O que nós aprendemos: resumo do Vôlei de Praia nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Nós damos uma olhada nos momentos mais memoráveis do Vôlei de Praia em Tóquio 2020, recapitulamos quem levou as medalhas, e o que podemos esperar de Paris 2024. 

Foto: 2021 Getty Images

O Vôlei de Praia certamente não falhou em entregar grandes momentos em Tóquio 2020, em 2021.

A competição, marcada por suas surpresas e reviravoltas, provou que na Arena Olímpica quase tudo pode acontecer.

No evento masculino, Anders Mol, de 24 anos, e Christian Sorum, de 25, fizeram história ao conquistar o ouro nas areias do Japão. Com a perspectiva de uma competição repleta de talentos, os dois noruegueses marcharam pelo torneio aparentemente imperturbáveis.

Não houve um único medalhista do Rio 2016 nas fases finais da competição, nem ao menos os campeões do Brasil, que não conseguiram passar da quarta de final.

Na competição feminina, a veterana norte-americana April Ross e a parceira Alix Klineman levaram para casa o ouro, depois de um desempenho olímpico quase impecável. A dupla perdeu apenas um set no caminho para o título Olímpico.

A seguir, vamos dar uma olhada nos momentos mais memoráveis, recapitulamos quem levou as medalhas e dizemos o que podemos esperar das Olimpíadas de Paris 2024.

Os Top 5 Melhores Momentos do Vôlei de Praia em Tóquio 2020

1- April Ross finalmente consegui sua coroa

Depois de ganhar prata em Londres 2012, e bronze no Rio em 2016, a estrela americana April Ross finalmente conseguiu completar sua coleção de medalhas com um ouro em Tóquio 2020.

Com uma nova parceira a seu lado, a estreante olímpica Alix Klineman, a dupla foi apelidada de "A-Team" e teve uma partida impressionante na final para garantir que o título Olímpico fosse delas.

A própria Klineman tinha uma vantagem pessoal para levar consigo para a competição.

Por três vezes, a jogadora de vôlei, conhecida por suas habilidades de bloqueio, tentou entrar no elenco olímpico do time de Vôlei. Quando ela se decepcionou novamente, Klineman se juntou à Ross e as duas nunca mais olharam para trás.

Alix Klineman e April Ross
Foto: 2021 Getty Images

2- As jovens armas da Noruega prevalecem

Antes de entrar na competição, sempre foi a aspiração de Anders Mol de terminar entre os oito primeiros. Sua mãe, que havia competido em Atlanta 1996, ficou em nono lugar - superá-la era seu objetivo.

Quando ele e o parceiro Christian Sorum chegaram às quartas de final, eles já sabiam que haviam feito algo excelente. Então veio a chance de levar o maior prêmio de todos.

A final em si foi perfeitamente preparada para um drama esportivo.

Os melhores atletas da Noruega enfrentaram os atuais campeões do mundo do ROC.

Nem mesmo a chuva intermitente conseguiu segurar os tricampeões europeus. Eles fizeram uma partida dominante para derrotar Viacheslav Krasilnikov e Oleg Stoyanovskiy por 21-17 21-18, levando o ouro.

A medalha não foi apenas a primeira da Noruega, Mol e Sorum são agora a dupla masculina mais jovem de todos os tempos a ganhar uma medalha de ouro no Vôlei de Praia.

Christian Sorum e Anders Mol
Foto: 2021 Getty Images

3- As australianas atordoam as número um do mundo nas quartas de final

Mariafe Artacho del Solar e Taliqua Clancy deixaram o Japão com a medalha de prata e depois foram totalmente derrotadas por Ross e Klineman, mas a dupla certamente ainda provou o seu valor durante competição feminina.

Uma das suas maiores conquistas, sem sombra de dúvida, foi sua vitória sobre as número um do mundo, Sarah Pavan e Melissa Humana-Paredes do Canadá.

A dupla eliminou as favoritas à medalha com estilo. Demorou apenas 56 minutos para as australianas mandarem embora a outra dupla depois de derrotarem elas por 2-1 (21-15 19-21 15-12).

Mariafe Artacho del Solar
Foto: 2021 Getty Images

4- A primeira medalha do Catar no Vôlei de Praia

Não foi só a Noruega que ganhou a sua primeira medalha no Vôlei de Praia em Tóquio.

Cherif Younousse e Ahmed Tijan derrotaram a Letônia por 21-12 21-18 na partida pela medalha de bronze para garantir que elas levassem para casa a primeira medalha Olímpica de seu país.

As catarenses pareceram fortes durante a competição, conquistando vitórias consistentes durante a competição ao caminho da zona das medalhas. Entretanto, um tropeço contra Viacheslav Krasilnikov e Oleg Stoyanovskiy nas semifinais significaram que elas ficariam aquém da luta pela medalha de ouro.

Cherif Younousse e Ahmed Tijan
Foto: 2021 Getty Images

5- Um torneio estelar para os estreantes da Letônia

Apesar da dupla da Letônia Tina Graudina e Anastasija Kravcenoka não terem conseguindo uma medalha, as duas podem deixar o Japão com a cabeça erguida. Afinal, elas fizeram história durante todo o caminho.

Apenas com as classificatórias elas já quebraram um recorde. As duas se tornaram as primeiras mulheres da Letônia a competirem nos Jogos Olímpicos no Vôlei de Praia.

Que Graudina and Kravcenoka tenham progredido na competição para acabarem na partida pela medalha de bronze mesmo nunca terem ganhado nenhuma medalha foi algo realmente impressionante.

Tina Graudina
Foto: 2021 Getty Images

Uma para se ficar de olho

Jacob Gibb, de 45 anos de idade, dos EUA finalmente fez sua quarta e última aparição Olímpica em Tóquio 2020.

O veterano do Vôlei de Praia anunciou que está terminando sua carreira Olímpica depois que ele e seu parceiro Tri Bourne perderam para Julius Thole e Clemens Wickler da Alemanha na oitava de final.

Em suas duas primeiras partidas olímpicas em Pequim 2008 e em Londres 2012, ele alcançou o quinto lugar. No Rio 2016, ele não se saiu tão bem depois de ser eliminado da fase em grupo.

Jacob Gibb 
Foto: 2021 Getty Images

Olá Paris

Com a idade ao lado da dupla norueguesa Mol e Sorum, as duas já parecem ser as maiores ameaças às medalhas em Paris 2024.

E com o palco do Vôlei de Praia pronto para ser erguido logo abaixo da Torre Eiffel - o marco mais icônico da França - os medalhistas de ouro não serão os únicos ansiosos a carimbar seus ingressos em Paris daqui três anos.

Quando e onde assistir os replays do Vôlei de Praia no Olympics.com?

A resposta é: olympics.com/tokyo2020-replays

Onde os atletas do Vôlei de Praia irão competir em seguida?

Você consegue encontrar seus jogadores de Vôlei de Praia prediletos nas finais Vôlei de Praia Mundial em Cagliari (6-10 outubro) ou no Circuito Mundial de Vôlei de Praia FIVB 2021 que acontecerá em junho de 2022 em Roma, na Itália.

Lista completa de medalhas do Vôlei de Praia em Tóquio 2020

Evento Feminino

Ouro: Alix Klineman and April Ross (USA)

Prata: Taliqua Clancy and Mariafe Artacho del Solar (AUS)

Bronze: Joana Heidrich and Anouk Verge-Depre (SUI)

Evento Masculino

Ouro: Anders Mol and Christian Sørum (NOR)

Prata: Viacheslav Krasilnikov and Oleg Stoyanovskiy (ROC)

Bronze: Cherif Younousse and Ahmed Tijan (QAT)

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual