Brasil goleia Venezuela e se classifica para semifinal da Copa América Feminina

Com dois gols de Debinha, Seleção Brasileira venceu a Venezuela por 4 a 0 na terceira partida pela Copa América Feminina. Com o resultado, garantiu a classificação para a semifinal do torneio. Última adversária da fase de grupos será o Peru, dia 21. Competição dá duas vagas para os Jogos Paris 2024.

Virgilio Franceschi Neto
Foto: 2022 Getty Images

A Seleção Brasileira deu um passo importante rumo ao título da Copa América Feminina e uma vaga nos Jogos Olímpicos Paris 2024. Jogando no estádio Centenário, em Armênia, na Colômbia, as brasileiras golearam a Venezuela por 4 a 0 nesta segunda-feira, dia 18. Debinha marcou dois gols e agora divide a artilharia do torneio com Adriana (BRA) e Yamila Rodríguez (ARG).

Foi a terceira vitória em três jogos do Brasil, que garantiu uma vaga na semifinal da competição. São ao todo 11 gols marcados e nenhum sofrido. Uma campanha até agora impecável.

RELEMBRE: Brasil supera o Uruguai pela Copa América Feminina com mais dois gols de Adriana

Com parcial de 1 a 0 ao intervalo e 3 a 0 no segundo tempo, saiba mais como as brasileiras construíram o placar e asseguraram um lugar na próxima fase.

Um primeiro tempo bastante apertado

Nos 45 minutos iniciais da partida o Brasil conseguiu colocar o seu volume de jogo, mas sem muitas oportunidades de finalização. O jogo esteve muito apertado, sem criatividade de ambas as equipes. No entanto, aos 21 minutos, foi de um fundamento que saiu o gol brasileiro. Um cruzamento certeiro de Tamires encontrou Bia Zaneratto, que de cabeça abriu o placar.

A forte marcação venezuelana impediu que o Brasil criasse mais chances. Ao mesmo tempo, a Venezuela soube colocar o seu ritmo, fazendo com que as brasileiras fossem mais faltosas, com oito marcações contra três. Angelina e Rafaelle receberam mais um amarelo a não poderão jogar contra o Peru, inclusive.

Brasil 1 a 0 e fim do primeiro tempo.

Segundo tempo: Brasil dominou as ações

Ao intervalo Pia Sundhage colocou em campo as duas aniversariantes do dia, Duda e Gabi Portilho. O jogo ficou mais rápido e volumoso a favor do Brasil, com Lorena sendo pouco acionada.

O resultado não demorou para aparecer. Aos cinco minutos, Ary Borges, na meia lua, em chute colocado de direita colocou no canto esquerdo de Cáceres, indefensável: 2 a 0.

A Seleção passou a gostar mais do jogo e sentiu-se mais à vontade nas ações. Oito minutos depois, Debinha livre na pequena área de cabeça só escorou para as redes em seu terceiro gol na competição: Brasil 3 a 0.

Bola no chão, paciência e controle. Roteiro ideal para a execução de uma boa jogada de Debinha, que aos 21 minutos recebeu o passe de Gabi Portilho, entrou na área pela direita, driblou a zagueira Peraza para tirar da goleira Cáceres e fazer o 4 a 0 para o Brasil. Golaço.

O jogo seguiu intenso, mas as brasileiras não souberam transformar em gol. Aos 41 minutos, Angelina ainda acertou um belo chute no travessão.

Fim de jogo. Brasil 4 a 0 sobre a Venezuela e classificado para a semifinal.

"No último jogo a gente não colocou em campo o que a Pia nos pediu, mas desta vez foi diferente. Estou muito feliz pela classificação", disse Debinha para as redes sociais da Copa América Feminina, após o jogo.

Ficha técnica

VENEZUELA 0: 13 Cáceres; 2 Herrera, 3 Gutiérrez (23 Angulo), 4 Peraza; 6 Romero, 8 O'Neill (12 Araujo-Elorza), 9 Castellanos (C) (21 Olivieri), 11 Altuve (19 Speckmaier); 14 Carrasco, 17 Astudillo e 18 Viso (7 Villamizar). Treinadora: Pamela Conti.

BRASIL 4: 1 Lorena; 13 Antonia, 4 Rafaelle (C) (20 Fê Palermo), 3 Kathellen, 6 Tamires; 8 Angelina, 17 Ary Borges (23 Luana); 21 Kerolin (10 Duda); 9 Debinha, 11 Adriana (7 Gabi Portilho) e 16 Bia Zaneratto (18 Geyse). Treinadora: Pia Sundhage.

Arbitragem: Zulma Quiñonez (PAR); Laura Miranda (PAR) e Nadia Weiler (PAR).

Gols: Bia Zaneratto aos 21' (Brasil 1 a 0); Ary Borges aos 50' (Brasil 2 a 0); Debinha aos 58' (Brasil 3 a 0), Debinha aos 66' (Brasil 4 a 0).

Cartões:

  • Brasil: Angelina (Amarelo); Rafaelle (Amarelo); Kathellen (Amarelo).
Brasileiras comemoram gol sobre a Venezuela pela Copa América Feminina 2022.
Foto: 2022 Getty Images

O Brasil lidera o grupo B com 9 pontos, 100% de aproveitamento. Foram três vitórias, contra a Argentina, Uruguai e, agora, a Venezuela. O time volta a campo para o quarto jogo contra o Peru, na quinta-feira, dia 21 de julho, às 21:00 (hora de Brasília).

RELEMBRE: Adriana faz dois e Brasil vence a Argentina na estreia da Copa América Feminina

As peruanas estão em quarto lugar no mesmo grupo. Vêm de duas derrotas: 4 a 0 para a Argentina e 2 a 0 para a Venezuela.

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual