Basquete: Kevin Durant MVP no ouro Olímpico dos EUA em Tóquio 2020

EUA venceram a França por 87-82 com 27 pontos e 6 rebotes da estrela Kevin Durant. É o quarto ouro consecutivo no basquete masculino Olímpico para os EUA.

Gonçalo Moreira
Foto: Kevin C. Cox/Getty Images

Em uma partida de 40 minutos, podemos contar a história da final Olímpica do basquete masculino de Tóquio 2020 pegando apenas nos últimos cinco minutos. Até então a França fez o mais difícil e sobreviver no primeiro tempo a uma defesa asfixiante dos EUA, saindo para o intervalo somente cinco pontos atrás dos norte-americanos (44-39).

O ouro foi decidido no quarto período. Um parcial de 10-2 para a França relançou o jogo. A França foi um bloco unido, trabalhador na defesa, explorando ações ofensivas na zona quatro, “Les Bleus” deram uma lição de como nunca baixar os braços mesmo correndo sempre atrás do placar.

Placar que chegou a 73-70, mas aí apareceu Damian Lillard (11 pontos/3 assistências) metendo bolas de todas as zonas da quadra. A França entrou em ataques frenéticos, posses de bola curtas, pouco trabalhadas e contra os norte-americanos as precipitações são penalizadas. Rudy Gobert errou dois lances livres [os europeus terminaram com 11 lances livres falhados] e na resposta Jayson Tatum anotou de três e os EUA fugiram para 82-72 com três minutos no cronômetro.

No “crunch time” nenhum dos times teve sangue frio. Os EUA mantiveram a França em jogo graças a dois lances livres falhados por Lillard e uma recuperação do francês Frank Ntilikina nos últimos 20 segundos. Um jogo de 10 pontos se transformou em um 85-82 de loucos! Enquanto foi possível sonhar, a França sonhou, mas como quase sempre acontece, no basquete são 5x5 e no final ganham os EUA.

Kevin Durant cumpriu a sua missão em Tóquio 2020 e foi o MVP da final com 27 pontos/6 rebotes, saindo dos Jogos com a terceira medalha de ouro e igualando Carmelo Anthony como tricampeão. Um dos melhores técnicos da história, Greg Popovich, coloca a cereja no topo do bolo com um ouro Olímpico para somar aos cinco anéis de campeão da NBA.

Os EUA terminam campeões em Tóquio 2020, sem deixar na quadra o perfume que marcou a geração de Barcelona 1992, mas é injusto comparar qualquer time com o Dream Team. Após perder contra Austrália e Nigéria na preparação para os Jogos Olímpicos, finalizam o torneio sem qualquer derrota e vencendo o quarto ouro consecutivo fechando em 87-82 contra uma grande França que teve em Evan Fournier e Rudy Gobert seus melhores marcadores com 16 pontos cada.

Confira os parcias da final Olímpica do basquete masculino em Tóquio 2020.

  • 1º quarto: EUA 22-18 França
  • 2º quarto: EUA 22-21 França
  • 3º quarto: EUA 27-24 França
  • 4º quarto: EUA 19-16 França
Rudy Gobert pressionado por Kevin Durant e Damian Lillard na final Olímpica
Foto: Ezra Shaw/Getty Images

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual