Equipe de bobsled do Brasil fica no top 20 em treinos próximos da estreia no 4-man em Beijing 2022

Brasileiros acabaram no 19º lugar ao final da quarta bateria de treinamento. Primeiro dia de prova está marcado para sábado.

Foto: 2022 Getty Images

A equipe brasileira do 4-man do bobsled terminou entre os 20 primeiros na quarta bateria de treinamentos antes da estreia na prova em Beijing 2022, marcada para 19 de fevereiro.

Na primeira descida realizada hoje na pista do Centro de Esportes de Yanqing, a terceira dos treinos oficiais, o quarteto formado pelo piloto Edson Bindilatti, Edson Martins, Erick Vianna e Rafael Souza acabou em 23º lugar, com um tempo de 1min00s12, 1s31 atrás da formação canadense liderada por Justin Kripps, com 58s81.

Porém, na quarta bateria de treinamentos, o Brasil atingiu a 19ª colocação, sua melhor até agora no 4-man em Beijing 2022. O tempo foi de 1min00s32, uma diferença de 1s10 para o time de Kripps, que foi novamente o mais rápido (59s22).

O resultado, melhor que o 28º lugar na primeira e segunda baterias de treinos, ontem, anima a equipe para esses Jogos de Inverno.

“Ontem e hoje me senti muito melhor que no 2-man. Tenho um pouco mais de controle na pista. Em algumas partes em cometi erros no 2-man e os corrigi para o 4-man. Mais um dia (de treinos) amanhã, e então vamos ver como será a competição," comentou Bindilatti em declarações ao Olympic Information Services (OIS).

Experiência no 2-man ajuda equipe

Bindilatti e Martins disputaram o 2-man e terminaram em 29º lugar. Para ambos, a chance de representar o Brasil pela primeira vez nesta prova valeu como experiência e oportunidade de ter mais descidas na pista, o que pode ser decisivo para colocar o 4-man acima do 23º posto obtido em PyeongChang 2018 - o melhor do país em sua participação na modalidade em Jogos de Inverno.

"Tem mais peso, é mais pesado, você tem mais controle. Gosto mais do 4-man que do 2-man", comentou Bindilatti, que esteve presente em todas as cinco participações do Brasil no 4-man do bobsled em Jogos de Inverno.

Segundo ele, o fato de ter descido mais algumas vezes no Centro Nacional de Esportes de Pista, em Yanqing, pode ser um diferencial no quarteto:

“Hoje deu o clique na cabeça de que estamos preparados para o 4-man, nosso maior objetivo. Como a gente não veio no evento-teste, essa é a nossa 13ª descida na pista, com treinos livres, oficiais e a competição. Tem equipes com 60 descidas aqui,” completou o atleta em declarações divulgadas pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB).

Veja o calendário do bobsled

A quinta bateria de treinos do 4-man masculino será às 9h42 locais de amanhã, 18 de fevereiro (22h42 do dia 17 em Brasília), com a sexta e última sendo realizada logo depois.

A prova oficial será dividida em dois dias: no sábado, 19 de fevereiro, acontecem a primeira e segunda baterias, às 9h30 e 11h05 locais, respectivamente (22h30 do dia 18 e 0h05 do dia 19 em Brasília).

No dia 20 de fevereiro, o 4-man será uma das últimas provas nos Jogos Olímpicos de Inverno. A terceira bateria acontece às 9h30 locais (22h30 do dia 19 em Brasília) e a quarta às 11h20 (0h20 do dia 20 em Brasília).

Os tempos das três primeiras descidas serão somados. Os 20 quartetos com os menores tempos disputarão a quarta e última descida.

Quer acompanhar o 4-man do Brasil?

Em território brasileiro, é possível acompanhar a patinação artística e todas as emoções de Beijing 2022 ao vivo pelos canais Globo/Sportv e pelo Olympics.com.

Caso não esteja no Brasil, clique aqui para saber como assistir.

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual