O que aprendemos: destaques da maratona dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Encontre seus melhores momentos, replays das duas corridas de ouro e muito mais das competições da maratona de 2021 aqui, além de estar ansioso por Paris 2024. 

Foto: 2021 Getty Images

As corridas da maratona de Tóquio 2020 em 2021 viram confirmados três detalhes importantes sobre as corridas de longa distância:

A primeira que Eliud Kipchoge alcançou status de lenda do atletismo.

O Segundo, Peres Jepchirchir , é sério.

O terceiro, o Quênia, continua sendo uma potência produtora de maratonistas.

Além das particularidades de quem prevaleceu, e como, a maratona masculina também nos mostrou que mesmo nas condições mais adversas e sob as mais intensas pressões físicas, o espírito Olímpico brilha, enquanto a prova feminina nos lembra que às vezes as maratonas também podem trazer surpresas.

Leia os pincipais momentos, destaques,e onde você pode assisti a replays de Tóquio 2020, gratuitamente e quantas vezes você quiser. Ou encontre os principais momentos do resto dos eventos aqui.

Os 5 melhores momentos da maratona de Tóquio 2020


Estes são os principais pontos de discussão das corridas de maratona masculina e feminina, percorridas por 24,195 km ( 26 milhas 385 jardas) no Parque Sapporo Odori. Para outros momentos importantes do atletismo, clique aqui.

1- Eliud Kipchoge: Rei da maratona

Na defesa de seu título, Eliud Kipchoge se junta a um grupo de elite de corredores que conseguiram conquistar o ouro Olímpico consecutivo.

Os únicos dois outros que conseguiram o feito nas Olimpíadas são o campeão de 1960 e 1964, Abebe Bikila, da Etiópia, e o alemão oriental Waldemar Cierpinski, que venceu em Montreal em 1976 e em Moscou em 1980.

Em uma corrida masculina perfeitamente executada, o queniano se afastou sozinho na marca de 31 quilômetros e não olhou mais para trás.

Tal foi o domínio de Kipchoge em garantir seu segundo ouro olímpico que ele venceu a corrida por uma margem de 1:20, a mais larga em uma maratona olímpica desde 1972. Ele cruzou a linha de chegada com impressionantes 2:08:38.

2- Ouro na estreia Olímpica para Jepchirchir

Houve sinais iniciais de que Peres Jepchirchir poderia perturbar a atual recordista mundial Brigid Kosgei na maratona feminina no Japão.

A bicampeã mundial da meia maratona se classificou para suas primeiras Olimpíadas depois de vencer a Maratona de Valência em 2020 em um tempo de 2:17:16 - a mais rápida do ano.

Na corrida, a queniana - assim como os outros competidores - suportou um calor altíssimo que atingiu o pico de 31 graus Celsius com 78 por cento de umidade.

Na marca de 40 quilômetros, Jepchirchir sentiu que Kosgei estava se esforçando e seguiu em frente para terminar a corrida 16 segundos à frente de sua companheira de equipe e reivindicar sua primeira medalha de ouro Olímpica em sua estreia.

Peres Jepchirchir
Foto: 2021 Getty Images

3- O espírito Olímpico brilha até o fim

Nos estágios finais da maratona masculina, houve um momento comovente de esportividade, quando o segundo colocado, o holandês Abdi Nageeye, encorajou um exausto Bashir Abdi da Bélgica a garantir um pódio.

Virando-se para olhar para trás, Nageeye viu Abdi e Lawrence Cherono do Quênia lutando pelo bronze.

O holandês começou a estimular seu parceiro de treino Abdi a permanecer à frente de seu rival queniano, girando constantemente por cima do ombro e acenando com a mão.

Encontrando sua última gota de força, Abdi respondeu e disparou passando por Cherono para levar a medalha final disponível.

Negeeye e Abdi abraçaram a linha de chegada com alegria pelo que haviam acabado de conquistar.

maratona masculina
Foto: 2021 Getty Images

4- Molly Seidel: O pacote de surpresa

Em apenas sua terceira maratona, Molly Seidel, dos Estados Unidos, surpreendeu muitos ao cruzar a linha de chegada em terceiro na maratona feminina.

A jovem de 27 anos, que acompanhou Kosgei e Jepchirchir ao longo da corrida, é agora a terceira mulher americana a receber medalha no evento.

O último a alcançar o feito foi Deena Kastor em Atenas 2004.

Molly seidel
Foto: 2021 Getty Images

5- Os melhores da temporada quando importava

Mesmo em face das condições sufocantes em Sapporo, os corredores de maratona Olímpica se prepararam para entregar resultados.

Cinco dos seis finalistas no pódio nas corridas masculinas e femininas apresentaram os melhores desempenhos da temporada no Japão.

Maratona Feminina
Foto: 2021 Getty Images

Uma última olhada

Eliud Kipchoge é o maior de todos os tempos?

Depois de defender sua coroa em Tóquio, a lista de motivos pelos quais o queniano deve ser considerado um dos maiores, senão o maior, maratonista de todos os tempos só aumenta.

Aos 36 anos, Kipchoge não é um jovem iniciante; nos Jogos deste ano, apenas 11 dos 115 corredores inscritos eram mais velhos.

Mesmo assim, Kipchoge prevaleceu em grande estilo, adicionando outra medalha de ouro Olímpica a um portfólio que contém um recorde mundial oficial (2:01:39), uma sequência invencível de 10 corridas em cinco anos e seu incrível esforço para se tornar o primeiro humano correr a distância da maratona em menos de duas horas em um evento especial em Viena.

Eluid Kipchoge
Foto: 2021 Getty Images

Olá Paris 2024

Em uma estreia olímpica, o público terá permissão para correr a maratona de Paris 2024.

Os corredores Olímpicos serão retirados em um horário diferente para os corredores, e os amadores não poderão ganhar uma medalha como acontece com aqueles que se classificaram para os Jogos.

A ideia por trás disso é tentar encorajar a participação em massa nas Olimpíadas.

Será que veremos os medalhistas de Tóquio tentarem aumentar seus resultados?

Quando e onde assistir aos replays da corrida da maratona em Olympics.com

A resposta é: olympics.com/tokyo2020-replays

Quando os medalhistas de ouro Eliud Kipchoge e Peres Jepchirchir competirão de novo?

A próxima Maratona principal acontecerá no dia 26 de setembro de 2021 em Berlim, Alemanha.

A Maratona de Londres de 2021 será realizada em outubro e também pode contar com um alinhamento forte.

Lista completa de medalhas da maratona de Tóquio 2020 em 2021

Evento Feminino

Ouro: Peres Jepchirchir (KEN)

Prata: Bridgid Kosgei (KEN)

Bronze: Molly Seidel (USA)

Evento Masculino

Ouro: Eliud Kipchoge (KEN)

Prata: Abdi Nageeye (NED)

Bronze: Abdi Bashir (BEL)

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual
Assine aqui Assine aqui