Basquete Olímpico em Tóquio 2020: cinco coisas que você deve saber

Quando e onde acontecerá o basquete Olímpico? Como vai funcionar o torneio? Descubra aqui tudo sobre o esporte em Tóquio 2020, que acontece em 2021.

ZK Goh and Samuel Friedman

Os Estados Unidos buscarão continuar conquistando medalhas no basquete nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 em Julho e Agosto de 2021.

Com a equipe dos EUA ganhando medalhas em 28 dos 30 torneios de basquete dos Jogos Olímpicos masculino e feminino (23 deles de ouro), a potência mundial deve dominar mais uma vez a capital japonesa neste verão.

Mas quem são os que temos que ficar de olho? Como a competição funcionará e onde será realizada? Aqui está nosso guia com as principais coisas que você deve saber sobre o basquete Olímpico em Tóquio 2020, em 2021.

Principais jogadores de basquete Olímpico em Tóquio 2020

Todos os olhos estarão voltados para os jogadores da NBA, até porque haverá jogadores convocados que estarão nos Playoffs e chegarão muito em cima dos Jogos Olímpicos.

No entanto, a profundidade da equipe EUA deve ser grande o suficiente para cobrir qualquer ausência de nomes como LeBron James, Anthony Davis e muitos outros.

Além dos EUA, a Argentina, campeã de 2004, e a atual campeã do Mundial Masculino, a Espanha, provavelmente representarão ameaças significativas. E não descarte o anfitrião Japão, comandado por Hachimura Rui.

A evolução dos playoffs da NBA também terá um impacto na composição das equipes europeias em Tóquio.

No torneio feminino, não procure além da equipe dos EUA, que ganhou todas as medalhas de ouro desde Atlanta 1996. Espere nomes como Breanna Stewart e Elena Delle Donne brilharem, se selecionadas.

Com mais talento inundando a WNBA do que nunca, as mulheres americanas são as favoritas mais uma vez em Tóquio em busca de sete medalhas de ouro consecutivas.

Programação do basquete Olímpico em Tóquio 2020

O torneio masculino acontece de 25 de Julho a 7 de Agosto de 2021, e o feminino de 26 de Julho a 8 de Agosto de 2021.

Os jogos de sinuca terminam em 1 ° de Agosto (homens) / 2 de Agosto (mulheres). A programação do torneio de eliminação é a seguinte (todos os horários no Horário Padrão do Japão, GMT / UTC +9 horas):

  • Quartas-de-final masculino:
  • Terça-feira, 3 de Agosto (10:00, 13:40, 17:20, 21:00)
  • Semifinais masculino:
  • Quinta-feira, 5 de Agosto (13h15, 20h)
  • Finais Masculino:
  • Jogo da medalha de ouro: sábado, 7 de Agosto (11:30 - 13:30)
  • Jogo da medalha de bronze: sábado, 7 de Agosto (20:00 - 22:30)
  • Quartas-de-final Feminino:
  • Quarta-feira, 4 de Agosto (10:00, 13:40, 17:20, 21:00)
  • Semifinais Feminino:
  • Sexta-feira, 6 de Agosto (13:40, 20:00)
  • Jogo da medalha de bronze feminino:
  • Sábado, 7 de Agosto (16:00)
  • Jogo da medalha de ouro feminino:
  • Domingo, 8 de Agosto (11:30)

Local do basquete Olímpico em Tóquio 2020

Em Tóquio 2020, todos os jogos de basquete acontecerão na Saitama Super Arena em Saitama, uma cidade ao norte da capital que faz parte da área metropolitana da Grande Tóquio.

É uma das maiores arenas cobertas do mundo e já sediou dois jogos da NHL hoquei no gelo dois jogos da temporada regular da NBA, o Campeonato Mundial da Fiba de 2006 e dois Campeonatos Mundiais de patinacao artistica.

Formato da competição Olímpica de basquete em Tóquio 2020

Doze equipes participarão de cada torneio, divididas em dois grupos de seis equipes jogando um único round-robin.

As quatro melhores equipes por grupo se classificarão para um único torneio de eliminação que premiará com medalhas. Nas quartas de final, o time melhor colocado do Grupo A enfrentará o quarto colocado do Grupo B, enquanto o vice-campeão enfrentará o terceiro colocado do grupo oposto.

História do basquete Olímpico

O basquete masculino foi apresentado ao programa Olímpico nos Jogos Olímpicos de 1904 em St. Louis como um evento de demonstração, mas fez sua estreia no evento de medalhas nos Jogos de Berlin 1936. O basquete feminino também fez sua estreia 40 anos depois, em Montreal 1976.

Os atletas americanos conquistaram um total de 15 das 19 medalhas de ouro, mas até 1992 apenas selecionavam jogadores universitários para representar a equipe. Em Barcelona, os primeiros jogadores da NBA participaram, com o chamado Dream Team varrendo todos os desafios para levar o ouro para casa confortavelmente.

No entanto, em Atenas 2004, a equipe dos EUA recebeu um choque indesejado, ao ser derrotada pela Geração de Ouro da Argentina, que levou o ouro para casa.

Por mais dominantes que os homens americanos tenham sido, as mulheres americanas têm sido tão dominantes, se não mais. Nos 11 torneios, as mulheres americanas venceram oito, incluindo as últimas seis. A União Soviética (1976,1980) e a Equipe Unificada (1992) venceram as outras três.

A equipe dos EUA está invicta em torneios internacionais desde 2006 e detém um recorde vitalício de 66–3 nos Jogos Olímpicos. A última derrota Oímpica aconteceu nas semifinais de Barcelona em 1992 para a Equipe Unificada, enquanto as outras duas derrotas ocorreram no torneio inaugural em Montreal.

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual