma honra ainda estar competindo e é uma honra ter esta última chance para dizer adeus, dizer obrigado por tudo.”

“Verdadeiramente abençoado”, ele concluiu, o cansaço e a emoção evidentes na sua voz".

Essa honra foi possível não apenas pelo talento único de White, mas por todos aqueles em volta dele.

White disse recentemente à People que agora ele entendia o que outros veteranos queriam dizer quando eles queixavam-se de lesões aparentemente espontâneas. Quando as habilidades de um snowboarder diminuem, disse ele, é uma questão de segurança tanto quanto de orgulho.

A pessoa que o manteve competindo como o melhor ate os 35 anos de idade é a fisioterapeuta Esther Lee. Ela apoiou White por sete anos, tento trabalhado antes com Serena e Venus Williams.

“Nós fizemos um longo tratamento ontem depois que ele competiu,” disse Lee à People após a apresentação na classificatória de White em Beijing 2022.

“Minha abordagem é passar por todo o corpo e ter certeza de que não há muita tensão se acumulando porque eles estão lá fora competindo, há uma demanda muito alta no seu corpo”.

“E meu objetivo é prevenir qualquer lesão de acontecer”.

Estar em forma, disse ela, é somente parte da batalha.

“A outra parte é recuperação e cuidado e manutenção do seu corpo”.

“Isso ainda é algo que as pessoas não entendem completamente, e é ai que o papel de um fisioterapeuta é fundamental para sua saúde em geral”.

Claro que lesões não são algo que alguém consiga eliminar do snowboard.

Shaun White, à direita, com o técnico JJ Thomas e a fisio Esther Lee nas finais do halfpipe de snowboard  Beijing 2022
Foto: 2022 Getty Images

White precisou de 62 pontos faciais após um acidente cinco meses antes de PyeonChang 2018, onde ele conquistou seu terceiro e último ouro.

JJ Thomas, técnico de White, o acompanhou quando ele começou a subir de volta na prancha.

“Seis semanas depois nós estávamos na Áustria, treinando novamente”, contou Thomas a Springs magazine.

“Eu estava nervoso; não tinha certeza se eu estava seguro”. 

“Eu continuava dizendo para Shaun que ele deveria terminar, mas ele continuava dizendo que não”.

“Nós acabamos tendo uma viagem insanamente divertida para Áustria. Isso fez com que ele relaxasse um pouco e o colocou de volta nos trilhos”.

 A abordagem de Thomas era liderar pelo exemplo. 

“Neste ponto eu sabia como Shaun funcionava, e nós realmente entramos e fizemos o trabalho sujo”.

Isso foi bastante natural: Thomas tinha sido um exemplo para White quando ele o tirou das qualificações Olímpicas para Salt Lake City 2022, White tinha apenas 15 anos. (Thomas ganhou bronze naquele ano.)

“Eu competi contra Shaun competitivamente quando eu era jovem,” disse Thomas. 

“Quando eu era mais velho, Shaun era apenas uma liga de si mesmo”.

Thomas se tornou técnico de White em 2016, dois anos após sua decepção em Sochi 2014 quando White ficou de fora do pódio.

 White é atraído pela ideia de imitar seu próprio mentor.

“Eu fui patrocinado quando tinha apenas sete anos. Ganhei minha primeira prancha”.

 “Eu continuo pensando que eu poderia estar lá para a próxima geração… Para ajudar a guiar suas carreiras, Meus erros e lições aprendidas com tudo”.

Medalhista de prata em Pequim Scotty James espera que White possa mirar em alguém um pouco mais maduro.

 “Se você tiver tempo, há quarto anos, há uma medalha a mais que eu preciso, então se você quiser me ajudar...” disse James a White enquanto a dupla conversava com o Olympics.com após a final.

White pareceu deixar a porta aberta para a proposta. Ele também reconheceu que o bastão foi passado.

“Eu estou orgulhoso de você cara” disse White para James, se desculpando por estar emocionado. 

“Verdadeiramente orgulhoso, eu estava fazendo aqueles retornos duplos para o convés e você os esmagou sem nenhum esforço. Ver você derrubá-los foi simplesmente incrível. ”

Mas o japonês Hirano Ayumu foi o cara com o maior truque do dia, vencedor da medalha de ouro.

O triple cork está no limite do que é possível no snowboard. Não está no repertório de White, mas Hirano apresentou isso com sucesso na segunda e terceira rodada da final.

Embora White não estivesse pensando em ser superado. Ele parecia quase um sonhador enquanto explicava como era encerrar suas aventuras épicas.

“Acabou. Eu estou aliviado. O tempo estava tão lento a cada momento. Cada hora apenas se arrastando. Em um lindo dia”.

“Descendo no halfpipe. Apenas vendo o sol nascer sobre as montanhas, Lindo, que lindo lugar que nós estamos”.

“Apenas tentando aproveitar cada prazer, em (todo) cada pequeno momento deste processo".

E terminar em quarto?

“Eu sempre quero mais como competidor, mas eu estou orgulhoso. Estou deixando para trás uma vida e carreira neste esporte e um legado”.

“Eu estou orgulhoso de cada momento, por isso, obrigado. Obrigado, snowboard”.

FÃ DE SNOWBOARD? TUDO ISSO PARA VOCÊ.

Receba notícias de snowboard, vídeos, destaques dos Jogos Olímpicos de Inverno e muito mais.