Filipinho mantém liderança da Liga Mundial de Surfe em retorno de Gabriel Medina

Filipe Toledo terminou em segundo lugar etapa da Indonésia do Championship Tour, em G-Land. Participando pela primeira vez no ano, Gabriel Medina terminou em terceiro. Entre as mulheres, Tatiana Weston-Webb ficou nas semifinais. Próxima etapa acontece em El Salvador, a partir do próximo fim de semana.

Virgílio Franceschi Neto
Foto: 2022 World Surf League

Filipe Toledo terminou em segundo lugar a etapa de G-Land, na Indonésia, do Championship Tour (CT) da Liga Mundial de Surfe (WSL) desta temporada. Na bateria final, no sábado, Jack Robinson (AUS) levou a melhor nos últimos momentos, obtendo o seu segundo título seguido. Filipinho, como é conhecido, com o resultado manteve a liderança do circuito com 32.240 pontos, seguido de perto pelo australiano, com 32.160.

Depois de um período de ausência, o tricampeão mundial Gabriel Medina voltou a competir e mostrou toda a sua força, terminando em terceiro lugar, ao ser superado também por Robinson nos instantes finais da bateria.

LEIA | Gabriel Medina confirma retorno às competições após lidar com depressão: 'Aprendi bastante nesse tempo'

Entre as mulheres, a brasileira Tatiana Weston-Webb caiu nas semifinais. A vitória em G-Land foi para a francesa Johanne Defay, que na final foi melhor que a campeã Olímpica Carissa Moore, que voltou à primeira posição geral do circuito.

Título da etapa escapou no último minuto

Na decisão da bateria final, Filipinho tinha melhor parcial quando Jack Robinson encarou a última onda, garantindo uma pontuação de 13,50 contra 13,16 do brasileiro. Robinson já tinha evitado uma final 100% brasileira, depois de ter derrotado Gabriel Medina na semifinal. Apesar do segundo lugar, Filipe Toledo manteve a liderança do Championship Tour de 2022.

"Essa foi a primeira vez que venho para cá e agradeço a todos que trabalharam tanto para nos proporcionar essa ótima experiência aqui. Estou feliz por estar na posição que estou e espero continuar lutando, dando o meu melhor e fazendo tudo o que posso para manter a lycra amarela (dada ao líder do CT) até o fim da temporada", disse Toledo para o site da Liga Mundial de Surfe (World Surf League - WSL).

Medina parou na semifinal

Assim como a vitória de Filipinho foi tirada dele no fim, a presença de Gabriel Medina na decisão em G-Land também foi-lhe arrancada nos últimos instantes, também pelo mesmo Robinson. Depois de meses sem competir, o tricampeão mundial retornou nesta etapa da Indonésia e avançou para as semifinais, após vencer o compatriota Jadson André.

Na bateria seguinte - contra o australiano e valendo vaga na final -, nas últimas ondas Medina garantiu uma nota 7,00, mas Robinson obteve 7,83 e, com isso, um lugar na finalíssima.

"Até a próxima, G-Land. Foi irado!!! Simbora", escreveu Medina em suas redes sociais.

Weston-Webb também foi semifinalista

G-Land, na Indonésia, fez a sua estreia no calendário do CT feminino. Nesta primeira edição, a brasileira Tatiana Weston-Webb avançou para a semifinal após ter sido melhor que a norte-americana Lakey Peterson, nas quartas. Na fase seguinte, que valia vaga na decisão, a pentacampeã do mundo Carissa Moore (Havaí) pegou melhores ondas que Weston-Webb e fez 13,83, contra 7,50 da brasileira.

Na grande final a havaiana foi superada pela francesa Johanne Defay, campeã ao terminar a bateria com 14 pontos, contra 13,33 de Moore que, mesmo com o segundo lugar em G-Land, reassumiu a liderança do circuito com 32.095 pontos. A costarriquenha Brisa Hennessy, que era a líder, foi eliminada nas quartas de final pela australiana Bronte Macaulay, o que a impediu de manter-se no topo da classificação geral do CT.

Próxima etapa: El Salvador

Os melhores surfistas do mundo voltam a se encontrar na próxima etapa do CT, entre os dias 12 e 20 de junho, em Punta Roca, El Salvador. Na semana seguinte será a vez de Saquarema, no Rio de Janeiro. Ainda restam cinco etapas para o fim da temporada do Championship Tour de 2022.

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual