Loading...
Oslo 1952

Olympic Winter Games Oslo 1952

Oslo 1952A Tocha

Oslo_1952_torch_hero
(GETTY IMAGES)

Criação da rota e detalhes

A tocha era “simbólica” e não “Olímpica”, uma vez que não foi acesa em Olímpia. A rota do revezamento foi projetada para comemorar as origens do esqui.

Foi na casa de Sondre Norheim, uma lenda do esqui norueguês do século 19, que Olav Bjaaland, um dos membros da expedição ao Pólo Sul de 1911, acendeu em Morgedal (condado de Telemark) uma chama “nórdica simbólica”. Essa foi uma maneira de lembrar que tochas há muito eram usadas na Noruega para permitir que os esquiadores vissem o caminho no escuro.

Além disso, o condado de Telemark, e Morgedal em particular, eram considerados o berço do slalom e dos saltos de esqui. De fato, alguns dos grandes nomes do esqui norueguês vieram de lá, como os irmãos Svalastoga e Hemmestveit. Este último criou a primeira escola de esqui do mundo em Oslo. Os esquis modernos de competição também se baseiam nos esquis de Telemark.

No mesmo dia, a tocha foi levada ao monumento a Sondre Norheim em Morgedal. No dia seguinte, foi levada para a casa de Birger Ruud, um famoso esquiador norueguês; e no dia seguinte para a colina Huseby, um antigo local de competição a oeste de Oslo.

Na Cerimônia de Abertura, o último portador da tocha, Eigil Nansen, a carregou ao redor do Estádio Bislett em esquis antes de removê-los e subir as escadas para acender a pira Olímpica, onde a chama arderia durante os Jogos.

Mapa da rota

Oslo-1952-map

Dados e números

Data de início: 13 de Fevereiro de 1952, Morgedal (Noruega)

Data de chegada: 15 de Fevereiro de 1952, Bislett Stadium, Oslo (Noruega)

Primeiro portador da Tocha: um representante da terceira geração da conhecida família de esqui Hemmestveit

Último portador da Tocha: Eigil Nansen, neto do famoso explorador norueguês Fridtjof Nansen

Número de portadores da Tocha: 94 esquiadores

Recrutamento dos portadores da Tocha: -

Distância: ~225km

Países visitados: Noruega

Detalhes da Tocha

Descrição: a tocha consistia em um cabo cilíndrico cujo topo havia uma tigela oval plana gravada com os anéis Olímpicos e o ano de 1952, bem como as palavras “Morgedal-Oslo” ligadas por uma flecha.

Cores: prata e ouro

Comprimento: 22cm (apenas alça)

Composição: Latão e liga de aço

Combustível: -

Designer / Fabricante: Geir Grung / Adolf Thoresen

Oslo_1952_torch_big
(IOC)

Você sabia?

Este foi o primeiro revezamento de tocha na história dos Jogos Olímpicos de Inverno. Tochas simbólicas foram acesas nos Jogos de Inverno de Garmisch-Partenkirchen em 1936 e St. Moritz em 1948. Entretanto, estas chamas não foram conduzidas em um revezamento.

Oslo
1952

Descubra os Jogos

O Logo

Uma identidade visual é criada para cada edição dos Jogos Olímpicos.

Logo

Logo

As Medalhas

Originalmente um ramo de oliveira, os designs de medalhas evoluíram durante os anos.

Medalhas

Medalhas

A Tocha

Uma particularidade icônica de qualquer Jogos Olímpicos é que o anfitrião oferece sua versão única.

Tocha

Tocha