Suécia leva título do Mundial de curling masculino pela quarta vez consecutiva

Niklas Edin lidera equipe que venceu Beijing 2022 a mais uma vitória, desta vez sobre o Canadá de Brad Gushue na decisão. Itália comprova sua ascensão na modalidade e fica com o bronze.

Sheila Vieira
Foto: © WCF / Steve Seixeiro

Não tem para ninguém. A Suécia levou mais um título no curling masculino, faturando o Campeonato Mundial pela quarta vez consecutiva, em 2022 em Las Vegas, com o time de Niklas Edin.

Na decisão disputada neste domingo, 10 de abril, os suecos derrotaram o Canadá de Brad Gushue por 8-6. Edin se tornou hexacampeão mundial ao lado dos companheiros Oskar Eriksson, Rasmus Wraana e Daniel Magnusson, mesma equipe medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022.

A Suécia se tornou a primeira equipe a conquistar um título Olímpico e mundial na mesma temporada.

O Canadá abriu o placar com um ponto no primeiro end e chegou a ter 3-0, mas Edin se recuperou no terceiro end e diminuiu para 3-2. No final do quarto end, o placar estava empatado.

O equilíbrio seguiu até o sétimo end, que terminou com o placar de 5-5. No nono end, Gushue tentou forçar um end em branco (em que nenhuma das equipes pontua) para manter o martelo no décimo end. No entanto, o skip canadense errou e pontuou, dando aos suecos o último lançamento da partida.

O end decisivo teve um bom trabalho da equipe sueca, que chegou ao final com duas pedras pontuando. Gushue tentou um draw para se salvar, mas a pedra não curvou o suficiente.

"Estamos bem felizes. Esse jogo foi muito duro, condições difíceis de se jogar, então estou feliz que conseguimos lutar tanto quanto lutamos e realmente descobrir cada alvo. Isso significa que conseguimos jogar de forma inteligente, sem cometer erros na hora errada", disse Edin.

"Esta partida poderia ter ido para qualquer lado. No início, eles estavam bem acima, mas aguentamos bem e jogamos nossas pedras. Fizemos isso bem na primeira metade do jogo e aproveitamos as chances quando elas apareceram. Estou muito orgulhoso da equipe", analisou o skip sueco.

"Acho que fizemos muitas coisas especiais nos últimos anos. Parece incrível o que conquistamos, com muito trabalho duro e realmente falando sobre o que queríamos fazer", completou Edin.

O Canadá completou mais uma bela campanha, com Gushue ao lado de Mark Nichols, Brett Gallant e Geoff Walker, que também foram medalhistas de bronze em Pequim.

O bronze ficou com a Itália, que se tornou uma força do curling neste ano. Campeões nas duplas mistas em Beijing 2022, os anfitriões dos próximos Jogos Olímpicos de Inverno (Milano Cortina 2026) derrotaram os EUA por 13-4 em Las Vegas. A equipe conta com Joel Retornaz, Amos Mosaner (medalhista Olímpico de ouro), Sebastiano Arman e Simone Gonin.

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual