Novak Djokovic viu passar o trem do Grand Slam… e do ouro Olímpico

Um mês e meio após perder a medalha de bronze em Tóquio 2020, sérvio perdeu o US Open para Daniil Medvedev e adiou o sonho do 21º torneio do Grand Slam conquistado.

Gonçalo Moreira
Foto: Robert Deutsch-USA TODAY Sports/File Photo

Tem sido longa a reta final da temporada para Novak Djokovic, que do verão de 2021 não guardará as melhores memórias. Ano Olímpico é sempre especial e só um evento icónico como os Jogos é capaz de levar os atletas a um nível de superação quase único nas suas carreiras.

O número um mundial ganhou o Australian Open, Roland Garros e Wimbledon, igualando Raael Nadal e Roger Federer com 20 Grand Slams conquistados. O US Open estava perto, mas o dourado da medalha Olímpica desviou Djokovic para Tóquio 2020 para tentar o Golden Slam que só Stefi Graf conseguiu em Seul 1988. Após o bronze em Beijing 2008, graças a triunfo sobre James Blake, o imparável sérvio só pensava na medalha de ouro.

A derrota contra Alexander Zverev atirou Nole para a disputa pelo bronze e deixou marcas no campeão sérvio, que voltou a perder para Pablo Carreño, saindo do Japão sem medalhas. Em retrospectiva, Tóquio 2020 representou o primeiro set perdido por Novak Djokovic no US Open.

Para trás ficavam 22 vitórias consecutivas e 37 encontros disputados em uma época longa já antes de Tóquio 2020. Tudo isso pesou no corpo e na mente de Djokovic em Flushing Meadows, Nova Iorque, onde caiu na final perante Daniil Medvedev por triplo 6-4.

Abatido, deixou no ar um possível adeus: “Para ser honesto, não tenho nenhum plano. Não sei se vou jogar em algum sítio. Agora mesmo, a minha mente só pode estar aqui em Nova Iorque.”

Com 85 torneios ganhos, aos 34 anos, o histórico do sérvio ficou privado de um Grand Slam que teria permitido igualar uma lenda como Rod Laver – o último a vencer os quatro maiores eventos do ténis mundial em 1962 e 1969. Pelo contrário, Medvedev, de 25 anos, venceu o primeiro torneio deste nível e tirou o mau sabor de boca após perder contra Djokovic o Australian Open.

Por agora o recorde fica adiado, Djokovic continua na companhia de Nadal e Federer com 20 títulos ganhos em torneios do Grand Slam.