Momentos de ouro de Beijing 2022

Os Jogos Olímpicos de Inverno têm sido uma vitrine espetacular do esporte, com atletas de todo mundo aproveitando a ocasião para produzir momentos de ouro inesquecíveis. O Olympics.com traz pra você uma seleção dos destaques mais emocionantes de alguns dos atletas que mais brilharam em Beijing 2022. 

Foto: 2022 Getty Images

Os Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022 chegaram ao fim, mas o legado deste evento que aconteceu durante duas semanas gloriosas na Republica Popular da China vai durar uma vida inteira.

Os últimos 16 dias foram abrilhantados com momentos de ouro, enquanto atletas de todas as partes do globo demonstravam suas habilidades, talento, e tenacidade no maior palco esportivo do mundo - ao mesmo tempo continuando a provar através de atos de amizade e solidariedade que juntos somos mais fortes.

De novos nomes entrando na cena Olímpica a competidores experientes que provam o ditado de que a experiência conta, é hora de relembrar alguns dos mais memoráveis momentos dos Jogos, enquanto o mundo diz adeus e obrigado a Beijing 2022.

Chloe Kim triunfa no snowboard halfpipe

A estrela americana de snowboard Chloe Kim entrou em Beijing 2022 como a mais jovem atleta a ganhar um ouro Olímpico no snowboard depois de ter conquistado o título de halfpipe em PyeongChang 2018. A pergunta na boca de todo mundo era poderia ela fazer isso novamente? A multidão não teve que esperar muito por uma resposta, já que Kim marcou 94.00 pontos gigantescos em seu primeiro percurso para levar o ouro.

Nathan Chen conquista o ouro na patinação livre de patinação artística

Após o desgosto em PyeongChang 2018, onde seus tropeços no programa curto acabaram com suas esperanças de uma medalha, o americano Nathan Chen esperava fazer um retorno de ouro em Beijing 2022.

Após um recorde mundial (maior pontuação) no programa curto, ele conseguiu 113.97 pontos, Chen seguiu com uma celebração de demonstração de talento na patinação livre, onde ele patinou para o ouro ao som de “Rocketman” de Elton John.

Ailing (Eileen) Gu impressiona com o heroísmo no halfpipe

Talvez a maior estrela de todos os Jogos Olímpicos de Inverno, cada movimento (e até mesmo refeição) de Ailing (Eileen) Gu da República Popular da China foi seguida com o tipo de fervor reservado apenas às celebridades mais amadas.

Gu já tinha ganhado ouro e prata no esqui estilo livre big air e slopestyle respectivamente antes de pisar nas pistas da competição de halfpipe.

Ela poderia fazer isso novamente? Claro que sim. Com 95.25 pontos no seu segundo percurso, a super estrela de 18 anos fez história como a primeira esquiadora de estilo livre a ganhar três medalhas em três eventos diferentes nos Jogos Olímpicos de Inverno.

Suzanne Schulting define tempos escaldantes na patinação de velocidade

A neerlandesa Suzanne Schulting está rapidamente se tornando uma lenda no esporte da patinação de velocidade - e com apenas 24 anos. Seu momento de coroação dos Jogos foi a final dos 1000m, evento em que já havia batido o recorde mundial nas quartas. Em uma final emocionante da competição, a corrida da patinadora neerlandesa para a linha de chegada a fez ganhar o ouro pelo comprimento de uma lâmina.

Papadakis/Cizeron surpreendem o mundo com o ouro de dança no gelo

A expectativa em torno de Gabriella Papadakis e Guillaume Cizeron já havia atingido o auge no período que antecedeu a competição Olímpica de patinação artística no gelo. Ainda assim, poderia haver poucos que esperavam testemunhar a combinação de habilidade e elegância que exibiam enquanto patinavam para o ouro. Seu desempenho vencedor de medalhas estabeleceu um novo recorde mundial (maior pontuação) de 226,98, enquanto deslizavam graciosamente sobre os anéis Olímpicos.

Alex Hall se destaca pelo ouro no esqui estilo livre slopestyle

O esquiador americano de estilo livre Alex Hall não gosta de fazer as coisas estritamente dentro das regras. No entanto, a inovação e criatividade que ele exibiu em uma primeira corrida que desafia a física na final masculina de slopestyle foi além das expectativas mais loucas dos fãs.

“Este foi definitivamente o melhor percurso de slopestyle que eu já fiz, principalmente porque incorporou tudo que eu amo no esqui e como eu abordo isso e eu não me afastei disso para tentar e talvez obter pontuações maiores. Contou Hall ao Olympics.com após o evento.

Quentin Fillon Maillet ganha o ouro no biatlo 20km e muito mais

O francês Quentin Fillon Maillet teve um Beijing 2022 estrelar para os padrões de qualquer pessoa. Duas medalhas de ouro e três de prata foram suficientes para catapultá-lo para a história do biatlo, já que o jogador de 29 anos se tornou o primeiro atleta do esporte a ganhar cinco medalhas Olímpicas.

Arianna Fontana se torna a atleta Olímpica de inverno mais condecorada da Itália

A estrela da patinação de velocidade em pista curta da Itália, Arianna Fontana, começou sua campanha em Beijing 2022 precisando de duas medalhas para igualar o recorde como a atleta Olímpica italiana de inverno mais condecorada de todos os tempos. Não só ela fez isso, mas também superou a marca com uma prata nos 1500m que a colocou em uma liga só sua com 11 medalhas Olímpicas de inverno.

Ayumu Hirano vai onde nenhum snowboarder foi antes

O snowboarder japonês Ayumu Hirano inaugurou uma nova era na competição Olímpica de snowboard quando acertou um par de triple corks na final do halfpipe masculino. Depois de pratas consecutivas em PyeongChang e Sochi, ele finalmente subiu ao degrau mais alto do pódio. E cara, ele fez isso em grande estilo.

Max Parrot ganha um glorioso ouro no snowboard slopestyle

A história da estrela canadense de snowboard Max Parrot é uma das maiores da história Olímpica. Após ser diagnosticado com câncer chamado linfoma de Hodgkin no final de 2018, o canadense enfrentou um longo caminho de volta à saúde, sem falar no palco esportivo de elite. No entanto, na final masculina de slopestyle de Beijing 2022, Parrot obteve uma pontuação inigualável de 90,96 para completar um retorno incrível e conquistar o ouro Olímpico.

Su Yiming emociona os anfitriões no big air masculino de snowboard

Os anfitriões dos Jogos Olímpicos de Inverno tiveram algo especial para comemorar na final do big air de snowboard, quando Su Yiming conquistou a primeira medalha de ouro de snowboard para a República Popular da China. Um par de enormes 1800 (frente e verso) em suas duas primeiras descidas foi suficiente para ver o jovem de 17 anos vencer a concorrência de competidores experientes Mons Roisland e Max Parrot e conquistar seu lugar no topo do pódio Olímpico.

Estes vídeos estarão disponíveis nos EUA a partir do dia 2 de março (00:01 PST|03:01 EST).

ASSINE PARA PARTICIPAR AINDA MAIS!

Receba notícias de snowboard, vídeos, destaques dos Jogos Olímpicos de Inverno e muito mais.