Primeira pessoa publicamente não-binária nos Jogos Olímpicos de Inverno, Timothy LeDuc quer contar histórias diferentes no gelo

LeDuc e sua parceira Ashley Cain-Gribble, dos EUA, estreiam na competição de pares da patinação artística mostrando uma narrativa diferente de 'homem forte e mulher frágil'.

Sheila Vieira
Foto: 2022 Getty Images

Último evento valendo medalhas da patinação artística em Beijing 2022, a competição de pares começa nesta sexta-feira, 18 de fevereiro, costumeiramente com todo o romance de homens e mulheres no gelo.

Desta vez, há um par dos EUA disposto a quebrar as expectativas: Ashley Cain-Gribble e Timothy LeDuc, primeira pessoa publicamente não-binária a participar dos Jogos Olímpicos de Inverno.

"Ashley e eu representamos uma alternativa na patinação de pares, uma narrativa diferente", afirmou LeDuc, que revelou sua não-binariedade em 2019.

"Geralmente vemos uma história 'Romeu e Julieta' ou 'moça frágil e homem forte'. Não há nada necessariamente essencialmente errado com as pessoas fazendo programas românticos, mas às vezes a narrativa é centralizada de uma maneira que não deixa espaço para outras histórias serem contadas ou narrativas de outros pares são vistas como menores ou valendo menos pontos e medalhas", acrescentou Leduc.

"Espero dar mais espaço para que outras histórias sejam contadas na patinação." - Timothy LeDuc

SAIBA MAIS | A diferença entre as competições de pares e dança no gelo na patinação artística

Dois pilares de força

Bicampeões americanos, LeDuc e Cain-Gribble terminaram em terceiro lugar no Grand Prix Skate Canada em 2021. "Nosso mantra que gostamos de falar sobre patinação de pares é que somos 'dois pilares de força'. Quando estamos no gelo, são duas energias iguais trabalhando juntas", comentou Cain-Gribble.

"Quando você olha nossos programas, cada parte deles, nós dois estamos patinando igualmente e trazendo a mesma quantidade de energia e fogo para o programa", acrescentou a patinadora.

O par é treinado por Peter Cain, pai de Cain-Gribble. "Muitas vezes nos disseram que nós não pertencíamos. Só queremos mostrar que todos são parte do esporte e todos podemos nos juntar para fazer algo lindo", afirmou Cain-Gribble.

O programa curto da patinação de pares começa às 7:30 na sexta, horário de Brasília (18:30 no horário de Pequim).

NOTÍCIAS DA PATINAÇÃO ARTÍSTICA POR E-MAIL.

Receba notícias de patinação artística, vídeos, destaques dos Jogos Olímpicos de Inverno e muito mais.