O que nós aprendemos: Resumo da natação em Tóquio 2020

Do heroísmo do estilo livre de Ariarne Titmus ao recorde mundial de Caeleb Dressel, dê uma olhada nos momentos mais memoráveis da natação em Tóquio 2020, uma recapitulação das medalhas e o que devemos esperar em Paris 2024

Foto: 2021 Getty Images

A natação proporcionou vitórias chocantes, recordes mundiais, reviravoltas surpreendentes e a descoberta de novas estrelas em igualdade de condições nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Duas estrelas do show foram Ariarne Titmus e Caeleb Dressel, que deixaram o Japão com várias medalhas de ouro apesar do peso e da expectativa sobre os ambos.

Uma menção especial deve ir para Emma McKeon, cuja conquista de sete medalhas é o recorde conjunto de uma atleta Olímpica nos Jogos.

Uma grande mão também para Katie Ledecky, que mostrou seu estilo de campeã ao voltar de duas derrotas e conquistar duas medalhas de ouro individuais. Sua carreira de seis medalhas de ouro individuais significa que ela é agora a nadadora mais condecorada de todos os tempos nos Jogos Olímpicos.

A seguir, daremos uma olhada nos momentos mais memoráveis, uma recapitulação dos vencedores de medalhas e a quem olhar para os Jogos Olímpicos de Paris 2024 em apenas três anos!

Os 5 melhores momentos da natação em Tóquio 2020

1 - Vitória dos 400m livre de Ariarne Titmus

Foi um dos confrontos mais badalados de todos os Jogos Olímpicos, mas o duelo de 400m livre de Ariarne Titmus com Katie Ledecky atendeu a todas as expectativas.

A americana assumiu a liderança antes de ''The Terminator'' ultrapassá-la na marca dos 150m, e ficou uma braçada à frente até a parede para levar o ouro.

Titmus silenciou todos os céticos, que questionavam se ela seria capaz de repetir a vitória no Campeonato Mundial de 2019 sobre Ledecky, com estilo.

Enquanto a reação do australiano imediatamente depois foi feliz, mas moderada devido à exaustão, seu treinador Dean Boxall compensou com sua incrível comemoração que rapidamente viralizou.

Foi um dos maiores Jogos Olímpicos da Austrália em piscina, com nove medalhas de ouro e 21 no total. Titmus, ao lado da vencedora de sete medalhas Emma McKeon e da bicampeã Kaylee McKeown, formaram a espinha dorsal dessa equipe.

Ariarne Titmus
Foto: 2021 Getty Images

2 - Katie Ledecky vencendo pela primeira vez o ouro no 1500m livre feminino

Katie Ledecky pode ter perdido seus títulos Olímpicos de 200m e 400m livre para Titmus, mas a americana deixou o Japão como rainha da natação de distância.

Apenas uma hora depois de terminar em segundo nos 200m, ela ganhou a primeira medalha de ouro Olímpica feminina de 1500m.

Como uma campeã mundial em título e detentora do recorde mundial, ela era a favorita antes da prova.

Mesmo assim, o alívio da nadadora radicada em Stanford foi palpável no final, chorando lágrimas de alegria quando ela conseguiu sua sexta medalha de ouro Olímpica.

Ledecky teve esse ímpeto no final dos 800m, onde venceu Titmus para somar a sétima medalha de ouro Olímpica. Isso também fez de Ledecky a nadadora Olímpica mais condecorada de todos os tempos.

3 - Dressel Recorde Mundial 100m borboleta

Caeleb Dressel não escondeu a pressão que sentiu na corrida para Tóquio 2020.

Um ansioso público americano esperava que o atleta da Flórida fosse seu novo Michael Phelps, ganhando uma infinidade de medalhas de ouro.

Mas quando Dressel escalou a água para nadar os 100m borboleta com um novo recorde mundial de 49.45, as comparações foram esquecidas. A natação americana tinha um novo campeão com seu próprio nome.

''Foi mais rápido que pensei que seria'', disse Dressel depois. ''Tenho certeza que foi muito divertido de assistir para todos, com certeza foi divertido de participar''.

A programação Olímpica de Dressel foi intensa e ele acabou terminando o evento com cinco medalhas de ouro Olímpicas, com três delas chegando em eventos individuais.

Caeleb Dressel
Foto: 2021 Getty Images

4 - Ahmed Hafnaoui choca com ouro nos 400m

O objetivo de Ahmed Hafnaoui ao entrar em Tóquio 2020 era ganhar experiência, com o objetivo de ganhar o ouro nos Jogos de Paris 2024.

Ninguém ficou mais surpreso do que o próprio adolescente ao vencer a final dos 400m livre masculino naquele que foi o choque dos Jogos na piscina.

Partindo da pista oito, o tunisiano voltou para casa em 3:43.36 para ganhar a primeira medalha de ouro de seu país no evento, e seu quinto ouro Olímpico de todos os tempos.

''Acabei de colocar minha cabeça na água e é isso. Eu simplesmente não consigo acreditar, É um sonho que se tornou realidade'', disse ele depois.

A cena de seus amigos e familiares após a ação em sua casa na África foram quase tão emocionantes.

5 - A vitória no revezamento medley misto da Grã-Bretanha

O revezamento medley misto 4x100 fez sua estreia Olímpica em grande estilo.

Com dois homens e duas mulheres em cada equipe, o evento é quase tão tático quanto sobre velocidade na piscina.

Na noite, foi a Grã-Bretanha quem implementou a estratégia perfeita para conquistar a primeira medalha de ouro do evento com um novo recorde mundial.

A nadadora na modalidade costas Kathleen Dawson fez o melhor que pôde para acompanhar os outros homens em sua perna, antes de passar para o rei do nado peito Adam Peaty e o especialista em borboletas James Guy, que nadaram em divisões excelentes para dar a a Anna Hopkin uma vantagem na perna de estilo livre, que ela nunca desistiu.

A corrida foi uma verdadeira demonstração de trabalho em equipe e uma adição extraordinariamente emocionante programa Olímpico.

Revezamento misto da Grã-Bretanha em Tóquio 2020 em 2021.
Foto: 2021 Getty Images

Uma última cena

A natação é famosa por suas intensas rivalidades entre os competidores.

Em Tóquio 2020 não foi diferente, mas uma característica que se destacou foi o nível de respeito e espírito esportivo entre os atletas, que trabalharam tanto para vencer ou fracassar na conquista da medalha.

Um exemplo perfeito disso veio nos 200m peito feminino, onde a sul-africana Tatjana Schoenmaker nadou um recorde mundial inacreditável.

Ela foi tomada pela emoção na piscina depois, mas a imagem retumbante era de sua principal rival, Lilly King nadando até a sua raia para participar de suas comemorações, ao lado de Annie Lazor da equipe dos Estados Unidos e Kaylene Corbett da África do Sul.

Delícia sul-africana
Foto: 2021 Getty Images

Olá, Paris

A idade média dos nadadores em Tóquio foi uma das mais jovens de todos os tempos, o que significa que muitas das rivalidades que desfrutamos tanto no Japão provavelmente serão renovadas nos Jogos Olímpicos de Paris 2024.

Ariarne Titmus tem, de alguma forma, apenas 20 anos e será a forte favorita para defender seus títulos Olímpicos em Paris.

Katie Ledecky fará 27 anos nos próximos Jogos e terá certeza de defender seus títulos de estilo livre de distância, ao mesmo tempo que será fascinante ver como a emocionante rivalidade no nado costas entre os recordistas mundiais Kaylee McKeown e Regan Smith progride.

Outra para ficar de olho é Siobhan Haughey de Hong Kong, que tentará converter suas medalhas de prata de 100 e 200 livre em ouro.

Do lado masculino, Adam Peaty já manifestou a intenção de tentar defender pela terceira vez o título dos 100m peito. Enquanto Caeleb Dressel provavelmente será a manchete do primeiro ato novamente.

Finalmente!
Foto: 2021 Getty Images

Quando e onde assistir a replays de natação no Olympics.com

A resposta é: olympics.com/tokyo2020-replays – e estará ao vivo no dia 8 de agosto.

Quando os nadadores competem em seguida?

A Copa do Mundo FINA começa no dia 1º de outubro em Berlim, antes de seguir para Budapeste, Doha e Kazan. Ainda não foi confirmado quais atletas vão competir.

Lista completa de medalhas na natação em Tóquio 2020

Eventos Femininos

50m Livre

Ouro: Emma Mckeon (AUS), Prata: Sarah Sjostrom (SWE), Bronze: Pernille Blume (DEN)

100m Livre

Ouro: Emma Mckeon (AUS), Prata: Siobhan Haughey (HK), Bronze: Cate Campbell (AUS)

200m Livre

Ouro: Ariarne Titmus (AUS), Pratar: Siobhan Haughey (HK), Bronze: Penny Oleksiak (CAN)

400m Livre

Ouro: Ariarne Titmus (AUS), Prata: Katie Ledecky (USA), Bronze: Li Bingjie (CHN)

800m Livre

Ouro: Katie Ledecky (USA), Prata: Ariarne Titmus (AUS), Bronze: Simona Quadarella (ITA)

1500m Livre

Ouro: Katie Ledecky (USA), Prata: Erica Sullivan (USA), Bronze: Sarah Kohler (GER)

100m Costas

Ouro: Kaylee McKeown (AUS), Prata: Kylie Masse (CAN), Bronze: Regan Smith (USA)

200m Costas

Ouro: Kaylee McKeown (AUS), Prata: Kylie Masse (CAN), Bronze: Emily Seebohm (AUS)

100m Costas

Ouro: Lydia Jacoby (USA), Prata: Tatjana Schoenmaker (RSA), Bronze: Lilly King (USA)

200m Costas

Ouro: Tatjana Schoenmaker (RSA), Prata: Lilly King (USA), Bronze: Annie Lazor (USA)

100m Borboleta

Ouro: Maggie MacNeil (CAN), Prata: Zhang Yufei (CHN), Bronze: Emma Mckeon (AUS)

200m Borboleta

Ouro: Zhang Yufei (CHN), Prata: Regan Smith (USA), Bronze: Hali Flickinger (USA)

200m Medley individual

Ouro: Yui Ohashi (JPN), Prata: Alex Walsh (USA), Bronze: Kate Douglass (USA)

400m Medley individual

Ouro: Yui Ohashi (JPN), Prata: Emma Weyant (USA), Bronze: Hali Flickinger (USA)

Revezamento 4x100m Livre

Ouro: Bronte Campbell, Meg Harris, Emma McKeon, Cate Campbell (AUS)
Prata: Kayla Sanchez, Maggie MacNeil, Rebecca Smith, Penny Oleksiak (CAN)
Bronze: Erika Brown, Abbey Weitzeil, Natalie Hinds, Simone Manuel (USA)

Revezamento 4x200m Livre

Ouro: Yang Junzuan, Tang Muhan, Zhang Yufei, Li Bingjie (CHN)
Prata: Allison Schmitt, Paige Madden, Katie McLaughlin, Katie Ledecky (USA)
Bronze: Ariarne Titmus, Emma McKeon, Madison Wilson, Leah Neale (AUS)

Revezamento 4x100m Medley

Ouro: Kaylee McKeown, Chelsea Hodges, Emma McKeon, Cate Campbell (AUS)
Prata: Regan Smith, Lydia Jacoby, Torri Huske, Abbey Weitzeil (USA)
Bronze: Kylie Masse, Sydney Pickrem, Maggie MacNeil, Penny Oleksiak (CAN)

Austrália Recorde Mundial
Foto: 2021 Getty Images

Evento Masculino

50m Estilo livre

Ouro: Caeleb Dressel (USA), Prata: Florent Manaudou (FRA), Bronze: Bruno Fratus (BRA)

100m Estilo livre

Ouro: Caeleb Dressel (USA), Prata: Kyle Chalmers (AUS), Bronze: Kliment Kolesnikov (ROC)

200m Estilo livre

Ouro: Thomas Dean (GB), Prata: Duncan Scott (GB), Bronze: Fernando Scheffer (BRA)

400m Estilo livre

Ouro: Ahmed Hafnaoui (TUN), Prata: Jack McLoughlin (AUS), Bronze: Kieran Smith (USA)

800m Estilo livre

Ouro: Robert Finke (USA), Prata: Gregorio Paltrinieri (ITA), Bronze: Mykhailo Romanchuk (UKR)

1500m Estilo Livre

Ouro: Robert Finke (USA), Prata: Mykhailo Romanchuk (UKR), Bronze: Florian Wellbrock (GER)

100m Costas

Ouro: Evgeny Rylov (ROC), Prata: Kliment Kolesnikov (ROC), Bronze: Ryan Murphy (USA)

200m Costas

Ouro: Evgeny Rylov (ROC), Prata: Ryan Murphy (USA), Bronze: Luke Greenbank (GB)

100m peito

Ouro: Adam Peaty (GB), Ouro: Arno Kamminga (NED), Bronze: Nicolo Martinenghi (ITA)

200m peito

Ouro: Zac Stubblety-Cook (AUS), Prata: Arno Kamminga (NED), Bronze: Matti Mattsson (FIN)

100m Borboleta

Ouro: Caeleb Dressel (USA), Prata: Kristof Milak (HUN), Bronze: Noe Ponti (SUI)

200m Borboleta

Ouro: Kristof Milak (HUN), Prata: Tomoru Honda (JPN), Bronze: Federico Burdisso (ITA)

Medley Individual 200m

Ouro: Wang Shun (CHN), Prata: Duncan Scott (GB), Bronze: Jeremy Desplanches (SUI)

Medley Individual 400m

Ouro: Chase Kalisz (USA), Prata: Jay Litherland (USA), Bronze: Brendon Smith (AUS)

Revezamento 4x100m Estilo livre

Ouro: Caeleb Dressel, Blake Pieroni, Bowe Becker, Zach Apple (USA)
Prata: Alessandro Miressi, Thomas Ceccon, Lorenzo Zazzeri, Manuel Frigo (ITA)
Bronze: Matthew Temple, Zac Incerti, Alexander Graham, Kyle Chalmers (AUS)

Revezamento 4x200m Estilo livre

Ouro: Thomas Dean, James Guy, Matthew Richards, Duncan Scott (GB)
Prata: Martin Malyutin, Ivan Girev, Evgeny Rylov, Mikhail Dovgalyuk (ROC)
Bronze: Alexander Graham, Kyle Chalmers, Zac Incerti, Thomas Neill (AUS)

Revezamento 4x100m Medley

Ouro: Ryan Murphy, Michael Andrew, Caeleb Dressel, Zach Apple (USA)
Prata: Luke Greenbank, Adam Peaty, James Guy, Duncan Scott (GB)
Bronze: Thomas Ceccon, Nicolo Martinenghi, Federico Burdisso, Alessandro Miressi (ITA)

Tempos felizes para a equipe dos USA
Foto: 2021 Getty Images

Eventos Mistos

Revezamento 4x100m Medley

Ouro: Kathleen Dawson, Adam Peaty, James Guy, Anna Hopkin (GB)
Prata: Xu Jiayu, Yan Zibei, Zhang Yufei, Yang Junzuan (CHN)
Bronze: Kaylee McKeown, Zac Stubblety-Cook, Matthew Temple, Emma McKeon (AUS)