Primeiro dia do Troféu Brasil de Natação tem recordes e índices para o Mundial

Com quebra de recordes brasileiros e índices para o Mundial de Budapeste (Hungria) garantidos, foi uma movimentada segunda-feira no Parque Aquático Maria Lenk durante o primeiro dia do Troféu Brasil de Natação. Destaques para Stephan Stevernik, Jheniffer Conceição, Viviane Jungblut e Guilherme Costa.

Virgílio Franceschi Neto
Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Uma segunda-feira bastante agitada durante o primeiro dia do Troféu Brasil de Natação 2022, no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro, em 4 de abril. Foram quebras de recordes da competição e nacionais, além das conquistas de índices para o Mundial de Budapeste, na Hungria, entre os meses de junho e julho.

LEIA: Troféu Brasil começa nesta segunda e define equipe para Mundial: confira guia do evento

Os destaques foram Stephan Stevernik (Flamengo), Jhennifer Conceição (Pinheiros), Viviane Jungblut (Grêmio Náutico União) e Guilherme Costa (Unisanta), que asseguraram um lugar na equipe brasileira para o Mundial.

O Olympics.com faz um resumo de como foi o dia de abertura do Troféu Brasil.

Jhennifer no Mundial e recordista brasileira

Depois de ter ficado de fora dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, a nadadora do Pinheiros venceu a prova dos 100m peito com 1min07s12, quebrou o recorde brasileiro e assegurou um lugar no mundial da Hungria.

"O ano de 2020 foi bem difícil. Depois de ficar fora dos Jogos Olímpicos, não tive muito tempo para colocar minha cabeça no lugar. Só me dediquei ao máximo e a recompensa veio hoje. Muito feliz com meu resultado e na expectativa por esse Mundial", disse Jhennifer Conceição para o site da CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos).

Também foi destaque no feminino Viviane Jungblut. A atleta do Grêmio Náutico União (Porto Alegre/RS) ganhou os 400m livre com 4min09s52 e carimbou o passaporte para a Hungria. "Eu não imaginava esse índice nos 400m livre. Foi realmente uma surpresa", disse Jungblut para a CBDA.

Stevernik e Costa também garantem vaga

O nadador do Flamengo, Stephan Stevernik, conseguiu pela primeira vez índice para fazer parte da seleção em Campeonato Mundial Absoluto, ao terminar em primeiro nos 400m medley, com 4min16s44.

"Não consigo expressar minha felicidade. Há muito tempo que venho tentando fazer a prova perfeita e agora conseguimos. Meu primeiro Mundial absoluto. É uma felicidade muito grande", disse Stevernik para o site da CBDA.

Guilherme Costa, nadador da Unisanta, também garantiu um lugar na Hungria ao faturar os 400m livre, estabelecendo um recorde no Troféu Brasil de 3min47s42. Na segunda posição ficou Fernando Scheffer (Minas Tênis Clube), medalhista Olímpico em Tóquio 2020, com 3min48s13, que também irá para o mundial de Budapeste.

“É a prova que eu mais treinei para chegar aqui e nadar bem. Não é minha melhor marca, mas foi bom diante dos problemas de saúde que tive no ano passado. Bom ter essa possibilidade para nadar em Budapeste”, disse Costa para a CBDA.

RELEMBRE: Fernando Scheffer conquista primeira medalha da natação brasileira em Tóquio 2020

O segundo dia do Troféu Brasil de Natação

A terça-feira promete grandes emoções no Parque Aquático Maria Lenk, com as eliminatórias a partir das 9:30 e as finais a partir das 18:30 (horário de Brasília). Serão disputadas as seguintes provas, tanto do masculino quanto do feminino:

  • 100m costas
  • 50m borboleta
  • 200m livre

O Troféu Brasil de Natação tem a transmissão do Canal Olímpico do Brasil e da TV CBDA. As finais também terão a transmissão do Sportv 3.

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual