O que você precisa saber sobre a temporada 2021/22 do combinado nórdico

Grandes nomes como Eric Frenzel, WATABE Akito e Jarl Magnus Riiber estão prontos para se enfrentar novamente. É o começo da temporada da Copa do Mundo de Combinado Nórdico 2021/22, que vai nos levar para os tão aguardados Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022, com início em 4 de fevereiro. Poderá o norueguês Riiber desafiar o domínio da equipe alemã ou Frenzel e Geiger serão capazes de manter a hegemonia?

Foto: 2021 Getty Images

Há alguma outra modalidade que exige tantas habilidades quanto o combinado nórdico? Enquanto outra temporada acena para os atletas de inverno que almejam o ouro nos Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022, é hora de olhar em detalhes para os principais candidatos a medalha.

A temporada 2021/22 do combinado nórdico começa nesta sexta dia 26 de novembro na localidade finlandesa de Ruka, que com frequência é sede de etapas de Copas do Mundo e outros grandes torneios do esporte ao longo do ano.

Aqui estão os principais atletas a serem observados pela temporada que está para começar.

Leia: Uma lenda Olímpica explica: como dominar o combinado nórdico, por Felix Gottwald

Os alemães serão capazes de dominar a competição masculina uma vez mais?

Não seria exagero dizer que os atletas alemães dominaram o combinado nórdico pelos últimos quatro anos. Dos cinco melhores no ranking 2020/21, três deles eram da Alemanha: Vinzenz Geiger (2º), Fabian Riessle (4º) e Eric Frenzel (5º).

Não apenas isso, mas a Alemanha superou a Noruega por 470 pontos e conquistou o primeiro lugar na classificação da Copa das Nações, exibindo sua classe em todas as categorias.

Frenzel é um dos mais bem-sucedidos atletas do combinado nórdico. Três vezes campeão Olímpico, em Pequim no próximo mês de fevereiro ele espera estar no topo do pódio pelos terceiros Jogos seguidos.

Os alemães Weber, Geiger, Riessle e Frenzel, medalhistas de prata no evento por equipes HS106/4x5 Km do Mundial FIS de Esqui Nórdico em Oberstdorf, Alemanha, em Março de 2021
Foto: 2021 Getty Images

Geiger, seu jovem compatriota, espera conquistar o seu primeiro ouro individual, uma vez que é o atual campeão Olímpico em longa distância por equipes nos Jogos de Inverno PyeongChang 2018. O medalhista de prata na competição por equipes do Mundial de 2021 será um daqueles a serem observados por toda a temporada, em especial nos Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022.

A Noruega é o maior medalhista do combinado nórdico na história dos Jogos, mas sequer conquistou uma medalha de ouro nos Jogos passados, em PyeongChang. No entanto, a jovem estrela norueguesa e campeão mundial, Jarl Magnus Riiber, é a esperança do país para estragar a festa alemã nesta nova temporada.

Riiber, que ganhou duas medalhas de ouro e duas de prata no Mundial de 2021, ofuscou Geiger e o japonês WATABE Akito, para alcançar o topo da classificação geral no último ano. Será uma dura tarefa superar Riiber nesta temportada, uma vez que o norueguês possui um misto de juventude com experiência de alto nível.

No entanto, não se pode desconsiderar Watabe, que será um dos competidores mais experientes dos Jogos Olímpicos de Inverno. É preciso ficar atento a grandes duelos pelo ouro no individual de pista longa, especialmente no que vai ser o principal evento do calendário esportivo: Beijing 2022.

No evento por equipes, a luta pela hegemonia entre os dois países mais bem-sucedidos da história Olímpica do esporte: Noruega e Alemanha. Enquanto a Noruega tem o direito de se gabar em termos de contagem de medalhas, seus rivais alemães dominaram o evento por equipes na última temporada e também em PyeongChang 2018. Com a presença do poderoso Riiber nas suas fileiras, os noruegueses esperam tirar a Alemanha - atual campeã Olímpica - para fora do caminho rumo ao ouro.

Não se pode descartar Áustria e Japão nos eventos por equipes, uma vez que eles podem desafiar as tradicionais potências da modalidade.

Riiber (NOR) e Watabe (JPN) no combinado nórdico
Foto: 2021 Getty Images

Todos de olho em Geraghty-Moats e Hansen

A primeira Copa do Mundo feminina de combinado nórdico foi disputada na temporada 2020/21 e produziu momentos espetaculares de esqui e de saltos através das melhores atletas do mundo.

Mesmo a competição entre as mulheres não sendo parte dos Jogos de Inverno, podemos esperar por disputas eletrizantes na Copa do Mundo e no Mundial. A norte-americana Tara Geraghty-Moats é uma das mais talentosas atletas do combinado nórdico no mundo e a sua ascensão nos últimos dois anos foi nada menos que meteórica.

Ela tem competido em provas internacionais do biatlo, esqui cross country, salto de esqui e combinado nórdico, sendo esta última modalidade em que tem tido os melhores resultados. Primeira vencedora de sempre de uma Copa do Mundo de combinado nórdico, ela é nome certo como grande favorita nessa nova temporada.

As norueguesas Hansen em primeiro, Mari Lund em segundo e Marte Lund em terceiro lugar durante o Mundial FIS de Esqui Nórdico em Oberstdorf, Alemanha, Fevereiro de 2021.
Foto: 2021 Getty Images

Com a sua vitória no mundial na Alemanha em 2021, a sensação juvenil Gyda Westvold Hansen (NOR) surpreendeu a todos ao se tornar a primeira campeã mundial de combinado nórdico, ficando à frente das compatriotas as irmãs - Mari e Marte Leinan Lund.

O trio norueguês representa um sério risco ao domínio de Geraghty-Moats, que buscará conquistar sua primeira medalha em um Mundial nesta temporada.

As norueguesas Hansen, Mari Lund e Marte Lund, as três primeiras colocadas do Mundial FIS de Esqui Nórdico, em Oberstdorf, Alemanha, em fevereiro de 2021.
Foto: 2021 Getty Images

Calendário do combinado nórdico 2021/22

  • 25-28 de novembro de 2021: Ruka (Finlândia) – Copa do Mundo
  • 2-5 de dezembro de 2021: Lillehammer (Noruega) – Copa do Mundo
  • 10-12 de dezembro de 2021: Otepaa (Estônia) – Copa do Mundo
  • 16-19 de dezembro de 2021: Ramsau (Áustria) – Copa do Mundo
  • 18-19 de dezembro de 2021: Ruka (Finlândia) – Copa Continental
  • 6-9 de janeiro de 2022: Val di Fiemme (Itália) – Copa do Mundo
  • 14-16 de janeiro de 2022: Klingenthal (Alemanha) – Copa do Mundo
  • 21-23 de janeiro de 2022: Planica (Eslovênia) – Copa do Mundo
  • 27-30 de janeiro de 2022: Seefeld (Áustria) – Copa do Mundo
  • 5-17 de fevereiro de 2022: Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual