Equipe Paralímpica de Refugiados para Tóquio 2020: conheça os seis atletas que vão competir nos Jogos

O “time esportivo mais corajoso do mundo” foi anunciado através de um vídeo comovente protagonizado pelo vocalista da banda Coldplay, Chris Martin, e pelo defensor do Bayern de Munique, Alphonso Davies, entre outros.

Foto: Michael Reaves, Getty Images

O Comitê Paralímpico Internacional (IPC) anunciou os seis atletas que vão representar a Equipe Paralímpica de Refugiados em Tóquio 2020, que acontece em 2021.

Os nomes dos atletas – uma mulher e cinco homens – são Ibrahim Al Hussein, Alia Issa, Parfait Hakizimana, Abbas Karimi, Shahrad Nasajpour e Anas Al Khalifa. Vão competir em Atletismo, Natação, Canoagem e Parataekwondo representando a bandeira do IPC, sendo a primeira equipe a entrar no estádio Olímpico de Tóquio durante a Cerimônia de Abertura de 24 de agosto.

O Presidente do IPC, Andrew Parsons, deu as boas-vindas à Equipe Paralímpica de Refugiados e ao poder do esporte em promover a inclusão na sociedade de refugiados com deficiências.

“Apelo às pessoas de qualquer parte que apoiem a equipe esportiva mais corajosa do mundo, a Equipe Paralímpica de Refugiados”, referiu Andrew Parsons. “Esses atletas são exemplo de como a mudança começa com o esporte; sofreram lesões que mudaram suas vidas, fugiram por sua segurança e empreenderam perigosas jornadas, mas apesar de muitas barreiras colocadas nos seus caminhos, se tornaram atletas de elite prontos para competir nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020.

“O esporte é uma ferramenta poderosa na inclusão na sociedade de refugiados com deficiências e o anúncio da Equipe Paralímpica de Refugiados é um momento comovente para o IPC – estamos cumprindo com um compromisso assumido no Fórum Global sobre Refugiados do ACNUR, em 2019, para promover a participação igualitária para refugiados em eventos esportivos”.

O Presidente de Tóquio 2020, HASHIMOTO Seiko, se mostrou igualmente solidário, dizendo: "O Comitê Organizador de Tóquio 2020 dá as boas-vindas à Equipe Paralímpica de Refugiados aos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020, após sua estreia nos Jogos Paralímpicos Rio 2016.

“Espero que a Equipe de Refugiados possa mostrar ao mundo o esforço, a resiliência e a esperança de seres humanos através de competições esportivas, e que compitam no seu melhor com um desejo pela paz.  Vamos continuar a cooperar com o IPC e municipalidades locais relevantes, e vamos fazer todos os esforços para garantir que tudo acontece com tranquilidade e segurança para a Equipe de Refugiados.”

Estrelas se unem para apresentar a Equipe Paralímpica de Refugiados

A Equipe Paralímpica de Refugiados foi anunciada através de um vídeo repleto de estrelas que contou celebridades do mundo da música, esporte, literatura e artes, que apoiam a causa dos refugiados. Ibrahim Al Hussein, refugiado sírio atualmente vivendo na Grécia, foi apresentado por Chris Martin, vocalista da banda Coldplay. Al Hussein vai competir na Natação em Tóquio 2020.

Alia Issa, refugiada síria que também vive na Grécia e que vai competir no Lançamento de pinos, foi apresentada pela atriz britânica e Embaixadora da Boa Vontade do ACNUR, Gugu Mbatha-Raw.

O atleta de Parataekwondo, Parfait Hakizimana*, refugiado do Burundi vivendo no Campo de Refugiados de Mahama, no Ruanda, foi apresentado pela cantora de ópera e Embaixadora da Boa Vontade do ACNUR, Barbara Hendricks.

Tokyo 2020 Paralympic Refugee Team 

O nadador Abbas Karimi, refugiado afegão vivendo em Fort Lauderdale, EUA, foi apresentado pelo autor Khaled Hosseini – também ele refugiado proveniente do Afeganistão.

Anas Al Khalifa, refugiado sírio vivendo em Halle, Alemanha, que vai competir na canoagem, foi anunciado pelo jogador de futebol e Embaixador da Boa Vontade do ACNUR, Asmir Begovic, que foi forçado a fugir do seu país de origem, Bósnia e Herzegovina, quando era jovem.

O último membro da equipe é Shahrad Nasajpour, refugiado iraniano residente em Phoenix, EUA, e que nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020 vai competir no Lançamento do disco. Sua apresentação foi feita pelo canadiano Alphonso Davies, jogador de futebol de Bayern de Munique, também ele refugiado.

Os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020 acontecem entre 24 de agosto e 5 de setembro de 2021.

*A participação de Parfait nos Jogos está condicionada pela sua classificação até 1 de agosto de 2021.__