Falta um mês para Beijing 2022: 30 jovens para seguir nos Jogos Olímpicos de Inverno

Com apenas um mês para Beijing 2022, o Olympics.com apresenta 30 jovens forças que você deve acompanhar em cada esporte dos Jogos Olímpicos de Inverno a partir de 4 de fevereiro de 2022.

Emma Hingant
Foto: Getty Images

Os Jogos Olímpicos Beijing 2022 que acontecem entre 4 e 20 de fevereiro, serão a oportunidade para assistir aos melhores atletas do planeta competirem em 15 modalidades.

Alguns contam com a juventude a favor e farão as suas estreias em Jogos. Com apenas 30 dias para o início, o Olympics.com reuniu nomes de 30 jovens atletas (15 mulheres e 15 homens) para acompanhar durante os Jogos Olímpicos neste ano.

Leve em conta que as listas de atletas selecionados não são ainda oficiais.

BRASIL | Clique aqui para saber quais brasileiros devem estar em Pequim

Esqui alpino

  • Alice Robinson (NZL), 20

Embora tenha completado 20 anos apenas no começo de dezembro, ela já conquistou cinco pódios de Copa do Mundo (incluindo três vitórias), o que é bastante impressionante em um esporte em que os atletas geralmente começam a perceber os benefícios do seu trabalho por volta dos 25 anos de idade, depois de terem adquirido experiência no circuito da Copa do Mundo.

  • Lucas Braathen (NOR), 21

Norueguês com raízes brasileiras, Lucas já mostrou o seu talento precoce, ao conquistar a etapa de abertura da temporada da Copa do Mundo 2020/21 em Soelden, no ano passado.

Biatlo

  • Elvira Oeberg (SWE), 22

A irmã da campeã Olímpica dos 15km individual do biatlo, Hanna Oeberg, ficou em 12º no ranking geral da Copa do Mundo em 2020/21 e faturou a prata no sprint em Oestersund, em dezembro. Ela é uma das mais rápidas atletas do biatlo do circuito.

  • Sebastian Samuelsson (SWE), 24

Sebastian é o atual medalhista Olímpico de prata na prova de perseguição e de ouro no revezamento, quando tinha apenas 20 anos. O sueco faturou as duas primeiras provas do sprint desta temporada 2021/2022 em casa (Östersund) e é considerado forte favorito em todos os eventos do biatlo em Beijing 2022.

Bobsled

  • Laura Nolte (GER), 23

Medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude Lillehammer 2016, Nolte tornou-se campeã europeia de 2021 no evento do trenó de duas atletas. Ela ainda tem duas medalhas de bronze no campeonato mundial também no trenó de duas atletas e no monobob.

  • Michael Vogt (SUI), 24

O piloto suíço foi campeão mundial júnior em janeiro de 2021 no trenó de quatro atletas. Ele conquistou três pódios nesta temporada da Copa do Mundo 2020/21 no trenó de dois homens, incluindo um em que ficou à frente do experiente alemão Johannes Lochner.

Esqui cross-country

  • Frida Karlsson (SWE), 22

Na ausência da sua compatriota, Linn Svahn, que se recupera de uma lesão no ombro, Karlsson pode ser a revelação sueca para acompanhar na modalidade. Ela conquistou seis medalhas em dois campeonatos do mundo: uma de ouro (no revezamento por equipes), três de prata (no clássico, no estilo livre 10km e no skiathlon) e duas de bronze (no evento de 30km).

  • Hugo Lapalus (FRA), 23

O francês é o campeão mundial sub-23 de 2021 - depois de ter sido bronze em 2020 - e ajudou a França a também faturar o bronze no revezamento por equipes do campeonato do mundo adulto de 2021.

Curling

  • Bobby Lammie (GBR), 24

Segundo no skip atrás de Bruce Mouat para a equipe de curling da Grã Bretanha, Lammie ficou em quinto lugar na porcentagem de arremessos para as segundas posições no campeonato mundial de 2021.

  • Ekaterina Kuzmina (ROC), 25

Em um esporte em que os atletas geralmente estão acima dos 30 anos, Ekaterina Kuzmina traz juventude ao time da ROC, embora já tenha bastante experiência. Como líder, ela conquistou o campeonato do mundo de 2021 e terminou em quarto lugar no campeonato europeu, em novembro.

Patinação artística

  • Kamila Valieva (ROC), 15

Valieva tem deixado o mundo da patinação espantado neste ano, em sua primeira temporada no circuito internacional sênior. Ela estabeleceu as marcas do recorde mundial na Copa Rostelecom no final de novembro e está munida com o Axel triplo e ambos os saltos Salchow e o quádruplo na ponta dos pés.

  • Kagiyama Yuma (JPN), 18

Kagiyama é o campeão Olímpico de Inverno da Juventude Lausanne 2020 e tem tido uma ascensão meteórica para conquistar o seu lugar entre os principais patinadores do mundo, menos de dois anos depois. Ele conquistou a prata no mundial em 2021 e foi o único homem a vencer ambos os seus programas em eventos do Grand Prix durante a temporada 2021/22.

Esqui estilo livre

  • Eileen Gu (CHN), 18

A esquiadora chinesa natural de São Francisco, na Califórnia, é a campeã do mundo em slopestyle e halfpipe, além de bronze no big air. Ademais, ela faturou o ouro nos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude Lausanne 2020 no halfpipe e big air, e prata no slopestyle.

  • Matej Svancer (AUT), 17

Originalmente um esquiador alpino, Svancer migrou para o esqui estilo livre e, aos 15, conquistou a medalha de ouro do big air em Lausanne 2020. Agora com 17 anos de idade, ele venceu as duas primeiras provas da Copas do Mundo da temporada, o que o coloca em boa forma às vésperas de Beijing 2022.

Hóquei no gelo

  • Petra Nieminen (FIN), 22

Nieminen já fazia parte da equipe da Finlândia medalhista de bronze em PyeongChang 2018. A prolífica atacante também conquistou a prata no mundial de 2019. Além disso, soma duas de bronze com a seleção do seu país, em 2017 e 2021.

  • Matvei Michkov (ROC), 17

Aos 17 anos de idade é considerado um dos maiores talentos nesse esporte. Recentemente se tornou o mais jovem integrante da história tanto da seleção nacional da Rússia quanto dos tempos da União Soviética, um recorde que antes pertencia a Alexander Ovechkin. Michkov também conquistou o ouro em Lausanne 2020 e o seu sonho é agora estar em Beijing 2022.

Luge

  • Anna Bereiter (GER), 22

A bicampeã mundial sub-23 já deixou sua marca no campeonato adulto, ao se tornar a mais jovem atleta a vencer uma prova de Copa do Mundo, em Oberhof, em fevereiro de 2020. Ela é também medalhista de prata do sprint no mundial de 2021.

  • Nico Gleirscher (AUT), 24

Gleirscher é campeão mundial de 2021 do evento de sprint. Seu irmão David foi ouro em PyeongChang 2018 no individual masculino. Seu pai, Gerhard, também era um atleta do luge e foi campeão do mundo por equipes mistas em 1997.

Combinado nórdico

  • Jarl Magnus Riiber (NOR), 24

Um olhar na classificação geral da Copa do Mundo dos últimos quatro anos mostra tudo o que você precisa saber sobre este norueguês. Riiber terminou em primeiro lugar no ranking geral desde 2018/2019 e pelo que parece nada vai mudar nesta temporada pelo quarto ano consecutivo. Poderá ele transformar esse domínio em ouro, em Pequim?

  • Johannes Lamparter (AUT), 20

O austríaco se apresentou para o mundo durante o campeonato mundial de 2021, quando conquistou duas medalhas de ouro (na pista longa e no sprint por equipes) e uma de bronze no revezamento.

Patinação de velocidade em pista curta

  • Yubin Lee (KOR), 20

O campeão Olímpico do revezamento dos 3000m em PyeongChang 2018 tem apenas 20 anos de idade. Ele foi ouro na prova de 1500m da Copa do Mundo, no final de novembro.

  • Daeheon Hwang (KOR), 22

O patinador de 22 anos de idade da República da Coreia é jovem e experiente, o que pode ser uma combinação determinante nesta modalidade. Ele foi prata na prova dos 500m em PyeongChang 2018, atrás de Dajing Wu, da República Popular da China. Além disso, foi medalhista de bronze e de prata nos mundiais de 2018 e 2019, respectivamente.

Skeleton

  • Hannah Neise (GER), 21

Medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude em Lillehammer 2016, foi campeã mundial júnior em janeiro de 2021 e fez sua estreia no circuito adulto da Copa do Mundo em novembro de 2020. Ela conseguiu ainda ser quarto lugar por duas vezes em etapas da última temporada da Copa do Mundo.

  • Matt Weston (GBR), 24

Tendo conquistado a primeira medalha de ouro em um evento da Copa do Mundo em novembro passado, em Innsbruck - a primeira por um britânico em 14 anos -, o jovem mostrou nesta temporada que está em sua melhor forma de sempre. Weston terminou 2021 em nono lugar na classificação geral da Copa do Mundo e é uma boa aposta que corre por fora na disputa por uma medalha em Beijing 2022.

Salto de esqui

  • Marita Kramer (AUT), 20

A austríaca foi ouro no evento por equipes do mundial de 2021. Em novembro de 2021 ela ficou em primeiro no evento individual em pista normal, com a maior diferença de pontos - no feminino - à frente da segundo colocada em toda a história da Copa do Mundo.

  • Marius Lindvik (NOR), 23

O norueguês foi medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude Lillehammer 2016 e terminou no top 10 do ranking geral da Copa do Mundo na temporada 2020/21, tendo ainda conquistado 12 pódios em Copas do Mundo.

Patinação de velocidade

  • Jutta Leerdam (NED), 22

A estrela neerlandesa já venceu três mundiais, incluindo o individual de 1000m e dois títulos de sprint por equipes. Ela é a atual campeã europeia no sprint e tem apenas 22 anos.

  • Gao Tingyu (CHN), 23

Gao fez a sua estreia Olímpica em PyeongChang 2018, tendo sido bronze na prova de 500m. Foi o primeiro patinador da República Popular da China a obter uma medalha em Jogos. Patinando em sua casa e diante da torcida, em Pequim, ele é desafiado ao ouro e em fazer história para a patinação do país sede.

Snowboard

  • Sofia Nadyrshina (ROC), 18

Ela tem apenas 18 anos e já é campeã do mundo, tendo sido várias vezes primeiro lugar no mundial júnior. No último campeonato do mundo adulto em 2021, ela foi prata no slalom gigante paralelo e ouro no slalom paralelo.

  • Yūto Totsuka (JPN), 20

O nipônico foi ouro no mundial de 2021 no halfpipe e tem várias vitórias em Copas do Mundo no seu nome. Ele competiu em PyeongChang 2018, mas se retirou depois de uma grave queda.

LEIA TAMBÉM: Totsuka Yuto está preparado para se redimir em Beijing 2022 (em inglês)

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual