Alerta de medalha: Johannes Hosflot Klaebo, da Noruega, defende o ouro Olímpico no sprint masculino do esqui cross-country em Beijing 2022

Norueguês repete resultado de PyeongChang 2018, assim como o italiano Federico Pellegrino, medalhista de prata; Alexander Terentev, do ROC, foi a novidade no pódio, com a medalha de bronze.

Daniel Perissé
Foto: 2022 Getty Images

O norueguês Johannes Hosflot Klaebo conseguiu defender o ouro Olímpico no sprint masculino do esqui cross-country nos Jogos de Inverno Beijing 2022. O italiano Federico Pellegrino ficou com a prata, e Alexander Terentev, do ROC, completou o pódio com o bronze.

Com amplo domínio da prova, Klaebo entrou para a história como primeiro bicampeão Olímpico da prova ao terminá-la com um tempo de 2min58s06. Pellegrino, por sua vez, chegou 26 segundos atrás (2min58s32). A marca de Terentev, a "novidade" no pódio em relação a PyeongChang 2018, foi de 2min59s.

"Acho que é um momento especial, com certeza. As duas últimas semanas foram bem estressantes. Tivemos casos de COVID-19 na equipe e meus técnicos estão em casa. Então, ser capaz de defender o ouro Olímpico desde a última vez (PyeongChang 2018) mesmo com tantos problemas e ter essa batalha maravilhosa com Federico hoje foi especial. Foi muito divertido estar lá", comentou o norueguês.

Amplo domínio da Noruega

A Noruega reina absoluta nesta prova: desde Salt Lake City 2002, quando foi disputada pela primeira vez, três dos cinco ouros saíram para atletas do país. No geral, apenas esquiadores europeus ganharam.

Klaebo chegou para a disputa de hoje com um currículo invejável: além do ouro no sprint masculino, ele levou mais dois em PyeongChang 2018, no sprint por equipes e no revezamento 4x10km.

Ter esse favoritismo não atrapalhou a preparação do norueguês para Pequim:

"É claro que há uma pressão. Muito se falou sobre isso, até 'eu devo vencer essa corrida', então ser capaz de fazer isso e ver se posso mais uma vez (é bom). Nos últimos seis meses, tenho estado muitos dias na maior altitude possível, para me preparar para essas pistas e essa altitude. No fim das contas, conseguir administrar tudo é muito especial, com certeza."

O que vem por aí no esqui cross-country

O próximo evento valendo medalhas no esqui cross-country será o de 10km clássico feminino, disputado na quinta-feira, dia 11 de fevereiro, às 15h locais (4h de Brasília). Confira o restante da programação da modalidade.

ASSINE PARA PARTICIPAR AINDA MAIS!

Receba notícias de snowboard, vídeos, destaques dos Jogos Olímpicos de Inverno e muito mais.