História feita! A competição de ginástica artística em Tóquio 2020 foi repleta de momentos nunca antes vistos no esporte.

SUNI LEE DOS U.S E HASHIMOTO Daiki conquistaram as duas medalhas no esporte no individual geral, coroados como os melhores ginastas do mundo.

Foto: 2021 Getty Images

Ginástica artística em Tóquio foi cheia de twists e voltas – literalmente. Aqui está nosso resumo

Os cinco melhores momentos da ginástica artística em Tóquio 2020

1. ROC ganha medalha de ouro no masculino e feminino por equipes. Nas duas primeiras medalhas de ginástica artística, ROC levou para casa os dois ouros, configurando jogos de sucesso. O time masculino não vencia desde Atlanta 1996, enquanto a equipe unificada ganhou o ouro no feminino em 1992.

2. Após se retirar da equipe feminina depois da primeira apresentação, Simone Biles da equipe americana, uma conversa mundial sobre saúde mental. Embora ela tenha ficado de fora da final do individual geral e disputa por medalha em três aparelhos, a campeã olímpica Rio 2016 teve um retorno triunfal no último dia da ginástica artística conquista o bronze na trave.

3. HASHIMOTO Daiki dá continuidade ao legado japonês. O adolescente seguiu os passos de UCHIMURA Kohei, dando ao seu país o terceiro título consecutivo no individual geral nos Jogos Olímpicos. Dias depois, ele adicionou mais uma medalha de ouro na barra fixa.

4. A brasileira Rebeca Andrade conquistou uma histórica medalha de ouro, levando o título olímpico na final do Salto Feminino. Ela é a primeira mulher do seu país a ganhar ouro na competição de ginástica artística, e a segunda brasileira a competir. Sua medalha de prata no individual geral foi a primeira de uma sul americana. Andrade foi a porta bandeiras do Brasil na cerimônia de encerramento.

5. Max Whitock defendeu seu título Rio 2016 no cavalo com alças, dando a si mesmo sua terceira medalha nos Jogos Olímpicos e sua sexta no geral.

Uma última olhada

.A legendária Oksana Chusovitina competiu sua oitava olimpíada e – o que ela promete- serão seus últimos jogos olímpicos em Tóquio. A ginasta de 46 anos foi parte da equipe unificada que ganhou ouro em 1992 nos Jogos de Barcelona, evento que aconteceu 11 anos antes do nascimento da campeã olímpica dos Jogos Tóquio 2020, a americana Suni Lee.

Olá, Paris

Embora não estivesse nos Jogos, ela deve ter sonhado com isso, a russa Viktoria Listunova promete ser umas das a serem assistidas nos próximos anos. A ginasta de 16 anos fez sua grande estreia internacional no começo de 2021, conquistando o título europeu no individual geral.

Para os homens, o japonês KITAZONO Takeru, que ganhou cinco medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude em 2018, também tem um futuro promissor pela frente.

Onde e quando assistir os replays da ginástica artística no Olympics.com?

Quer reviver a mágica da competição da ginástica artística em Tóquio 2020? Nós mantemos você na cobertura: olympics.com/tokyo2020-replays

Simone Biles
Foto: 2021 Getty Images

Quando Suni Lee e HASHIMOTO Daiki competem novamente?

O mais novo astro japonês da ginástica artística HASHIMOTO Daiki diz que planeja competir no Campeonato Mundial de Ginástica Artística em Outubro, onde ele espera ganhar o ouro mundial.

A campeã do individual geral Suni Lee não sinalizou sua intenção de competir no mundial em 2021, mas disse aos repórteres que espera um retorno para as competições mundiais em 2022 ou 2023. Ela não descartou outra competição nos Jogos Olímpicos.

Medalhistas da Ginástica Artística em Tóquio 2020

Feminino:

Equipes:

OURO: ROC

PRATA: USA

BRONZE: GBR

Individual Geral:

OURO: Suni Lee (USA)

PRATA: Rebeca Andrade (BRA)

BRONZE: Angelina Melnikova (ROC)

Salto

OURO: Rebeca Andrade (BRA)

PRATA: Mykayla Skinner

BRONZE: YEO Seo-jeong (KOR)

Barras Assimétricas

OURO: Nina Derwael (BEL)

PRATA: Anastasia Ilyankova (ROC)

BRONZE: Suni Lee (USA)

Trave de Equilíbrio

OURO: GUAN Chenchen

PRATA: TANG Xijing

BRONZE: Simone Biles

Solo

OURO: Jade Carey (USA)

PRATA: Vanessa Ferrari (ITA)

BRONZE: MURAKAMI Mai (JPN), Angelina Melnikova (ROC)

Masculino:

Equipes:

OURO: ROC

PRATA: JPN

BRONZE: CHN

Individual Geral:

OURO: HASHIMOTO Daiki (JPN)

PRATA: XIAO Ruoteng (CHN)

BRONZE: Nikita Nagornyy (ROC)

Solo

OURO: Artem Dolgopyat (ISR)

PRATA: Rayderley Zapata (ESP)

BRONZE: XIAO Ruoteng (CHN)

Cavalo com Alças:

OURO: Max Whitlock (GBR)

PRATA: LEE Chih-kai (TPE)

BRONZE: KAYA Kazuma (JPN)

Argolas:

OURO: LIU Yang (CHN)

PRATA: YOU Hao (CHN)

BRONZE: Eleftherios Petrouinas

Salto:

OURO: SHIN Jea-hwan (KOR)

PRATA: Denis Ablyazin (ROC)

BRONZE: Artur Davytana (ARM)

Barras Paralelas:

OURO: ZOU Jingyuan (CHN)

PRATA: Lukas Dauser (GER)

BRONZE: Ferhat Arican (TUR)

Barra Fixa:

OURO: HASHIMOTO Daiki (JPN)

PRATA: Tin Srbic (CRO)

BRONZE: Nikita Nagornyy (ROC)