Loading...
Barcelona 1992

Olympic Games Barcelona 1992

Barcelona 1992A Tocha

Barcelona_1992_torch_hero
(GETTY IMAGES)

Criação da rota e detalhes

Após a cerimônia de acendimento em Olímpia e um revezamento pela Grécia, a tocha chegou a Atenas, de onde saiu no dia 9 de junho a bordo da fragata "Catalunha".

Em 13 de junho, a tocha chegou à costa catalã em Empúries, uma antiga colônia grega fundada em cerca de 600 a.C. Ela foi recebida por cerca de 1.000 barcos diferentes e uma multidão de 5.000 pessoas que a esperavam na costa. Chegou à costa em um típico barco catalão, impulsionado por 10 remadores.

De Empúries, o revezamento viajou primeiro pela Catalunha e depois para o resto da Espanha. A tocha passou por 652 localidades, incluindo as capitais de cada uma das 17 comunidades autônomas e os vários locais de prova Olímpicos. A rota também incluía as Ilhas Canárias, por avião. A travessia entre Tenerife e Las Palmas foi feita por hidrofólio. Em sua chegada a Barcelona, o revezamento viajou até as Baleares de barco.

No dia 24 de junho, a chama chegou a Barcelona e percorreu a cidade durante toda a noite, rodeada por uma multidão entusiasmada. No dia seguinte, a última etapa a levou ao Estádio Olímpico para a Cerimônia de Abertura, onde o arqueiro Paralímpico, Antonio Rebollo, acendeu a pira, disparando uma flecha acesa da chama Olímpica.

Mapa da rota

Barcelona-1992-map

Fatos e números

Data de início: 5 de junho de 1992, Olímpia (Grécia)

Data de final: 25 de julho de 1992, estádio Olímpico, Barcelona (Espanha)

Primeiro portador da Tocha: Savvas Saritzoglou, Participante Olímpico no atletismo (1992)

Último portador da Tocha: Antonio Rebollo

Número de portadores das Tochas: 365 na Grécia, 9.484 na Espanha, dos quais 8.885 foram a pé e 599 de bicicleta

Recrutamento dos portadores da Tocha: os portadores da tocha provêm das seguintes categorias: voluntários Olímpicos de várias regiões da Espanha; portadores de tochas escolhidos pelas prefeituras das cidades percorridas pelo revezamento que cada um poderia escolher um corredor; as empresas parceiras do revezamento e do Comitê Organizador; pessoas do público em geral que apresentaram sua candidatura.

Distância: 367 km na Grécia, 5.940 km na Espanha, dos quais 1.490 km foram de bicicleta e 4.450 km a pé. Excluindo o transporte por navio entre a Grécia e a Espanha.

Países visitados: Grécia e Espanha

Detalhes da Tocha

Descrição: A tocha é assimétrica, com seu eixo apontando simbolicamente na direção de Barcelona. Na parte plana do cabo está a inscrição "XXV Olimpiada Barcelona 1992", assim como o emblema dos Jogos. A forma circular da parte superior lembra a de um caldeirão e também apresenta o destino final da chama. As formas cônicas e triangulares que aparecem no desenho da tocha são inspiradas pela ânfora e pela vela latina, o que lhe confere um caráter mediterrâneo.

Cor: prata, ouro

Altura: 66cm

Composição: alumínio, plástico

Combustível: Combustíveis gasosos

Designer / Fabricante: André Ricard / Vilagrasa

Barcelona_1992_torch_big
(IOC)

Você sabia?

A forma da Pira de titânio no Estádio Olímpico foi inspirada nos mosaicos de Antoni Gaudí. A Pira se apoiava em uma base imponente de alumínio que recordava o leme de um barco mediterrâneo e era fixado na parede externa do Estádio. A chama, que ardeu em seu topo durante os Jogos, tinha três metros de altura.

A seta usada por Antonio Rebollo para acender o caldeirão durante a Cerimônia de Abertura foi especialmente projetada para apoiar a chama e evitar que o arqueiro se queimasse. Ela foi feita de duralumínio temperado, pesava cerca de 100 gramas e tinha pouco mais de um metro de comprimento. Várias flechas foram criadas para preparar e executar a performance, uma das quais é mantida no Museu Olímpico, em Lausanne.

Para o Museu Olímpico de Lausanne, o então presidente do COI, Juan Antonio Samaranch, pediu a André Ricard que projetasse a pira em frente ao prédio, onde queima um fogo permanente.

Além da tocha para o revezamento de Barcelona 1992, André Ricard projetou a lâmpada de segurança e o caldeirão de celebração para as cidades de escala.

Barcelona
1992

Descubra os Jogos

O Logo

Uma identidade visual é criada para cada edição dos Jogos Olímpicos.

Logo

Logo

As Medalhas

Originalmente um ramo de oliveira, os designs de medalhas evoluíram durante os anos.

Medalhas

Medalhas

A Mascote

Uma imagem original precisa dar uma forma concreta ao espírito Olímpico.

Mascote

Mascote

A Tocha

Uma particularidade icônica de qualquer Jogos Olímpicos é que o anfitrião oferece sua versão única.

Tocha

Tocha