O que aprendemos: O handebol nas Olimpíadas de Tóquio 2020

A dupla francesa masculina e feminina escreveram um novo capítulo da história do handebol Olímpico em Tóquio 2020, reviva os melhores momentos e veja a recaptulação de medalhas, onde assistir a destaques, replays e muito mais.

Foto: 2021 Getty Images

A França conquistou as medalhas de ouro masculina e feminina nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, após uma competição histórica do handebol.

As finais de Tóquio 2020 repetiram as finais do Rio 2016 - a primeira vez que aconteceu - mas o déjà vu Olímpico acabou aí:

A França conquistou a medalha de prata em ambas as competições há cinco anos, mas assumiu o topo do pódio na capital japonesa, a seleção masculina conquistou um recorde com a terceira medalha de ouro enquanto que foi o primeiro triunfo Olímpico feminino.

Isso significou uma terceira medalha de ouro para o G.O.A.T. Nikola Karabatic na competição masculina, liderando Les Experts ao lado das estrelas da próxima geração Nedim Remili, Dika Mem e Hugo Descat.

As francesas fizeram sua parte em uma dobradinha histórica, escrevendo sua própria história com uma jornada emocionante para a conquista do ouro, lideradas pela jogadora de linha Pauletta Foppa, de 20 anos, que marcou 34 gols em 42 ataques em Tóquio.

Na final, Allison Pineau e a goleira Cleopatre Darleux também fizeram o jogo de suas vidas.

E muita história foi feita também em outras partidas, com Egito e Bahrein se destacando pelas seleções não europeias e a lenda viva da Espanha, Raúl Entrerríos, que acrescentou ao seu legado um gol no último minuto que valeu uma medalha Olímpica

Leia os 5 principais momentos da competição, destaques e onde você pode assistir os replays gratuitamente e no momento desejado

Destaques 

Os destaques e os replays dos eventos de handebol de Tóquio 2020 estão disponíveis aqui no momento desejado: olympics.com/tokyo2020-replays

Os 5 principais momentos do handebol dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

1. Karabatic vence o duelo de Titãs do handebol

Aos 37 anos de idade, parecia que uma lesão no ligamento em outubro de 2020 poderia tirar o zagueiro totêmico da França de sua quinta Olimpíada, mas ele lutou para desempenhar um papel crucial no terceiro triunfo Olímpico sem precedentes da França

Karabatic e a França perderam para Dinamarca e Hansen no Rio 2016, e também caíram nas semifinais no Mundial do Egito

"Nos últimos anos, sempre faltou um jogo, então acho que tínhamos negócios pendentes", disse Luka Karabatic, irmão de Nikola, após a final Olímpica em Tóquio. "Isso estava nos levando a trabalhar mais e dar mais e foi assim que tivemos sucesso".

Foi um esforço conjunto da equipe francesa, que bombardeou o gol de Niklas Landin na final, acertando 50 ataques contra 39 da Dinamarca, com 11 jogadores na súmula.

Nedim Remili liderou a tabela de pontuação francesa na final com cinco, enquanto Hugo Descat e Dika Mem tiveram três cada.

Mas foi o veterano Karabatic da França que deu o tom, sua defesa brutal na final de alguma forma conseguiu parar um Mikkel Hansen no Modo Monstro, Hansen fez 12 gols na semifinal e nove na final.

O desempenho de Karabatic e uma terceira medalha de ouro ajudaram a consolidar seu status como o melhor de todos os tempos (G.O.A.T.)

A contribuição de Hansen também não pode ser diminuída, seus nove gols na final o tornaram artilheiro de de Tóquio 2020 com 61 gols, estabelecendo um novo recorde no handebol masculino em uma única Olimpíada, ultrapassando YOON Kyung-shin da República da Coreia, que marcou 58 em Atenas em 2004.

Um esporte pode ter dois G.O.A.T.s, não pode?

Resultado do handebol masculino francês em Tóquio 2020: Caminho para o Ouro

Veja como os “Le experts” ganharam a Terceira medalha de Ouro.

Fase de Grupo

França 33-27 Argentina

França 34-29 Brasil

França 30-29 Alemanha

França 36-31 Espanha

Noruega 32-29 França

Quartas de final

França 42-28 Bahrein

Semifinal

França 27-23 Egito

Final

França 25-23 Dinamarca

Resultados do Handebol masculino da Dinamarca nas Olimpíadas de Tóquio em 2020: o caminho para a prata

Fase de Grupos

Dinamarca 47-30 Japão

Dinamarca 32-27 Egito

Dinamarca 31-21 Bahrein

Dinamarca 34-28 Portugal

Suécia 33-30 Dinamarca

Quartas de final

Dinamarca 31-25 Noruega

Semifinal

Dinamarca -27-23 Espanha

Final

França 25-23 Dinamarca

2. Francesas conquistam seu primeiro título Olímpico.

Volte cinco anos e era a Rússia chorando lágrimas de felicidades no topo do pódio após uma vitória de 22-19 sobe as Les Bleus onde não foi seriam negados desta vez.

Uma vitória de 30-25 foi bem merecida com a França liderando a maior parte da partida com Pauleta Foppa em chamas marcando um perfeito sete de sete.

Alisson Pineau marcou outros sete gols e a goleira Cleopatre Darleux fez nove defesas recompensando a fé do técnico Oliver Krumbholz, quando a zagueira do All- Star Grace Zaadi foi implacável o tempo todo.

Para a ROC, um empate na primeira partida para o Brasil, antes de uma derrota para a Suécia fez parecer que a defesa do título Olímpico iria desaparecer antes mesmo de começar, mas de repente elas acenderam um fuzil para a Hungria, França e Espanha, conquistando uma prata improvável.

Polina Vedekhina continuou sua excelente Olimpíada com uma alta de sete gols no final, enquanto as medalhistas Olímpicas do ouro Olímpico do Rio, Daria Dmtrieva fez seis e Anna Vyakhireva quatro.

A ROC teve que gastar muita energia para superar a Noruega, Campeã da Euro 2020 com um gol na semifinal em uma das mais memoráveis partidas dos Jogos.

Nora Mørk marcou 10 gols em 12 arremessos, mas as outras estrelas da Noruega não atingiram a altura que elas atingiram os resultados que tiveram nas recentes Euros, Henny Reistad teve 2/6 e Stine Oftedal 4/6m enquanto a medalhista de ouro do Rio Anna Vyakhiereva colocou incríveis nove gols nas Olimpíadas.

A França foi implacável no final, e a ROC não tinha mais nada naquele tanque.

Resultados do Handebol feminino da Franças nos Jogos Olímpicos de 2020: o caminho para o Ouro.

Aqui está como as Les Bleus ganharam a sua primeira medalha de Ouro.

Fase de Grupo

França 30-29 Hungria

Espanha 28-25 França

França 28-28 Suécia

ROC 28-27 França

França 29-22 Brasil

Quartas de final

França 32-22 Holanda

Semi-final

França 29-27 Suécia

Final

França 30-25 ROC

Ouro em 2016, elas foram prata em Tóquio, aqui está como elas conquistaram.

Fase de Grupo

ROC 24-24 Brasil

Suécia 36-24 ROC

ROC 38-31 Hungria

ROC 28-27 França

ROC 34-31 Espanha

Quartas de final

ROC 32-26 Montenegro

Semifinal

ROC 27-26 Noruega

Final

França 30-25 ROC

3. Egito e Bahrein fazem história no handebol e inspiram o resto do mundo

A equipe masculina do Egito escreveu seu próprio capítulo da história na capital japonesa, tornando-se a primeira seleção africana a chegar a uma semifinal Olímpica.

Os Faraós derrotaram as potências europeias Portugal, Suécia e Alemanha em seu caminho para a semifinal e por pouco perderam a medalha.

Esta geração de ouro ficou apenas a uma vitória de um pódio Olímpico e teria se tornado a primeira equipe não europeia a alcançar essa posição desde a Coreia do Sul em 1988.

Infelizmente, a história da Cinderela egípcia não terminou no pódio, uma medalha foi um passo longe demais para os Faraós, que perderam por 27-23 para a eventual medalhista de ouro França na semifinal, depois para a Espanha na disputa pela medalha de bronze.

O Egito pode manter a cabeça erguida, no entanto, e com jovens estrelas como Yahia Omar e Yehia Elderaa, somados aos experientes defensores Ali Zein e Mo Sanad, o futuro é brilhante e Paris 2024 está a apenas três anos de distância

O Bahrein também ganhou as manchetes de casa vencendo sua primeira partida de handebol em uma Olimpíada e, chegou às quartas de final, escrevendo manchetes que só podem esperar grandes coisas para o futuro do esporte fora da Europa

Isso, Snoop Dogg e Kevin Hart entrando na diversão do handebol!

4. Norueguesas conquistam o Bronze

Favoritas por muitos depois de estrelar a campanha da Euro 2020 e Vipers Club norueguês, vencendo pela primeira vez na Liga dos Campeões, lideradas por Mørk e Reistad.

No final não era para ser a Noruega, mas ela se recuperou de uma derrota por um único gol na semifinal para a ROC ao superar a Suécia no final para a medalha de bronze.

A vitória por 35-19 nos deu outra super lição de Mørk, pois ela adicionou mais oito gols à sua contagem Olímpica com Kari Brattset Dale também marcando oito no placar.

A superestrela norueguesa marcou 52/72 em Tóquio e finalizou como melhor competidora da competição.

As suecas lutaram pela medalha pela primeira vez na história e eram lideradas por Jenny Carlson e Johanna Westberg que marcaram quatro gols cada, mas a primeira medalha Olímpica vai ter que esperar.

Resultados do Handebol feminino da Noruega nas Olimpíadas de Tóquio 2020: o caminho para o bronze.

Bronze no Rio 2016, e outra vitória convincente pela medalha de bronze em Tóquio. Aqui está como elas conseguiram isso.

Fase de Grupo

Noruega 39-27 Coréia do Sul

Noruega 30-21 Angola

Noruega 35-23 Montenegro

Noruega 29-27 Holanda

Noruega 37-25 Japão

Quartas de final

Noruega 26-22 Hungria

Semifinal

ROC 27-26 Noruega

Disputa pela medalha de Bronze

Noruega 36-19 Suécia

5. Raúl Entrerríos se despede em grande estilo

Outra lenda viva do handebol, o espanhol Raúl Entrerríos encerrou sua carreira com um gol que valeu uma medalha Olímpica.

O capitão de 40 anos marcou o gol decisivo pela Espanha,32-31, contra um Egito incessante, o gol do herói espanhol fez os espanhóis ficarem com 33-31 e foi o fim para os Faraós, com o bronze indo para a Espanha.

“Não poderia ter imaginado um final melhor”, disse Entrerríos, que é a alma da seleção há quase duas décadas, dando o tom, dando o exemplo.

Ele ganhou o Campeonato Mundial em 2005, a Euro duas vezes e, duas medalhas Olímpicas, uma medalha de bronze em Tóquio 2020 para igualar ao seu bronze em Pequim 2008

"Ele é o maior jogador espanhol de todos os tempos", disse o goleiro Gonzalo Pérez de Vargas após a partida.

Normalmente tão calmo, tão comedido, o momento chegou para Entrerríos e ele não pôde dizer mais nada.

Mas ele também não necessitava.

Resultado do Handebol masculino da Espanha nas Olimpíadas de Tóquio 2020: o caminho para o bronze.

Foi uma decepção nas semifinais, mas felicidade na medalha de bronze para a Espanha, aqui está como eles conseguiram isso

Fase de Grupos

Espanha 28-27 Alemanha

Espanha 28-27 Noruega

Espanha 32-25 Brasil

França 36-31 Espanha

Espanha 36-27 Argentina

Quartas de final

Espanha 34-33 Suécia

Semifinal

Dinamarca 27-23 Espanha

Disputa pela medalha de bronze

Espanha 33-31 Egito

Olá Paris 2024

Agora faltam apenas três anos para os próximos Jogos Olímpicos em Paris 2024 e já temos muito o que esperar.

Depois de apresentações impressionantes em Tóquio, poderemos ver Karabatic e Hansen em ação novamente?

Não é impossível, mas o futuro do jogo já está aqui:

Dane Matthias Gidsel, de 22 anos, foi eleito o Jogador Mais Valioso (MVP) da competição e o lateral-direito egípcio Yahia Omar, de 23 anos, Aleix Gómez de 24 anos e Nedim Remili de 26 anos fazem parte da equipe All-Star

O Egito tentará conquistar o primeiro lugar do pódio novamente em Paris, e a atual campeã Olímpica, a França, será difícil de impedi-la nas competições masculina e feminina, diante dos torcedores locais.

A Noruega também pode se preparar para outro desafio pelo ouro; O ROC irá se recuperar de uma perda devastadora na final e voltar mais forte; depois de um gostinho do estilo de vida dourado, as francesas vão querer mais?

Nora Mørk e Stine Oftedal se alinharão novamente em Paris; Elena Mikhailychenko se tornará a jogadora que ela promote ser; A Suécia pode melhorar e alcançar um primeiro pódio? Será que a Holanda pode reencontrar o ritmo?

Mal podemos esperar para descobrir!

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual