Como assistir à patinação de velocidade em pista curta nos Jogos Olímpicos de inverno Beijing 2022

Tensa, veloz e por vezes caótica. Saiba tudo sobre patinação de velocidade em pista curta nos Jogos Olímpicos de inverno Beijing 2022.

A patinação de velocidade em pista curta nos Jogos Olímpicos de inverno, em Beijing 2022, apresenta nove eventos, incluindo o revezamento por equipes mistas, que fará a estreia no programa Olímpico.

Em termos de prograçaão, a patinação de velocidade em pista curta acontece entre os dias 5 e 16 de fevereiro de 2022.

Saiba a programação dos eventos e o que esperar da patinação de velocidade em pista curta nos Jogos Olímpicos Beijing 2022.

VEJA AINDA: Patinação de velocidade em pista curta em Beijing 2022: Cinco coisas que você precisa saber

Eventos de patinação de velocidade em pista curta em Beijing 2022

São um total de nove eventos de patinação de velocidade em pista curta em Beijing 2022: quatro para os homens, quatro para as mulheres e o revezamento por equipes mistas.

Homens: 500m, 1000m, 1500m, Revezamento Equipes 5000m

Mulheres: 500m, 1000m, 1500m, Revezamento Equipes 3000m

Revezamento Equipes Mistas

A novidade nesse esporte é a estreia em Jogos Olímpicos do revezamento por equipes mistas, disciplina que fez a sua aparição pela primeira vez na temporada de 2018/2019 da Taça do Mundo de patinação de velocidade em pista curta. A prova consiste numa corrida de 2000m, na qual dois homens e duas mulheres do mesmo país dão 18 voltas. Cada patinador compete duas vezes, seguindo esta ordem: mulher-mulher-homem-homem-mulher-mulher-homem-homem.

Estrelas da patinação de velocidade em pista curta para ver em Beijing 2022

Arianna Fontana, atual campeã Olímpica nos 500m feminino, está a uma medalha de se converter na atleta Olímpica de maior êxito da história. Em PyeongChang 2018, a italiana assegurou o ouro em 500m, prata no revezamento 3000m e bronze em 1000m, somando agora um total de oito medalhas em quatro presenças nos Jogos Olímpicos.

A sensação dos Países Baixos é Suzanne Schulting, favorita em várias distâncias. A atleta de 23 anos dominou o Campeonato do Mundo em 2021 vencendo todas as provas do programa feminino! Schulting (campeã em 1000m em PyeongChang 2018) poderá não encontrar as mesmas facilidades em Pequim, mas chega como a atleta de referência no que toca às medalhas em qualquer evento em que esteja na saída. Não podemos esquecer a República da Coreia, a nação líder na pista curta na história Olímpica (em PyeongChang os sul-coreanos conquistaram seis das 24 medalhas disponíveis), e uma de suas estrelas é a campeã Olímpica de 1500m e do revezamento feminino 3000m, Choi Min-Jeon.

O panorama dos eventos masculinos parece ser um pouco mais imprevisível. Há quatro anos o chinês Wu Dajing, venceu o ouro Olímpico em 500m, distância na qual é recordista mundial, além da prata no revezamento 5000m. Competindo em casa será interessante ver o que Wu Dajing pode fazer perante a forte concorrência dos irmãos Shaolin Sandor Liu e Shaoang Liu, da Hungria, nação ao serviço da qual venceram o revezamento 5000m em PyeongChang). No Mundial 2021, Shaolin venceu em 1000m e Shaoang em 500m, embora a Hungria tenha sido derrotada no revezamento pelos Países Baixos.

VEJA MAIS: Estrela neerlandesa Suzanne Schulting faz história nos Mundiais

Programação da patinação de velocidade em pista curta em Beijing 2022

Local: Estádio Indoor da Capital

(Horários de acordo com o fuso local de Pequim, UTC+8)

5 de fevereiro

19:00 - 500m Feminino - Baterias

19:38 - 1000m Masculino - Baterias

20:23 - Revezamento Equipes Misto - Quartas de final

20:53 - Revezamento Equipes Misto - Semifinais

21:18 - Revezamento Equipes Misto - Final B

21:26 - Revezamento Equipes Misto - Final A

7 de fevereiro

19:30 - 500m Feminino - Quartas de final

19:44 - 1000m Masculino - Quartas de final

20:13 - 500m Feminino - Semifinais

20:20 - 1000m Masculino - Semifinais

20:41 - 500m Feminino - Final B

20:46 - 500m Feminino - Final A

20:52 - 1000m Masculino - Final B

20:58 - 1000m Masculino - Final A

9 de fevereiro

19:00 - 1500m Masculino - Quartas de final

19:44 - 1000m Feminino - Baterias

20:29 - 1500m Masculino - Semifinais

20:45 - 3000m Revezamento Feminino - Semifinais

21:13 - 1500m Masculino - Final B

21:20 - 1500m Masculino - Final A

11 de fevereiro

19:00 - 1000m Feminino - Quartas de final

19:18 - 500m Masculino - Baterias

19:55 - 1000m - Semifinais

20:04 - 5000m Revezamento Masculino - Semifinais

20:37 - 1000m Feminino - Final B

20:43 - 1000m Feminino - Final A

13 de fevereiro

19:00 - 500m Masculino - Quartas de final

19:27 - 500m Masculino - Semifinais

19:35 - 3000m Revezamento Feminino - Final B

19:44 - 3000m Revezamento Feminino - Final A

20:09 - 500m Masculino - Final B

20:14 - 500m Masculino - Final A

16 de fevereiro

19:30 - 1500m Feminino - Quartas de final

20:15 - 1500m Feminino - Semifinais

20:32 - 5000m Revezamento Masculino - Final B

20:44 - 5000m Revezamento Masculino - Final A

21:11 - 1500m Feminino - Final B

21:18 - 1500m Feminino - Final A

Clique aqui para conferir toda a programação da patinação de velocidade em pista curta em Beijing 2022.

Como assistir à patinação de velocidade em pista curta em Beijing 2022

Se estiver curioso sobre como assistir patinação de velocidade em pista curta em Beijing 2022 e o que esperar dessa disciplina, aqui encontrará a resposta.

A premissa é que esse é um esporte caótico, onde os patinadores estão em constante luta pelo posicionamento ideal. Sabendo disso fica mais fácil entender porque nos dois últimos Jogos Olímpicos (Sochi 2014 e PyeongChang 2018) nenhum atleta conseguiu defender seus títulos - como para toda a regra existe uma exceção, nesse caso a República da Coreia conseguiu ouros consecutivos no revezamento feminino 3000m.

Ao contrário da patinação de velocidade, na pista curta os atletas competem todos contra todos ao longo de várias rodadas. O posicionamento é a chave do êxito, já que apenas os mais rápidos passam rodada após rodada. Normalmente, cada prova tem entre quatro e seis atletas, com baterias classificatórias, seguidas por quartas de final, semifinais e final.

Pelo risco de queda ser maior na pista curta do que na patinação de velocidade, os atletas utilizam capacete. O aspeto estratégico é muito importante, particularmente nas provas mais longas na pista curta, já que os atletas podem optar por assumir a liderança da corrida para evitar quedas em grupo ou tentar correr na parte de trás e tentarem gerir as energias.

A PATINAÇÃO DE VELOCIDADE COMEÇA AQUI!

Receba notícias de patinação de velocidade, vídeos, destaques dos Jogos Olímpicos de Inverno e muito mais.