Alerta de medalha: Quentin Fillon Maillet, da França, é ouro no biatlo 20km individual masculino em Beijing 2022

Anton Smolski, de Belarus, ficou com a medalha de prata, e o norueguês Johannes Thingnes Boe terminou com o bronze no Centro de Biatlo de Zhangjiakou

Daniel Perissé
Foto: 2022 Getty Images

O francês Quentin Fillon Maillet venceu o biatlo 20km individual masculino nos Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022, seguido de Anton Smolski, de Belarus, que faturou a prata, e do norueguês Johannes Thingnes Boe, bronze.

Atual líder da Copa do Mundo da modalidade, Fillon Maillet terminou o percurso no Centro de Biatlo de Zhangjiakou em 48min47s4. Foi a sua primeira medalha individual e a segunda em Pequim, pois já havia obtido a prata no revezamento misto 4x6km pela equipe francesa.

A surpreendente medalha de prata ficou com Smolski, que não era um dos candidatos ao pódio. Ele se aproveitou do desempenho de 100% (20 acertos em 20 tiros) para assegurar a segunda colocação. Seu tempo final foi de 49min02s2. Foi a primeira medalha masculina de seu país no biatlo desde Vancouver 2010.

O terceiro colocado foi Boe, que defendia o ouro Olímpico em PyeongChang 2018. Ele tentava bater o recorde de seu compatriota Magnar Solberg, que vencera a prova em Grenoble 1968 e Sapporo 1972.

Família de tradição no biatlo

O biatlo está no sangue da família de Fillon Maillet: além dele, seu pai e dois irmãos também competiram no esporte. Quentin começou no esqui cross-country quando criança e passou ao biatlo aos 14 anos.

A França já havia vencido esse evento em Sochi 2014, com Martin Fourcade - que encerrou sua carreira Olímpica com cinco ouros e duas pratas.

"Foi muito bom. Muito trabalho e muita energia em torno disso. Obrigado à minha família, meus amigos, minha companheira, meus companheiros de equipe. Por todo o trabalho deles e de todo mundo que me ajudou no caminho rumo a me tornar campeão Olímpico", disse o francês pouco depois do fim da prova.

Conquista foi "emocionante"

O francês mostrou que chegaria ao pódio ao fazer uma prova segura no cross-country e desbancar Boe, que chegou a liderar. Mesmo com dois erros na parte de tiro, o desempenho foi tão bom que era apenas uma questão de tempo até que o ouro viesse.

E se engana quem pensa que ele achou tranquilo: "Talvez tenha parecido que foi fácil, mas hoje foi bem duro. Com dois erros no tiro, nunca esperei vencer, talvez chegar ao pódio," comentou o atleta, que terminou em terceiro no geral por três temporadas da Copa do Mundo.

"Quatro anos atrás, os Jogos Olímpicos foram muito difíceis para mim. Queria sonhar com uma Olimpíada como essa. Começamos muito bem no revezamento misto, e hoje (corri) bem rumo à vitória."

O próximo evento do biatlo é o sprint feminino de 7,5km, a ser disputado no dia 11 às 17h locais (6h de Brasília).

Confira a programação completa do biatlo nos Jogos Olímpicos de Inverno Beijing 2022.

O BIATLO COMEÇA AQUI!

Receba notícias de biatlo, vídeos, destaques dos Jogos Olímpicos de Inverno e muito mais.