Fernando Pimenta e Kevin Santos são ouro no Campeonato Europeu de Canoagem Velocidade

Vitórias no K1 5000 e no K1 200, respectivamente, encerraram participação lusa em Munique 2022. Confira como foi o desempenho de Portugal no evento, que teve títulos também no atletismo e no ciclismo. País faturou mais duas medalhas no Europeu de Esportes Aquáticos, em Roma.

Virgilio Franceschi Neto
Foto: Federação Portuguesa de Canoagem

No último dia do Campeonato Europeu de canoagem de velocidade, em Munique (Alemanha), Fernando Pimenta e Kevin Santos deram mais duas medalhas de ouro para Portugal. Pimenta venceu a final do K1 5000m, enquanto que Santos a do K1 200m.

Foram oito medalhas conquistadas pelo país em Munique 2022, evento poliesportivo que reuniu campeonatos da Europa de nove modalidades Olímpicas. No total, os atletas portugueses somaram quatro medalhas de ouro, duas de prata e duas de bronze.

Saiba mais: Campeonatos Europeus Munique 2022: Pedro Pichardo e Fernando Pimenta são os destaques de Portugal

Além dos títulos da canoagem velocidade, ouviu-se "A Portuguesa" no topo do pódio no atletismo - com Pedro Pichardo no salto triplo - e no ciclismo, com Iúri Leitão - na prova de scratch de 15km do ciclismo de pista.

No Europeu de Esportes Aquáticos, que decorreu em Roma e terminou também no domingo 21 de agosto, foram mais duas medalhas para Portugal. Nas águas abertas, bronze para Angélica André na prova dos 10km. Na natação, também bronze para Gabriel Lopes nos 200m medley.

Saiba mais sobre a participação lusa nos dois eventos.

Kevin Santos comemora o ouro no K1 200 do campeonato europeu em Munique, em 21 de agosto de 2022. À esquerda está Roberts Akmens (LAT), e à direita Petter Manning (SWE), medalhistas de prata e bronze, respectivamente.
Foto: Federação Portuguesa de Canoagem

As medalhas na canoagem de velocidade

Medalhista Olímpico, Fernando Pimenta conquistou ao todo três medalhas em Munique 2022. Além do ouro no K1 de 5000 metros no domingo (21), tinha sido prata nos 1000 metros do K1 e bronze no K1 de 500 metros.

"O programado é trabalhar para vencer. No espaço de 15 dias tivemos duas grandes competições e participei de oito provas, quatro em cada campeonato. Obter a medalha de ouro que andava a fugir é super fantástico", disse Pimenta para a Rádio e Televisão de Portugal (RTP).

Um ouro Olímpico que em Paris 2024 não deixará escapar e que é o próximo objetivo. Sobre isso, acrescentou: "Às vezes penso muito no futuro...o objetivo é continuar a trabalhar o melhor possível e chegar na melhor forma em Paris e pensar no título Olímpico. Vou passo a passo e ano a ano. É importante ter objetivos."

Mais cedo no domingo (21), Kevin Santos tornou-se campeão europeu do K1 200 metros, em prova decidida no photo-finish. No primeiro resultado, havia terminado em quinto lugar. Depois de um pedido de revisão, foi considerado o vencedor da prova.

"A sensação é que entreguei tudo o que eu tinha. É agridoce sentir isso, mas depois quando veio o verdadeiro resultado e disseram que tinha sido campeão da Europa, acredito que ainda não dei-me conta disso", comentou Santos para a RTP.

Quando perguntado sobre a preparação para Paris 2024, refletiu: "Como atleta, no patamar que me encontro, só consigo pensar nos Jogos Olímpicos. De outra forma, o esforço não iria compensar. O objetivo é estar presente em Paris."

Na paracanoagem, Norberto Mourão foi bronze no VL2 200 metros. Na final, liderou boa parte da prova, mas foi superado pelo magiar Tamás Juhász (ouro) e pelo espanhol Higinio Rivero (prata). No Mundial realizado em Halifax (Canadá) no início de agosto, ele também tinha obtido o bronze na mesma prova.

Pedro Pichardo (POR) em ação durante o Campeonato Europeu de Atletismo, em Munique, agosto de 2022.
Foto: 2022 Getty Images

Pedro Pichardo e Auriol Dongmo vão ao pódio no atletismo

No atletismo foram duas medalhas. Auriol Dongmo obteve a primeira delas, de prata no arremesso de peso. Campeã mundial indoor no passado mês de março, em Munique ela obteve a marca de 19,82m e estabeleceu o recorde nacional português. Por conta de uma lesão, resolveu participar da prova continental poucos dias antes de competir.

"Há dois dias não sabia se podia arremessar por conta de uma pequena lesão no braço, agora estou contente com esta medalha porque foi mesmo difícil. Há dois dias sequer arremessava", disse Dongmo após a prova para a Rádio e Televisão de Portugal.

Dias depois foi a vez de Pedro Pichardo. Campeão Olímpico, Mundial e, agora, da Europa. Uma conquista inédita que aconteceu ao fazer 17,50m no salto triplo, com ampla vantagem sobre o medalhista de prata. "Estou muito feliz, era o título que faltava para encher o meu currículo", disse Pichardo para a rádio Antena 1.

Saiba mais: Pedro Pichardo é ouro e Auriol Dongmo prata no campeonato europeu de atletismo

Iuri Leitão (POR) comemora o título na corrida de 15km de scratch em Munique 2022.
Foto: GETTY IMAGES

Iúri Leitão foi ouro no ciclismo de pista

Foi no ciclismo de pista que veio a primeira medalha portuguesa em Munique 2022, com Iúri Leitão, na prova de 15km do scratch. Com 24 anos, o ciclista de Viana do Castelo assim comentou a conquista para a RTP: "Foi bastante exigente. Ninguém queria atacar bem cedo, um esforço mal feito no princípio pode custar a vitória. Tentei guardar energia e esconder-me um pouco. Quando tive a oportunidade, ataquei."

Foi sua segunda medalha de ouro em um europeu, a primeira havia sido em 2020. "Quero dedicar o título à minha família e à minha namorada por tornarem este sonho possível...uma palavra de agradecimento à nossa. seleção e ao nosso professor Gabriel (Mendes), grande obreiro dos nossos resultados. Quero agradecer também a todos os portugueses que têm estado ao nosso lado. Sente-se esse apoio", finalizou.

As medalhas de Portugal em Munique 2022

Foram oito medalhas do país no evento, quatro de ouro, duas de prata e duas de bronze. Eis a lista:

Ouro

  • Iúri Leitão - ciclismo de pista - scratch 15km
  • Pedro Pichardo - salto triplo
  • Kevin Santos - canoagem velocidade - K1 200
  • Fernando Pimenta - canoagem velocidade - K1 5000

Prata

  • Auriol Dongmo - arremesso de peso
  • Fernando Pimenta - canoagem velocidade - K1 1000

Bronze

  • Fernando Pimenta - canoagem velocidade - K1 500
  • Norberto Mourão - paracanoagem - VL2 200

Três medalhas no Europeu de Esportes Aquáticos

No Europeu de Esportes Aquáticos Roma 2022 que acabou no domingo (21) na capital italiana, a delegação portuguesa terminou a participação com três medalhas conquistadas, todas de bronze. A melhor participação da história.

Leia: Conheça o nadador Diogo Ribeiro: de um acidente que quase tirou sua vida ao bronze europeu

A primeira delas foi de Diogo Ribeiro, nos 50m borboleta da natação. Dias depois foi a vez de Gabriel Lopes, nos 200m medley. "Estou muito feliz por este resultado. Uma medalha de bronze conquistada desta forma faz-me sonhar ainda mais alto. É fruto de muito trabalho individual e de muito esforço coletivo, com o meu treinador (Vítor Ferreira), a minha equipe e a Federação", comentou Lopes para o site da Federação Portuguesa de Natação (FPN).

A terceira delas aconteceu no último dia do evento, com Angélica André, nos 10km em águas abertas. Foi a primeira medalha do país em grandes eventos internacionais nesta prova. Aos 27 anos, a atleta comentou para a comunicação da FPN: "É uma emoção muito grande. Esta medalha era o que me faltava, conquistada num Europeu, ainda por cima disputado numa reta final."

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual