Rumo a Paris 2024: entenda o sistema de classificação Olímpico da esgrima

A competição de esgrima de Paris 2024 dará a 212 atletas a chance de realizar seus sonhos Olímpicos. Descubra abaixo tudo o que você precisa saber sobre como os atletas podem garantir suas vagas, as estrelas a serem observadas e o caminho para a classificação. 

Gisella Fava, EJ Monica Kim e Marta Martín
Foto: Getty

A esgrima faz parte do programa Olímpico desde os primeiros Jogos da era moderna em Atenas, em 1896, e desde essa edição, com a força da tradição milenar de suas especialidades - sabre, florete e espada - tornou-se uma das modalidades mais icônicas. Um século antes dos próximos Jogos Olímpicos de Paris, a capital francesa também sediou a primeira competição feminina, em 1924.

Em Tóquio 2020, 200 esgrimistas de elite de 42 CONs disputaram 12 eventos de medalhas. Fique por dentro sobre as mudanças que estarão em vigor para Paris 2024, incluindo o número de atletas e o caminho que eles seguirão até estarem no Grand Palais para os Jogos Olímpicos Paris 2024.

Quantos esgrimistas competirão em Paris 2024?

Um total de 212 esgrimistas competirão em Paris 2024, incluindo 102 homens e 102 mulheres, além de seis vagas para o país sede (três por gênero) e duas vagas pelo princípio da universalidade (uma por gênero).

Haverá um máximo de 18 atletas por Comitê Olímpico Nacional (CON), nove por gênero, incluindo uma equipe de três atletas por gênero para os eventos de equipe. Para a vaga específica do evento, é considerada uma equipe de três atletas por gênero ou um atleta por gênero.

As vagas para eventos individuais variam de um mínimo de 34 (por arma) a um máximo de 37, enquanto as vagas para eventos por equipes variam de um mínimo de 8 a um máximo de 9.

A vaga variável refere-se ao país anfitrião, a França, que pode decidir se colocará ou não seu próprio trio de atletas. Cada equipe será composta por três esgrimistas.

LEIA MAIS: Paris 2024: Começa a busca pela classificação Olímpica.

Qual é o caminho de classificação de esgrima para Paris 2024?

As vagas são atribuídas aos atletas pelo nome, nos seguintes eventos individuais:

  • 60 vagas: sabre masculino, florete masculino, espada masculina, sabre feminino, florete feminino e espada feminina para atletas de CONs que não se classificaram pela classificação por equipes

As vagas são alocadas aos CONs nos seguintes eventos/cenários:

  • 144 vagas: Equipes de sabre feminino, florete feminino, espada feminina, sabre masculino, florete masculino e espada masculina
  • Seis vagas: lugares no país anfitrião
  • Duas vagas: Lugares de universalidade atribuídos pela comissão tripartite

Excluindo as vagas pelo princípio da Universalidade e as do país anfitrião, os caminhos de classificação são os seguintes:

Vagas para classificação por equipes (144 para 48 equipes) - Sabre feminino, florete feminino, espada feminina, sabre masculino, florete masculino e espada masculina

  • Com base na lista de classificação oficial da equipe sênior da FIE de 1º de abril de 2024

Esta lista é estabelecida de acordo com o número de pontos acumulados de 3 de abril de 2023 a 1º de abril de 2024 nos seguintes eventos:

  • Competições da Copa do Mundo sênior por equipe
  • Campeonato Mundial sênior por equipe
  • Campeonatos Continentais seniores por equipe

O ranking de equipes será determinado pela contagem dos pontos obtidos nesses eventos, totalizando 48 equipes, e consequentemente 144 atletas se classificarão para as competições individuais (três por CON).

Os quatro melhores CONs classificados em cada arma e por gênero se classificarão para os Jogos, independentemente de sua região de origem.

A equipe mais bem colocada em cada arma e por gênero de cada uma das quatro regiões (África, Américas, Ásia-Oceania, Europa) classificada entre o 5º e o 16º lugar no ranking também se classificará para Paris 2024.

Se uma região não estiver representada nas posições de classificação acima mencionadas, a próxima equipe classificada dessa região se classificará.

Vagas para classificação individual (60) - Sabre masculino, florete masculino, espada masculina e sabre feminino, florete feminino e espada feminina

  • Com base na lista do Ranking Oficial Ajustado (ROA) sênior individual da FIE (Federação Internacional de Esgrima) por região, de 1º de abril de 2024

A classificação individual será definida pelos pontos ganhos entre 3 de abril de 2023 e 1º de abril de 2024 nas competições individuais de:

  • Competições individuais do grande prêmio
  • Competições individuais da copa do mundo sênior
  • Competições satélite
  • Campeonato mundial sênior individual
  • Campeonatos continentais seniores Individuais

Este ranking será então ajustado para definir o ROA, removendo os nomes dos atletas por CON e arma que já se classificaram através da competição por equipes. Para outros CONs, apenas os atletas mais bem colocados por CON, região e arma permanecerão no ranking.

Com base no ROA, os seis atletas mais bem colocados, um por CON e arma, se classificarão da seguinte forma:

  • Dois para a Europa
  • Dois para Ásia-Oceania
  • Um para as Américas
  • Um para a África

Essas vagas serão reservadas para CONs que não classificaram nenhum atleta através das classificações por equipes.

  • Com base nos eventos de classificação da região FIE

Os quatro melhores atletas se classificarão para Paris 2024, um por CON e um por região (Europa, Ásia-Oceania, América, África).

Apenas CONs que ainda não classificaram atletas em uma ou mais armas pelos dois métodos anteriores poderão participar desses eventos.

Esses CONs só podem participar com um atleta por arma. Em qualquer caso, nenhum CON pode classificar mais de três atletas por arma nos Jogos Olímpicos de Paris 2024.

Qual é o calendário da competição da esgrima de Paris 2024?

Os eventos de esgrima de Paris 2024 acontecerão entre 27 de julho e 4 de agosto de 2024.

Serão 12 eventos de medalhas, e as mesmas armas serão usadas por cada gênero:

  • Espada individual (feminina/masculina)
  • Florete individual (feminino/masculino)
  • Sabre individual (feminino/masculino)
  • Espada por equipes (feminino/masculino)
  • Florete por equipes (feminino/masculino)
  • Sabre por equipes (feminino/masculino)

O local da competição de esgrima será o icônico Grand Palais, em Paris.

LEIA MAIS: Calendário esportivo dos Jogos Olímpicos de Paris 2024 divulgado

LEIA MAIS: Ingressos para Paris 2024: o que há de novo

Esgrimistas para ficar de olho em Paris 2024

Com os próximos Jogos Olímpicos ocorrendo em casa, os esgrimistas franceses terão como objetivo brilhar em Paris 2024. Entre eles, o medalhista de ouro de Tóquio 2020 Romain Cannone terá como objetivo defender seu título de Tóquio 2020 depois que ele não apenas conquistou o título mundial, mas também guiou a equipe de espada masculina francesa ao ouro Mundial de esgrima 2022 no Cairo (Egito).

No entanto, a equipe de espada masculina francesa precisará superar os desafios da tradicional favorita Itália, bem como do atual campeão Olímpico, o Japão.

No florete, o atual número 1 do mundo, Tommaso Marini, da Itália, espera faturar o ouro depois que seu compatriota, Daniele Garozzo, foi derrotado por Ka Long Cheung, de Hong Kong, China, na final de Tóquio 2020.

A República da Coreia buscará um terceiro ouro no sabre masculino por equipes quando competir em Paris 2024, depois de conquistar com sucesso seu quarto título mundial consecutivo este ano no Cairo.

Na competição de florete feminino, a francesa Ysaora Thibus somou ao currículo o título Mundial junto com a sua prata no florete por equipes de Tóquio 2020. A atleta de 31 anos buscará o degrau mais alto do pódio nos Jogos Olímpicos em seu país.

As campeãs mundiais na espada por equipes femininas de 2022, as atletas da República da Coreia também estarão de olho na medalha de ouro no Grand Palais, mas enfrentarão forte concorrência, entre elas as italianas, bronze em Tóquio 2020, atualmente na segunda colocação do ranking mundial.

Campeã Mundial em 2019, a brasileira Nathalie Moellhausen é referência da modalidade e quer em Paris disputar a sua quarta edição de Jogos, a terceira pelo Brasil.

LEIA | Nathalie Moellhausen busca o bicampeonato mundial: "Esgrima é a minha arte de viver"

Cronograma de classificação de esgrima para Paris 2024

  • 3 de abril de 2023: início do período de classificação
  • 1º de abril de 2024: Encerramento dos rankings seniores oficiais da FIE
  • 15 a 30 de abril de 2024: eventos de classificação regionais
  • 30 de abril de 2024: Fim do período de classificação
  • 8 de maio de 2024: A FIE confirma por escrito aos CONs as vagas obtidas.
  • 20 de maio de 2024: o país anfitrião confirma por escrito se e para quais eventos e gêneros usará as vagas reservadas para o país sede
  • 21 a 25 de maio de 2024: Prazo para confirmação dos lugares pelo princípio da universalidade
  • 31 de maio de 2024: Os CONs devem confirmar à FIE o uso das vagas alocadas
  • 25 de junho de 2024: Prazo final para os CONs fornecerem à FIE os nomes dos três (3) atletas que compõem as equipes
  • 3 de junho de 2024: FIE deve realocar todos as vagas ainda não utilizadas/preenchidas
  • 8 de julho de 2024: prazo para inscrições esportivas em Paris 2024
  • 26 de julho - 11 de agosto de 2024: Jogos Olímpicos Paris 2024

Saiba mais sobre os sistemas de classificação para outros esportes que estarão em Paris 2024.

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual