Resumo do hóquei no gelo em Beijing 2022 – principais histórias, momentos e recordes

Do domínio absoluto das canadenses no feminino à vitória da Finlândia e ao bronze histórico da Eslováquia no torneio masculino, o Olympics.com analisa de perto os melhores momentos do hóquei no gelo em Beijing 2022.

Foto: ge GETTY IMAGES

O torneio de hóquei no gelo tem sido uma atração nos Jogos Olímpicos desde a primeira edição (na verdade, nos Jogos de Verão Antuérpia 1920). Desde sua estreia no programa de inverno, em Chamonix 1924, ele esteve entre as modalidades favoritas dos fãs - e isso não foi exceção em Beijing 2022.

No torneio masculino, a Finlândia fez história apesar de perder muitos de seus melhores jogadores (já que a National Hockey League ou simplesmente NHL, principal liga de hóquei no gelo norte-americana, se recusou a liberar seus jogadores para os Jogos).

O ROC impressionou com sua medalha de prata na competição masculina, enquanto a Eslováquia, com o bronze, conquistou uma histórica primeira medalha Olímpica de hóquei no gelo graças, em grande parte, às brilhantes atuações do incrível jovem Juraj Slafkovsky – que está apenas no início de uma carreira que vale a pena acompanhar.

Entre as mulheres, não foi nenhuma surpresa quando Canadá e Estados Unidos se encontraram novamente na final – a sétima decisão desde o torneio inaugural feminino, em Nagano 1998. As canadenses conquistaram sua quinta medalha de ouro com uma combinação esmagadora de juventude e experiência, vencendo as americanas, atuais campeãs, por 3-2 em uma emocionante disputa.

As finlandesas levaram seu quarto bronze no hóquei no gelo feminino depois de atuações impressionantes na fase de grupos e uma goleada de 4-0 sobre a Suíça em sua última partida.

Três principais momentos

Canadá arrasador no torneio feminino

Liderada pelas veteranas Marie-Philip Poulin, Brianne Jenner e Natalie Spooner, a equipe canadense foi arrasadora na competição feminina (cada jogadora que entrou registrou pelo menos um ponto). Elas estabeleceram um novo recorde Olímpico de 57 gols marcados (quebrando a sua própria melhor marca anterior) e apenas dez sofridos em sete jogos a caminho de sua quinta medalha de ouro Olímpica.

E a vitória sobre suas grandes adversárias agora faz com que a clássica rivalidade Olímpica comece a ficar um pouco desequilibrada. Os EUA estão bem atrás de suas vizinhas do norte, com apenas dois títulos em Jogos de Inverno.

A canadense Sarah Nurse, de 27 anos, quebrou o recorde Olímpico de maior número de pontos (18) e assistências (13) em uma única edição dos Jogos Olímpicos.

LEIA MAIS: Canadá é ouro pela quinta vez no hóquei no gelo feminino

Finlândia faz história

O mais perto que a Finlândia havia chegado de uma medalha de ouro Olímpica antes de Beijing 2022 foi nas edições de Calgary 1988 e Torino 2006, quando acabou com a prata (perdeu na decisão para União Soviética e Suécia, respectivamente). E a equipe finlandesa, que venceu o bronze outras quatro vezes, chegou à final como forte zebra, diante de um ROC que jogou muito bem durante o torneio.

Entretanto, contando com o time mais experiente da competição (média de idade de 30 anos), os invictos finlandeses foram bem na defesa e taticamente, conseguindo garantir um ouro histórico com uma vitória de 2-1 na final. Após o final da partida, os jogadores da Finlândia arremessaram capacetes e tacos para cima e depois os empilharam no goleiro Harri Sateri - que protagonizou atuações sensacionais durante todo o torneio.

LEIA MAIS: Finlândia vence de virada e é ouro no hóquei masculino

Adolescente sensação da Eslováquia faz história

Tendo terminado em quarto lugar em Vancouver em 2010, a Eslováquia nunca havia obtido uma medalha Olímpica no hóquei no gelo masculino desde que se tornou uma nação independente, em 1993. Porém, isso mudou em Pequim, e em grande parte graças às contribuições de Juraj Slafkovsky, de 17 anos.

Ele marcou dois gols no jogo da disputa pela medalha de bronze – uma vitória por 4 a 0 sobre a Suécia. E os sete pontos que conquistou ao longo da competição o colocam como o maior de todos os tempos entre jogadores com menos de 18 anos.

Slafkovsky foi fundamental na grande vitória dos eslovacos sobre os Estados Unidos, um dos favoritos à medalha, ao marcar o primeiro gol naquela que foi uma das maiores surpresas da história Olímpica do hóquei no gelo masculino (e um jogo em que o goleiro eslovaco Patrik Rybar estava muito inspirado).

LEIA MAIS: Eslováquia bate a Suécia e leva o bronze no hóquei masculino em Beijing 2022

O que eles disseram

Na verdade, tudo o que pensávamos ao entrar na competição era: "Será que ele conseguiria simplesmente marcar um gol? Teve problemas para isso, estava preso. Ele acabou conseguindo o primeiro e, depois, fez isso com sobras! Ele foi capaz de atuar com muitos jogadores muito bons, e então o colocamos entre os melhores atacantes. Foi uma performance e tanto para ser feita por um jovem qualquer.

O técnico Craig Ramsay, da Eslováquia, fala sobre Slafovsky, sua estrela de 17 anos, depois do bronze histórico em Pequim.

O hóquei é coisa séria na Finlândia. Nós chegamos perto algumas vezes e é bacana finalmente conquistar a primeira (medalha de ouro). Acho que jogamos um grande torneio e esta é a recompensa.

Valtteri Filppula, atacante da Finlândia, após a conquista do ouro.

Acho que isso mostra as jogadoras com quem atuo, elas conseguem balançar as redes. Temos 23 jogadoras incríveis nesta equipe, tem sido muito divertido. [Ganhar o ouro] significa tudo, especialmente vindo daquela medalha de prata de 2018 que parecia o peso do mundo em nossos ombros. Com isso, tudo vai ficar tão leve como nunca foi antes.

Sarah Nurse, um dos destaques do Canadá, dá o crédito às suas companheiras de equipe depois de quebrar o recorde de pontos Olímpicos (e levar o país a uma quinta medalha de ouro).

Lista completa de medalhas do hóquei no gelo em Beijing 2022

Hóquei no gelo masculino

Ouro: Finlândia

Prata: ROC

Bronze: Eslováquia

Hóquei no gelo feminino

Ouro: Canadá

Prata: Estados Unidos

Bronze: Finlândia

ENTRE NA ZONE!

Receba notícias de hóquei no gelo, vídeos, destaques dos Jogos Olímpicos de Inverno e muito mais.