Canoagem Olímpica Slalom na Tóquio 2020: cinco coisas mais importantes a saber

Quem são os melhores canoístas Slalom da Tóquio 2020, que acontece em 2021? Quando e onde a canoagem Olímpica Slalom irá acontecer? Qual é a história do esporte nos Jogos? Descubra aqui. 

Ashlee Tulloch
Foto: 2016 Getty Images

Um evento adicional no programa da canoagem Olímpica Slalom deverá deixar o esporte mais dinâmico nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, que acontece em 2021.

Pela primeira vez na competição Olímpica, as mulheres também irão competir em canoas.

Fruto do compromisso do COI para igualdade de gênero, o C1 foi introduzido no programa.

Antes, as mulheres competiam apenas em caiaques, enquanto os homens competiam tanto na canoa quanto no caiaque. Em 2021, as mulheres irão competir nos dois barcos, no mesmo curso de águas agitadas.

Mas quem são os principais competidores? Quando a canoagem irá acontecer? E onde? Aqui está o nosso guia com as principais coisas para saber sobre a Canoagem Olímpica Slalom.

Os melhores atletas da canoagem slalom nas Olimpíadas de Tóquio 2020 em 2021

Os atletas europeus tem uma tendência a serem os melhores na canoagem slalom, mas isso não significa que outras menores nações não irão dificultar a conquista de uma posição no pódio.

Tóquio 2020 serão os quartos Jogos de Maialen Chourraut. A espanhola passou o início de 2021 treinando na Ilha da Reunião e enfrentará uma competição difícil para tentar defender sua medalha de ouro no K1 feminino e adicionar ao seu bronze de Londres 2012.

A australiana Jessica Fox está motivada a conquistar o topo do pódio após sua medalha de prata na Londres 2012 e o bronze na Rio 2016, além do seu título nos Jogos Olímpicos da Juventude em Cingapura.

Assim como Fox, a neozeolandesa Luuka Jones confirmou que também irá competir no novo evento feminino C1. Fox já conquistou a segunda posição em ambos eventos no Campeonato Mundial 2019. Já a neozeolandesa, que foi prata no K1 da Rio 2016, teve um bom período de treino na Nova Zelândia, graças a restrições menos severas para a COVID-19, dado o fato de o país ter sido em parte não afetado pelo vírus.

Mallory Franklin, da Grã-Bretanha, está classificada em segundo, atrás de Fox, no C1 e a expectativa é a de que ela tenha um bom desempenho na Tóquio. Com 1,79 m de altura, Franklin é a atleta mais alta da canoagem slalom feminina nos Jogos.

Na competição masculina de K1, o medalhista de ouro da Rio 2016 Joe Clarke controversialmente perdeu a oportunidade de conquistar uma vaga, uma vez que o também britânico Bradley Forbes-Cryans terminou em uma posição mais alta no Campeonato Mundial de 2019.

Entretanto, Jiri Prskavec será o principal adversário. O checo é o medalhista de bronze da Rio 2016 e atual campeão mundial. A jovem estrela espanhola David Llorente também é outro canoísta em destaque. Medalhista de prata no K1 do Campeonato Mundial de 2019, ele está pronto para tentar sucesso Olímpico em sua estreia.

No C1 masculino, é esperado que o japonês Takuya Haneda tenha uma boa performance em casa após sua conquista do bronze há quatro anos, na Rio 2016. Uma competição muito apertada na França fez com que Denis Gargaud perdesse a oportunidade de defender seu título Olímpico. O mesmo ocorreu com o atual campeão mundial Cedric Joly, já que Martin Thomas foi o canoísta que conquistou a invejada vaga.

Formato da competição da Canoagem Olímpica Slalom em Tóquio 2020

A Canoagem Slalom conta com um total de quatro eventos nos Jogos Olímpicos de Tóquio de 2020, em 2021 – o caiaque individual masculino e feminino (K1) conta com 24 competidores para cada gênero, enquanto a canoa individual masculina e feminina (C1) conta com 17 competidores por gênero.

O objetivo do canoísta é conseguir percorrer o percurso de águas rápidas o mais breve possível, passando por uma série de portas. Eles precisam navegar o percurso sem esbarrar nas portas. Dependendo da direção que a porta sinaliza, os competidores precisam manobrar, contra ou a favor da corrente, em torno da porta.

As disputas de canoagem slalom são julgadas com base no tempo. Se um erro ocorre, penalidades de tempo serão dadas para os erros, como perder uma porta ou esbarrar em um obstáculo.

O curso tem aproximadamente 250m de comprimento, com até 25 portas. A duração de cada corrida é de aproximadamente 95 segundos.

Nos Jogos, o canoísta tem duas corridas durante a rodada qualificatória. Das duas, o tempo mais rápido irá determinar seu resultado de qualificação. Nas disciplinas de caiaque, 20 competidores seguem para as semifinais enquanto na canoa apenas 15 avançam. Em ambas semifinais os atletas disputam uma corrida e os 10 resultados mais rápidos irão determinar quem irá competir na final. A última corrida define a ordem da final dos medalhistas e dos que completaram a competição.

Programação da Canoagem Olímpica Slalom na Tóquio 2020

A competição acontece durante seis dias, de 25 a 30 de julho de 2021.

Todos os horários estão no Horário Padrão do Japão (UTC +9 hours)

Data e Hora: Domingo, 25 de julho de 2021, 13:00 - 16:45

  • Canoa (C1) Qualificatórias (M)
  • Caiaque (K1) Qualificatórias (F)

Data e Hora: Segunda-Feira, 26 de julho de 2021, 14:00 - 16:45

  • Canoa (C1) Semifinal (M)
  • Canoa (C1) Final (M)
  • Canoa (C1) Cerimônia da Vitória (M)

Data e Hora: Terça-Feira, 27 de julho de 2021, 14:00 - 17:00

  • Caiaque (C1) Semifinal (F)
  • Caiaque (C1) Final (F)
  • Caiaque (C1) Cerimônia da Vitória (F)

Data e Hora: Quarta-feira, 28 de julho de 2021, 13:00 - 16:45

  • Canoa (C1) Qualificatórias (F)
  • Caiaque (K1) Qualificatórias (M)

Data e Hora: Quinta-feira, 29 de julho de 2021, 14:00 - 16:45

  • Canoa (C1) Semifinal (F)
  • Canoa (C1) Final (F)
  • Canoa (C1) Cerimônia da Vitória (F)

Data e Hora: Sexta-feira, 30 de julho de 2021, 14:00 - 17:00

  • Caiaque (C1) Semifinal (M)
  • Caiaque (C1) Final (M)
  • Caiaque (C1) Cerimônia da Vitória (M)

Sede da Canoagem Olímpica Slalom em Tóquio 2020

História será feita na competição de canoagem slalom já que o Centro Kasai de Canoagem Slalom é o primeiro curso de canoagem do Japão construído pelo homem.

Com o término dos Jogos, em 2021, o local se tornará sede de atividades de lazer para uma vasta variedade de esportes aquáticos.

A sede da Canoagem Olímpica Slalom terá capacidade máxima para 7500 pessoas.

História da Canoagem Olímpica Slalom

Tradicionalmente, canoas são usadas como meio de transporte há milhares de anos, mas sua história como esporte Olímpico não foi uma jornada fácil.

A Canoagem de Velocidade fez parte do programa Olímpico em Berlim 1936, enquanto a Canoagem Slalom foi introduzida 26 anos depois, em Munique 1972.

Após a estreia, a Canoagem Slalom sofreu uma pausa de 20 anos nos Jogos, retornando como parte permanente do programa em Barcelona 1992.

SEJA OLÍMPICO, GANHE TUDO ISSO.

Eventos esportivos ao vivo gratuitos. Acesso ilimitado a séries. Notícias e destaques olímpicos sem igual