Salto ornamental Olímpico em Tóquio 2020: as cinco coisas mais importantes que você deve saber

Seu guia completo sobre salto ornamental nos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2021, incluindo os melhores atletas, informações sobre o local, programação e muito mais!

Andrew Binner
Foto: 2019 Getty Images

Salto Ornamental está nos Jogos Olímpicos há mais de um século e serão oito medalhas na modalidade na Toquio 2020.

Haverá quatro medalhas disponíveis para homens e mulheres, incluindo dois trampolins de 3m e dois eventos de plataforma de 10m.

A seguir, damos uma olhada nos saltadores que devem iluminar o Centro Aquático de Tóquio em 2021, a programação da competição e até mesmo um pouco da história Olímpica em nossas principais coisas a saber sobre o guia de salto ornamental Olímpico.

Melhores saltadores Olímpicos em Tóquio 2020

A China é a força dominante no salto ornamental e conquistou sete das oito medalhas de ouro no Rio 2016.

A potência asiática venceu nove dos 12 eventos no campeonato mundial de 2019, o que significa que será mais uma vez a nação a ser batida em Tóquio.

No lado masculino, o bicampeão mundial Yang Jian tem sido o mergulhador mais consistente neste ciclo Olímpico. Mas ele estará de olho no britânico Tom Daley que o venceu em uma perna da última World Series e espera adicionar outra medalha Olímpica à sua contagem.

No evento de 10 metros sincronizados, a profundidade do talento do mergulho da China está em plena exibição, com os dois medalhistas de ouro Olímpico Cao Yuan e Chen Aisen como favoritos.

A competição pode ser mais dura no trampolim de 3 metros, com o britânico Jack Laugher  pronto para lutar contra seus rivais chineses, o tetracampeão mundial Xie Siyi e Cao.

O campeão Olímpico sincronizado Laugher terá a companhia do novo parceiro Dan Goodfellow em Tóquio, mas sua medalha de prata no campeonato mundial de 2019 indica que eles serão competitivos. No entanto, eles foram derrotados por Xie e Cao em Gwangju, esperando por outra vitória.

Laugher também será uma ameaça no evento individual, tendo conquistado a prata na Rio e liderado o campeonato mundial de 2019 até que um erro inesperado no salto final fez com que ele terminasse em terceiro.

Do lado feminino, a rainha do trampolim de 3m e bicampeã olímpica Shi Tingmao liderará o ataque da China.

Sua rival mais feroz será a compatriota e parceira como campeã mundial no sincronizado Wang Han, mas também vale a pena ficar de olho na medalhista de bronze Olímpico , a australiana Maddison Keeny.

Fique atento também à medalhista Olímpica canadense de bronze Jenny Abel, que conquistou a prata mundial em 2019 no evento individual, e sincronizado ao lado de Melissa Citrini-Beaulieu.

Na plataforma de 10m, todos os olhos estarão voltados para a adolescente chinêsa Chen Yuxi, que conquistou o título mundial individual em 2019 aos 13 anos. Suas principais rivais serão as compatriotas da campeã olímpica Ren Qian e os outras campeãs mundiais Lu Wei e Zhang Jiaqi.

No evento sincronizado, fique de olho na duas vezes medalhista de ouro dos Jogos Olímpicos da Juventude 2018, Lin Shan.

Programação de salto ornamental Olímpico em Tóquio 2020

A competição acontecerá de 25 de Julho a 7 de Agosto de 2021.

25 Julho de 2021

  • Final feminina de trampolim sincronizado de 3m

26 Julho de 2021

  • Final masculina de plataforma sincronizada de 10m

27 Julho de 2021

  • Final feminina de plataforma sincronizada de 10m

28 July 2021

  • Final masculina de trampolim sincronizado de 3m

30 Julho de 2021

  • Preliminar feminina de trampolim sincronizado de 3m

31 Julho de 2021

  • Semifinal feminina de trampolim de 3m

1 de Agosto de 2021

  • Final feminina de trampolim de 3m

2 de Agosto 2021

  • Preliminar masculina de trampolim de 3m

3 de Agosto 2021

  • Semifinal masculina de trampolim de 3m
  • Final masculina de trampolim de 3m

4 de Agosto 2021

  • Preliminar feminina de plataforma de 10m

5 de Agosto 2021

  • Semifinal feminina de plataforma de 10m
  • Final feminina de plataforma de 10m

6 de Agosto 2021

  • Preliminar masculina de plataforma de 10m

7 de Agosto 2021

  • Semifinal masculina de plataforma de 10m
  • Final masculina de plataforma de 10m

Local do salto ornamental Olímpico em Tóquio 2020

As competições de salto ornamental acontecerão no novo Tokyo Aquatics Centre.

A instalação de última geração foi  inaugurada por Rikako Ikee, e está localizada no Parque à beira-mar de Tatsumi-no-Mori. Com capacidade para 15.000 torcedores também abrigará natacao e natacao artistica .

Após os Jogos Olímpicos de 2020 em 2021, o local sediará competições nacionais e internacionais.

Formato de competição Olímpica de salto ornamental em Tóquio 2020

Serão oito competições de mergulho, nas versões masculina e feminina, trampolim de 3m, trampolim sincronizado de 3m, plataforma de 10m e plataforma sincronizada de 10m.

Ao contrário dos campeonatos mundiais, não existem eventos mistos.

Serão 136 atletas participantes da competição, sendo que até o momento atletas do Japão, China, México, EUA, Grã-Bretanha, Canadá e Malásia se classificaram.

A qualificação ainda não foi concluída, com os lugares finais a serem conquistados na Copa do Mundo de Saltos Ornamentais 2021 da FINA.

História do salto ornamental Olímpico

O salto ornamental fez sua estreia Olímpica nos Jogos de 1904 em St. Louis e apareceu em todos os Jogos Olímpicos desde então.

No entanto, naquela época os atletas podiam escolher entre o salto de plataforma ou mergulho, onde o atleta que mergulhasse a maior profundidade debaixo d'água em um mergulho em pé no nível do solo seria o vencedor.

O mergulho foi substituído pelo trampolim nos Jogos de Londres 1908 para aumentar o interesse do espectador.

As Olimpíadas de 1912 em Estocolmo viram o mergulho feminino e o mergulho em alto plano adicionados ao programa. Mas o último evento, onde nenhum movimento acrobático foi permitido, foi abandonado após Paris 1924.

A próxima grande adição ao salto ornamental Olímpico veio quando o sincronizado foi introduzido em Sydney 2000, e tem permanecido desde então.

Embora a China tenha dominado o esporte na história recente, suas 40 medalhas de ouro Olímpicas (e ausência Olímpica entre 1952-1984) significam que na tabela recorde de todos os tempos eles estão em segundo lugar, atrás dos Estados Unidos, que têm 49.

Em uma era em que os saltos ornamentais com duas rotações e meia a três e meia se tornaram o padrão, os mergulhadores da China aumentaram o nível de dificuldade para quatro rotações e meia com quase nenhum respingo na entrada.

Os saltadores de maior sucesso na história olímpica são Pat McCormick (4 ouros) e Greg Louganis (4 ouros, 1 prata) dos EUA, ao lado do chinês Fu Mingxia (4 ouros, 1 prata).

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual