Rumo a Paris 2024: confira o sistema de classificação do hipismo saltos

Os saltos serão um dos destaques da competição de hipismo nos Jogos Olímpicos de Paris 2024. Descubra o que os atletas precisam fazer durante o período de classificação de dois anos para ter a chance de competir no prestigiado Palácio de Versalhes.

Nicolas Kohlhuber

A igualdade é um dos princípios do hipismo - um esporte Olímpico único em que homens e mulheres competem pelas mesmas medalhas nos mesmos eventos.

E Paris 2024 não será exceção. Mais uma vez, haverá três disciplinas equestres - adestramento, saltos e concurso completo. E cada um deles é único, inclusive dentro do processo de qualificação.

Os saltos são um evento particularmente espetacular, pois requer habilidade física e excelente técnica para completar o percurso no tempo permitido sem derrubar os obstáculos.

O suspense que este evento imbui é tão de tirar o fôlego quanto o local que irá sediá-lo durante os próximos Jogos Olímpicos - o Palácio de Versalhes.

Mas não tire conclusões precipitadas cedo demais. Antes de Paris 2024, há um processo de qualificação de dois anos que você pode descobrir abaixo.

Quantos atletas competirão no hipismo saltos em Paris 2024?

Haverá dois eventos de medalhas para saltos em Paris 2024: as competições individuais e por equipes. Um máximo de 75 atletas, um por CON (Comitê Olímpico Nacional), participará da competição individual e 20 equipes compostas por três atletas na competição por equipes.

Todos eles vão lutar pelas medalhas no Palácio de Versalhes.

Para serem elegíveis para a competição, os atletas devem ter nascido em ou antes de 31 de dezembro de 2006 (com idade não inferior a 18 anos no ano em que os Jogos Olímpicos ocorrerem), enquanto todos os cavalos participantes dos Jogos Olímpicos de Paris 2024 devem ter nascido em ou antes de 31 de dezembro de 2016 (com idade não inferior a oito anos no ano em que os Jogos Olímpicos ocorrerem).

Qual é o caminho de classificação do hipismo saltos para Paris 2024?

Processo de qualificação das equipes

Para a qualificação da equipe, três vagas individuais de cota foram concedidas à França como a nação anfitriã de Paris 2024. Um total de 19 outras cotas de equipe serão alocadas com base nas classificações das equipes em eventos designados realizados entre agosto de 2022 e o final de 2022. Na temporada 2023, de acordo com a seguinte distribuição:

  • Cinco cotas (15 pares atleta-cavalo) para as cinco equipes mais bem classificadas, excluindo a equipe da nação anfitriã, do Campeonato Mundial de Salto da FEI 2022.
  • Uma cota (três pares) para a equipe mais bem classificada, excluindo as equipes já classificadas, de acordo com a classificação final da Final da Copa das Nações de Salto FEI 2022.
  • Três cotas (nove pares) para as três equipes mais bem classificadas, excluindo as equipes já qualificadas, do Campeonato Europeu de Salto FEI 2023 dos Grupos Olímpicos A e/ou B da FEI.
  • Duas cotas (seis pares) para as duas equipes mais bem classificadas, excluindo as equipes já classificadas, de um Evento de Qualificação Olímpica designada pela FEI do Grupo C 2023.
  • Três cotas (nove pares) para as três equipes mais bem classificadas, excluindo as equipes já classificadas, dos Grupos Olímpicos D e/ou E da FEI nos Jogos Pan-Americanos de 2023.
  • Duas cotas (seis pares) para as duas equipes mais bem classificadas, excluindo as equipes já qualificadas, dos Grupos Olímpicos F no Evento de Qualificação Olímpica designada pela FEI em 2023.
  • Duas cotas (seis pares) para as duas equipes mais bem classificadas, excluindo as equipes já qualificadas, dos Grupos Olímpicos G em um Evento de Qualificação Olímpica designada pela FEI em 2023.
  • Uma cota (três pares) para a equipe mais bem classificada, excluindo as equipes já classificadas, de acordo com a classificação final da Final da Copa das Nações de Salto FEI 2023

Processo de qualificação individual

Os últimos 15 ingressos para Paris 2024 serão alocados por meio da qualificação individual para o processo. Um CON pode se qualificar para no máximo uma vaga individual e somente CONs que não aceitaram uma cota de equipe são elegíveis para obter uma vaga individual.

As cotas são distribuídas da seguinte forma:

14 cotas (14 pares atleta-cavalo) através do Ranking Olímpico da FEI (alocação através dos Grupos Olímpicos da FEI) e através do Evento de Qualificação dos Grupos Olímpicos da FEI e Ranking Olímpico da FEI.

E uma cota pelo Ranking Olímpico da FEI (alocação através do ranking geral).

Dez cotas - Alocação através dos Grupos Olímpicos da FEI (Ranking Olímpico da FEI)

As duas duplas mais bem classificadas (1 atleta e 1 cavalo) no Ranking Olímpico de Salto da FEI de cada um dos cinco grupos mencionados abaixo se qualificarão para um lugar de cota individual NOC noroeste:

  • A – Sudoeste da Europa
  • B – Sudoeste da Europa
  • C - Europa Central e Oriental / Ásia Central
  • F - África e Oriente Médio
  • G - Sudeste Asiático, Oceania

Quatro cotas - Alocação por meio do Evento de Qualificação do Grupo Olímpico da FEI e do Ranking Olímpico da FEI

Os três atletas individuais mais bem classificados dos Grupos Olímpicos D e/ou E, com um máximo de um por CON, da classificação individual geral nos Jogos Pan-Americanos de 2023 se qualificarão para um lugar de cota individual com o CON mais bem classificado.

E o atleta mais bem classificado do Ranking Olímpico da FEI para os Grupos Olímpicos D para e E combinados se qualificará para um lugar de cota individual para seu CON.

Os grupos D e E referem-se a:

  • D - América do Norte
  • E - América Central e do Sul

*A menos que uma ou duas vagas individuais de cota tenham esse Grupo Olímpico da FEI já tenha sido alocado para CON/CONs desse Grupo Olímpico da FEI devido à retirada de uma equipe qualificada. Nesse caso, haverá um processo de realocação de vagas de qualificação não utilizadas.

Uma cota - Alocação através do ranking geral (Ranking Olímpico da FEI)

O CON do Atleta mais bem classificado no Ranking Olímpico FEI - Salto, excluindo os CONs qualificados acima.

Qual é o formato e o cronograma da competição de hipismo saltos de Paris 2024?

Em Paris 2024, o formato da competição e o número de atletas serão os mesmos de Tóquio 2020. No salto, serão concedidos dois conjuntos de medalhas em duas competições abertas iguais, individuais e por equipes.

No evento individual, 75 pares de cavalo-atleta, no máximo um por CON, participarão da rodada de qualificação. Cada dupla tem um certo tempo para completar um percurso onde os obstáculos e dificuldades foram definidos. Se um obstáculo cair ou o limite de tempo for excedido, pontos de penalidade serão adicionados. Quanto menor a pontuação, melhor. As 30 melhores duplas da fase classificatória avançam para a final.

Na final todas as pontuações são zeradas, e o par atleta-cavalo com a pontuação mais baixa ao final da final ganha a medalha de ouro.

Na prova por equipes, competirão 20 equipes compostas por três duplas atleta-cavalo. As pontuações de cada par atleta-cavalo são somadas, usando o mesmo princípio do evento individual para calcular os pontos avançados. Os 10 primeiros avançam para a final, onde todas as pontuações são zeradas e os lugares do pódio são decididos.

Em Paris 2024, a competição equestre acontecerá de 27 de julho a 6 de agosto no Palácio de Versalhes.

LEIA MAIS: O calendário de competições para os Jogos Olímpicos de Paris 2024 é divulgado

Atletas do hipismo saltos a serem observados em Paris 2024

Em Paris 2024, Steve Guerdat tem a oportunidade de disputar seu sexto Jogos Olímpicos. O suíço de 40 anos conquistou o ouro em Londres em 2012. Ben Maher, da Grã-Bretanha, é o atual campeão Olímpico. Ele terminou 2021 em terceiro lugar no Super Grand Prix de Praga, último evento do Global Champions Tour 2021. Henrik von Eckermann e Sergio Alvarez Moya terminaram logo atrás dele.

Nesta temporada, após a competição do Grande Prêmio de Cannes, Christian Ahlmann, Pieter Devos e Niels Bruynseels estão no topo do pódio do Global Champions Tour. Os dois primeiros já têm uma medalha Olímpica em seus nomes.

A França também terá grandes esperanças de conquistar uma medalha em casa, depois que Pénélope Leprévost e Kevin Staut conquistaram o ouro no evento por equipes no Rio 2016.

Andre Thieme venceu o Campeonato Europeu no ano passado, depois de ser eliminado durante a rodada de qualificação em Tóquio 2020.

Calendário de classificação do hipismo saltos para Paris 2024

  • 10-14 de agosto de 2022: Campeonato Mundial de Salto da FEI 2022 (Herning, DEN)
  • Do Campeonato Mundial de Salto da FEI de 2022 a 31 de dezembro de 2023: Período para os CONs obterem um lugar de cota de equipe (Certificado de Capacidade do CON)
  • 29 de setembro - 2 de outubro: Final da Copa das Nações de Salto da FEI 2022
  • Dezembro de 2022 (data exata a definir): FEI publicará a lista de eventos de classificação Olímpica (e regras de classificação) e a lista de eventos MER de 2023
  • 1 de janeiro de 2023 - 31 de dezembro de 2023 (a confirmar): Período de classificação: Ranking Olímpico da FEI - Salto
  • 1 de janeiro de 2023 – A ser definido em 2024 (“Prazo MER”): Período para Atletas e Cavalos obterem os requisitos mínimos de elegibilidade da FEI
  • Setembro de 2023: Campeonato Europeu de Salto da FEI (Milão, ITA) – Grupos Olímpicos da FEI A, B
  • Datas a definir: Evento de qualificação Olímpica da FEI (a definir) - Grupo Olímpico C da FEI
  • 20 de outubro a 5 de novembro de 2023: Jogos Pan-Americanos (Santiago, CHI). Grupos Olímpicos D e E da FEI
  • Datas a definir em 2023: Evento de qualificação Olímpica designada pela FEI (a ser confirmado) - FEI Grupos Olímpicos F
  • Datas a definir em 2023: Evento de qualificação Olímpica designada pela FEI (A ser confirmado) - Grupo Olímpico G da FEI
  • Datas a definir em 2023: Final da Copa das Nações de Salto da FEI 2023
  • Dezembro de 2023 (data exata a definir): FEI publicará uma lista de eventos MER de 2024
  • Datas a definir: A Comissão Tripartite deve confirmar por escrito a atribuição de lugares de Universalidade aos CONs (quando aplicável).
  • Datas a definir: a FEI deve informar os CONs/NFs sobre a alocação de vagas para sua equipe
  • Datas a definir em 2024: Os CONs devem confirmar à FEI o uso das vagas de cota de equipe alocadas para a FEI. Se um CON retirar sua vaga de cota de equipe até essa data ou não tiver confirmado seu Certificado de Capacidade de CON em 31 de dezembro de 2023, o CON em questão será elegível para uma vaga de cota individual.
  • Datas a definir em 2024: FEI deve informar aos CONs/FNs de: 1 - realocação de uma vaga individual para cada CON que tenha retirado sua vaga de cota de equipe; 2 - atribuição de vagas de cota de Equipe (s) composta (s); 3 - atribuição de lugares de quotas individuais. Determinação de vagas individuais de cotas e equipes compostas com base no Ranking Olímpico FEI - Salto
  • Datas a definir em 2024: CONs para confirmar o uso de vagas de cota individual e vagas de cota de equipe composta para a FEI.
  • Datas a definir em 2024: FEI para realocar todos os lugares de cota não utilizados.
  • Datas a definir em 2024 (“Prazo do MER”): Prazo para cumprir os requisitos mínimos de elegibilidade. Inscrições indicadas pela FEI.
  • Um dia após o prazo do MER: FEI para receber os Certificados de Capacidade da FEI (combinação de Atleta e Cavalo).
  • 8 de julho de 2024: prazo para inscrições de esportes em Paris 2024.
  • 26 de julho - 11 de agosto de 2024: Jogos Olímpicos de Paris 2024.

Saiba mais sobre o sistema de qualificação para outros esportes que estarão em Paris 2024.

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual