Flávia Saraiva recuperada e pronta para ajudar a equipe brasileira a se classificar para o Mundial

Ginasta brasileira agradece apoio das amigas Rebeca Andrade, Jade Barbosa e Lorrane Oliveira e afirma estar pronta para testar novos elementos em todos os aparelhos no evento classificatório para o Mundial.

Sheila Vieira
Foto: 2021 Getty Images

Para conquistar a vaga por equipes no Campeonato Mundial de Ginástica Artística deste ano, o Brasil tem como um de seus pilares o desempenho de Flávia Saraiva.

Plenamente recuperada de uma cirurgia no pé, Flávia competirá em todos os aparelhos no Campeonato Pan-Americano de Ginástica Artística, que terá competições adultas nos dias 15 e 17 de julho, na Arena Carioca 1, no Parque Olímpico da Rio 2016.

“É muito bom estar de volta, poder fazer o individual geral de novo. Competir pela seleção depois dos Jogos Olímpicos, estar com as meninas também como equipe. É muito legal, muito divertido. Ano passado eu não tive a oportunidade de competir no Pan no Rio de Janeiro, e é na minha casa”, disse Flávia ao Olympics.com após o treino de pódio nesta quarta-feira (13 de julho).

A ginasta carioca também quer trazer novidades. “A gente já pensa no Mundial porque essa competição é pra classificar. Então estamos aqui pra poder voltar a competir e poder testar algumas séries porque tenho alguns elementos novos”, adiantou.

MAIS | Saiba tudo sobre o Pan de Ginástica Artística

Flávia Saraiva: 'Foi muito difícil poder voltar'

O momento mais delicado da ginástica artística brasileira em Tóquio 2020 foi a lesão que Flávia Saraiva sofreu em sua série classificatória de solo, que tirou suas chances de brigar por medalha na final da trave.

“A volta de um pós-cirúrgico é muito difícil”, comentou Flávia, que ressaltou a importância das equipes do seu clube, o Flamengo, e da seleção brasileira para estar de volta.

“Eu tive muitos altos e baixos e eles sempre estavam comigo, me ajudando bastante para chegar aqui e conseguir fazer as séries que eu apresentei, estar na minha melhor forma física para esta competição. É óbvio que nas próximas competições quero estar melhor ainda, mas tenho muito a agradecer a eles, porque sem eles eu não estaria aqui, porque foi muito difícil poder voltar”, disse a ginasta de 22 anos.

MAIS | Rebeca: 'Não posso pensar só na medalha'

Seleção unida

No Troféu Brasil deste ano, Flávia disputou apenas barras assimétricas e trave, aparelho em que derrotou sua amiga e companheira de clube Rebeca Andrade.

Entre as pessoas que Flávia aponta como fundamentais para seu retorno, está Rebeca. “Conversei muito com as meninas que treinam comigo, a Jade [Barbosa], a Rebeca e a Lorrane [Oliveira], porque elas já tinham passado por cirurgia e essa foi minha primeira cirurgia. Foi muito bom ter o apoio delas pra poder estar de volta aqui”, comentou.

Enquanto Flávia e as integrantes da seleção se apresentavam no treino de pódio no Rio, Jade Barbosa, que se retirou da competição por lesão, vibrava das arquibancadas.

“A gente é uma família desde criança, eu moro com elas. Eu passo mais tempo com elas do que com a minha própria família, então acho que a gente já se conhece de todos os jeitos, então eu sei o que a Rebeca precisa e vice-versa, o mesmo com a Jade e com a Lorrane. Isso é muito importante”, disse Flávia.

Time brasileiro feminino no Pan-Americano de Ginástica 2022.
Foto: Ricardo Bufolin/CBG

Lorrane Oliveira sonha com Paris 2024

Quem também está motivada para competir no Pan é Lorrane Oliveira, que ficou fora da seleção que foi a Tóquio 2020.

“Eu estou muito feliz de estar voltando bem, sem dor, porque daqui pra frente é focar pra classificatória em Paris. Aqui é classificatória pro Mundial e depois pra Olimpíada. Uma etapa de cada vez. O meu objetivo é estar bem pra ir pra Paris”, contou Lorrane, que teve um novo elemento registrado com seu nome em 2021, o duplo twist carpado com meia volta.

Pan-Americano de Ginástica Artística

  • Data: 15 e 17 de julho de 2022 (competição de adultos)
  • Onde: Arena Carioca 1, Parque Olímpico do Rio de Janeiro
  • Onde assistir: Canal da CBG no YouTube, Canal Olímpico do Brasil e Sportv.

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual