Loading...

Bobsled Olímpico em Beijing 2022: Cinco coisas que você precisa saber

Nosso guia para a competição de bobsled nos Jogos Olímpicos de Inverno de Beijing 2022.

6 min Por Will Imbo
copy of copy of Francesco Friedrich bobsleigh
(Foto: 2018 Getty Images)

Tendo estado presente em todos os Jogos de Inverno (exceto em uma edição, a de Squaw Valley 1960), o bobsled é uma parte icônica dos Jogos. É um dos três esportes de pista no programa de Beijing 2022, ao lado do skeleton e do luge.

Há 12 medalhas disponíveis na competição do bobsled nos Jogos. Homens e mulheres disputam dois eventos cada, com a novidade no programa Olímpico a ser o evento de monobob, que é exclusivamente feminino.

Abaixo nós relacionamos 5 coisas que você precisa saber sobre o bobsled nos Jogos Olímpicos, incluindo os atletas para acompanhar, a história do esporte e mais!

SAIBA MAIS: Como é o monobob Olímpico somente feminino que será disputado em Beijing 2022?

Os principais bobsledders Olímpicos em Beijing 2022

As últimas três edições dos Jogos de Inverno viram três vencedores diferentes no bobsleigh do trenó de quatro pessoas, mas o desempenho recente de Francesco Friedrich, Candy Bauer, Alexander Schueller e Thorsten Margis no Campeonato Mundial sugere que a equipe alemã é a ser batida em Pequim. Este quarteto defende o título Olímpico (apesar de Martin Grothkopp ter feito parte da equipe em PyeongChang no lugar de Schueller), e facilmente vencer a medalha de ouro no Mundial de 2021 com um tempo de 3:35:02, 0.79 segundos mais rápido que o quarteto vice-campeão, a Letônia.

A Alemanha conquistou o ouro em todos os eventos de bobsled nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018, então será uma grande surpresa se os alemães estiverem fora do pódio em Pequim.

O bobsled com duas atletas foi introduzido no programa Olímpico apenas nos Jogos de Salt Lake City, em 2002, mas alguns nomes poderosos já surgiram desde então no evento. A referência é Kaillie Humphries, que conquistou o ouro ao lado de Heather Moyse tanto em Vancouver (2010) como em Sochi (2014). A dupla de ouro canadense se desfez e em Pyeongchang 2018 Humphries conquistou o bronze ao lado da brakewoman Phylicia George. Desde então Kaillie Humphries deixou de representar o Canadá e naturalizou-se estadunidense, vencendo o primeiro título mundial no monobob, além de ganhar também no bob de duas mulheres o Mundial de 2021 ao lado da brakewoman Lolo Jones - exatamente essa Lolo Jones que você está pensando, a velocista que por duas vezes viu a medalha em 100m com barreiras escapar por entre os dedos em Beijing 2008 e Londres 2012.

A dupla alemã de Mariama Jamanka e Lisa Buckwitz defende o título Olímpico, apesar de Jamanka haver terminado em sexto lugar o recente Campeonato do Mundo com uma nova brakeman, Vanessa Mark.

Uma outra dupla a ser observada é a das americanas Elana Meyers Taylor e Sylvia Hoffman. Meyers Taylor é três vezes medalhista Olímpica e conquistou a prata com a brakewoman Lauren Gibbs em PyeongChang.

O evento do trenó de dois atletas em PyeongChang 2018 sem dúvida proporcionou muita emoção depois que as equipes alemã e canadense conquistaram o ouro, após terminarem exatamente com os mesmos tempos, até mesmo os centésimos de segundo. Francesco Friedrich (ALE) - que também ganhou o ouro no trenó de quatro atletas em PyeongChang -, liderou o trenó alemão.

Friedrich é o grande nome neste evento, com um recorde de sete Mundiais consecutivos em seu currículo.

O monobob feminino fará a sua estreia Olímpica em Pequim, após integrar o programa dos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude em Lausanne, na Suíça. Campeã do mundo em 2021, Kaillie Humphries é uma das favoritas na prova, junto com suas compatriotas, as americanas Nicole Vogt e Elana Meyers Taylor. Medalhista de prata no mundial, Stephanie Schneider (ALE) é também candidata ao ouro nos Jogos de Beijing 2022.

A programação do bobsled Olímpico em Beijing 2022

A competição de bobsled acontecerá entre 13 e 20 de fevereiro de 2022.

Local do bobsled Olímpico em Beijing 2022

Todas as provas de pista acontecerão no Centro Nacional de Pistas de Yanqing, localizado em Xiaohaituo, uma área montanhosa em Yanqing, localizada a 74km a noroeste da capital chinesa.

A pista que será usada nas provas é primeira desta natureza no mundo e inclui uma volta de 360 graus. A distância da pista de competição é de 1615m, com um gradiente máximo de 18 por cento e 16 curvas.

O recinto esportivo tem uma capacidade de 2000 torcedores sentados e 8000 em pé.

Formato da competição Olímpica de bobsled em Beijing 2022

A competição de bobsled nos Jogos de Inverno compreenderá quatro eventos:

  • 2-Homens
  • 2-Mulheres
  • 4-Homens
  • Monobob

Uma quota máxima de 170 vagas está disponível para atletas a competirem nos Jogos. Um máximo de 124 homens e 46 mulheres podem se classificar.

História Olímpica do Bobsled

O trenó tem sido usado como um meio de transporte por séculos, mas o esporte do bobsled não começou até o final do século XIX, quando os suíços instalaram um mecanismo de direção em uma prancha.

Em 1897, o primeiro clube mundial de bobsled foi fundado em St. Moritz, Suíça. A modalidade ganhou este nome por causa da maneira como as equipes balançavam para frente e para trás para aumentar a velocidade do trenó nas retas.

Em 1923, a Fédération Internationale de Bobsleigh et de Tobogganing foi fundada e, em 1924, a modalidade fez a sua estreia Olímpica com um evento de quatro homens nos Jogos de Inverno, em Chamonix. A competição de dois homens foi incluída nos Jogos de Inverno de 1932, em Lake Placid, com o evento de duas mulheres se juntando ao programa nos Jogos de Inverno de 2002, em Salt Lake City. O monobob feminino fará a sua estreia em Pequim.

Na contagem das medalhas, a Suíça, com 31 conquistadas, é a nação mais bem sucedida na história do bobsled Olímpico. Entretanto, a Alemanha conquistou mais ouros na competição, 13 vezes (num total de 25 medalhas), com os Estados Unidos entre os três primeiros com um total de 25 medalhas.

O germânico Bogdan Musiol é o mais bem sucedido atleta na história Olímpica do bobsled com sete medalhas. Os compatriotas Kevin Kuske e André Lange mantêm o recorde com mais medalhas de ouro, com quatro cada.

Kaillie Humphries é a mais bem sucedida bobsledder na história Olímpica, com três medalhas (dois ouros).

Adicione isso aos seus favoritos
BobsledBobsled
Mais de

You May Like