Paris 2024 e as embaixadas "Terre de Jeux 2024" realizam revezamento global de 24 horas no Dia Internacional do Esporte para o Desenvolvimento e pela Paz 

Cerca de 8.000 participantes estarão em um revezamento esportivo, incluindo as medalhistas Olímpicas de ouro Neisi Dajomes e Maria Mutola. O objetivo do revezamento é "ajudar a criar um momento de convivência, irmandade e união construídas em torno do esporte".

Foto: Paris 2024

Em 6 de abril de 2022, Paris 2024 e o Ministério da Europa e de Relações Exteriores da França realizarão um revezamento esportivo de 24 horas ao redor do mundo. O evento, que passará por todos os continentes e fusos horários, terá nomes do mundo do esporte e o público engajando em 30 esportes diferentes, com cerca de 8.000 participantes e 40 países e territórios estrangeiros participando.

O revezamento acontecerá no Dia Internacional do Esporte para o Desenvolvimento e pela Paz, uma ocasião para celebrar a contribuição do esporte de estar à altura dos maiores desafios da humanidade: solidariedade, inclusão, coesão social, educação e saúde.

Ele percorrerá a distância de 22.000 quilômetros, com cada ‘Terre de Jeux 2024’ organizando um evento esportivo de uma hora. Assim que cada evento terminar, o bastão será passado a embaixadas ou departamentos, regiões e territórios franceses (DROM-COM) do próximo fuso horário, até que um revezamento completo de 24 horas seja completado.

Entre os participantes, que incluem atletas sem e com deficiências, haverá 40 estrelas do mundo do esporte, incluindo Neisi Dajomes, a levantadora de peso equatoriana que levou o ouro nos Jogos de Tóquio, e Maria Mutola, a especialista em 800m do atletismo de Moçambique, que competiu em seis Jogos Olímpicos, ganhando o ouro em Sydney 2000.

Neisi Dajomes ganhou o ouro nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020.
Foto: 2021 Getty Images

Unindo o mundo pelo poder do esporte

O presidente de Paris 2024, Tony Estanguet, falou sobre o significado do revezamento como demonstração do poder do esporte de unir as pessoas pelo bem.

"O esporte nos dá a oportunidade de trabalhar juntos, compartilhar coisas, superar nossos limites e, ao fazer isso, sermos melhores juntos".

"Em 6 de abril, cada embaixada e cada território envolvido no revezamento ao redor do mundo ajudará a criar um momento de convivência, irmandade e união construídas em torno do esporte".

"Por meio deste evento inédito e graças ao compromisso de nossas embaixadas, estamos levando a mensagem de Paris 2024 além, transmitindo-a pelo mundo inteiro. Este é o propósito do selo "Terre de Jeux 2024" - trazer as pessoas e os territórios ao redor do mundo para o ímpeto único dos Jogos e do esporte em geral".

Uma das embaixadas que fazem parte do revezamento é a Embaixada da França na Líbia - que até poucos meses atrás não existia. Em Gana, o Embaixador Francês enfrentará Samuel Takyi, medalhista de bronze do peso pena do boxe nos Jogos Tóquio 2020.

A Embaixada da França no Brasil organizará uma corrida de caiaque no Lago Paranoá, em Brasília. A Guiana sediará um revezamento com atletas sem e com deficiência em uma corrida em pé, uma corrida em cadeira de rodas e uma corrida de mountain bike.

A Embaixada da França em Uganda organizará uma corrida para arrecadar fundos para uma ONG que usa o esporte para resgatar jovens que estão sob risco de violência, crime e abuso de substâncias.

Para seguir o revezamento ao redor do mundo, siga Paris 2024 no Twitter.

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual